Segredos dos frutos (A - B)

Especialmente aos frugívoros é importante conhecer as propriedades dos frutos, para mais facilmente os combinar de forma a constituir uma alimentação equilibrada.
São apetitosos, uma fonte de bem-estar e um poço de curiosidades. Descobre connosco os segredos que escondem os mais variados frutos, numa série de artigos que te vamos propor.
Abacate
Existem duas variedades: o mais arredondado, de pele fina, macia e verde e o mais alongado, de pele mais espessa e áspera e de cor verde a arroxeada.
O abacate é altamente nutritivo, pois possui um elevado teor de matérias gordas. Fornece, também, uma dose considerável de vitaminas C, B2 e E. É ainda rico em cálcio, enxofre, fósforo, magnésio, potássio, ácido fólico e iotina.
O abacate tem 30% de gordura sem conter colesterol. O seu alto teor de ácidos graxos monoinsaturados converte-o num bálsamo para o coração e os vasos sanguíneos. Possui um alto teor de minerais e vitaminas essenciais que combatem particularmente o stress, o nervosismo e a insónia. É útil no caso de úlceras estomacais e cólicas intestinais. Actua também com eficiência em cólicas menstruais.
Nas Antilhas o abacate é considerado um afrodisíaco. O seu período de conservação é muito curto, após o amadurecimento.


Abóbora
É um fruto originário da América do Sul que oferece muitas variedades, todas muito nutritivas e de sabor agradável. Algumas das espécies e subespécies mais cultivadas em Portugal são a abóbora cabaça, a abóbora carneira, a abóbora chila, a abóbora menina e a abóbora porqueira.
Contém sais minerais (fósforo, cálcio, potássio), e vitaminas A, B1, B2, B6 e C. É muito digerível e contribui para o bom funcionamento do intestino. Ajuda a manter o PH do organismo, combate a prisão de ventre e alivia o desconforto causado pelas hemorróidas.
As suas sementes cruas são vermífugas, ou seja combatem a ténia e outros parasitas intestinais.
É servida em pedaços nas saladas, sopas e cremes e utilizada também em doces.


Abrunho
O abrunho é uma espécie de ameixa silvestre, que possui uma forma mais ovalada e um sabor mais ácido sendo, por isso, utilizado principalmente na elaboração de licores.
É um fruto rico em potássio, vitamina B1 e caroteno. Conservam-se por mais tempo, se forem colocados no frigorífico.


Acerola
A acerola ou cereja das Antilhas é considerada a fruta mais rica em vitamina C. Em 100g de polpa há de 2000 a 5000mg de ácido ascórbico, que é a própria fonte de vitamina C. Para se ter uma ideia do que estas quantidades representam, o limão, por exemplo, apresenta um teor de ácido ascórbico de 40 a 50mg.
Apresenta na sua composição proteínas, cálcio, fósforo, ferro, vitaminas B1 e B2, pró-vitamina A, além, é claro, da enorme quantidade de vitamina C.
Uma pessoa comendo uma certa quantidade de acerolas por dia, tem satisfeitas, praticamente, todas as suas necessidades vitamínicas. Uma acerola é uma verdadeira cápsula natural de vitaminas. Pela sua excepcional qualidade nutritiva e vitamínica, aumenta a resistência geral do organismo, prevenindo contra doenças como a gripe.
É uma fruta pequena, de cor vermelha, parecida com a cereja europeia. O seu sabor é levemente adocicado, com um contraste de acidez. Pode ser comida ao natural ou serve para fazer geléias, doces em calda, doces em pasta, licores, etc.


Açai
O açaizeiro é uma palmeira característica das várzeas e margens dos rios amazónicos. A fruta é muito pequena, arredondada e muito roxa, quase preta. Tem um caroço grande, e muito pouca polpa.
O açaí é muito rico em antocianina, uma substância anti-oxidante, que ajuda no combate ao colesterol e dos radicais livres.
Além de ser considerado um dos alimentos mais ricos em ferro, o açaí é também rico em fibras, sendo bastante indicado para idosos e pessoas com mau funcionamento do aparelho digestivo.


Ameixa
Contem 0,6% de proteínas, 14% de açúcares e 0,7% de sais minerais, entre os quais se destacam o ferro e o cálcio. Também é rica em vitaminas A, B1, B2 e C.
A sua quantidade em açúcares e ácidos alcalinizantes tornam-na num alimento muito energético, grande laxante e desintoxicante. É indicada para tratar a constipação, as congestões hepáticas e o reumatismo.
As suas diferentes variedades distinguem-se pelo tamanho, cor e sabor. Quando seca aumenta a capacidade energética, porque passa a conter 50% de açúcares.


Amêndoa
Contem 21% de proteínas, 53% de lípidos, 17% de hidratos de carbono, e 3% de sais minerais. Os ácidos gordos insaturados e a vitamina E contribuem para reduzir o nível de colesterol.
É um dos alimentos mais potentes da natureza, gerador de calor pela grande quantidade de gorduras que contem, e gerador de energia muscular pela sua riqueza em hidratos de carbono.
Também rica em fósforo, o que é muito útil para quem realiza um trabalho intelectual de trabalho e para as pessoas doentes do sistema nervoso, contém também potássio, magnésio, cálcio e vitaminas B1 e B2. A proteína da amêndoa é bastante completa, porque possui a maioria dos aminoácidos necessários para a vida.
Deve ser mastigada o máximo possível de forma a que cumpram todo o seu papel nutritivo. Durante a gravidez e lactação o seu consumo favorece a produção de leite.


Amendoim
Contem 40% de lípidos, 30% de proteínas, 16% de hidratos de carbono, celulose, sais minerais (fósforo, cálcio e ferro) e vitaminas A e B1. Tem um grande poder nutritivo e é de fácil digestão se mastigado correctamente, convém, no entanto, não abusar da quantidade.
O amendoim também tem propriedades terapêuticas pois pode ser usado para problemas pulmonares e julga-se que, quando cru e sem sal, estanca as hemorragias.
Fornece também um precioso óleo muito aplicado na alimentação


Amora
A amora silvestre é quase um símbolo de Verão, mas existem, espalhadas pelo mundo, algumas plantações de amoras "não silvestres".
É depurativa, contem potássio, fósforo e cálcio. Extremamente rica em vitaminas A, B e C, a amora contém, também, uma boa percentagem de taninos sendo, por isso, ligeiramente adstringente. Os frutos frescos e crus, agem contra anemia, falta de apetite e úlceras no estômago.

Ananás
O ananás foi descoberto em 1555 no Brasil e 200 anos mais tarde foi trazido para a Europa. Os nativos sul americanos acreditavam que o ananás possuía propriedades terapêuticas e usavam o seu sumo para auxiliar a digestão e manter a pele limpa. Por sua vez, os guerreiros aplicavam cataplasmas do fruto em feridas e usavam as folhas como ligaduras.
Contém 13% de hidratos de carbono, o que o torna num dos frutos mais nutritivos. É muito digestivo, refrescante, purificador, laxante e mineralizador. Também contém ácido cítrico e em menor proporção iodo, ferro, cobre, manganês e é rico em vitaminas A, B1 e B2. Contém também uma enzima - a bromelina - que ajuda o organismo no processo de digestão.
É aconselhável para doentes de dispepsia (indigestão), e para as afecções da garganta, devido às propriedades anti-inflamatórias e antibióticas de alguns dos seus componentes. As suas fatias são também muito úteis para picadas de víboras e insectos quando aplicadas na parte afectada.
Este fruto sumarento e perfumado está repleto de enzimas benéficas para o tratamento de coágulos sanguíneos susceptíveis de causar tromboses.
Deve consumir-se maduro e preferencialmente fresco. 80% dos nutrientes encontram-se concentrados no ``coração`` do fruto.
O que o distingue do abacaxi são, essencialmente, as condições de cultivo, nomeadamente a temperatura. O abacaxi é cultivado ao ar livre, em climas tropicais, o que faz com que adquira um sabor mais doce e menos ácido e com que cresça menos. O ananás é cultivado em temperaturas mais baixas (por vezes em estufa), tornando-se um fruto de maiores dimensões, mais ácido, mas mais aromático.


Anona
Muito rica em água e vitaminas do grupo B. Contem cálcio, fósforo, ferro e potássio.
Tem propriedades protectoras do coração e neutraliza o excesso de acidez gástrica.
Não é muito resistente à conservação, pelo que, deve ser consumida sem demora.


Avelã
Contem 17% de proteínas, 60% de lípidos, 15% de hidratos de carbono, sais minerais (potássio, fósforo e cálcio) e vitaminas B1, B2 e C.
Pelo seu conteúdo em vitamina B1, pode ser um excelente remédio contra as frequentes lacunas de memória. Tem também propriedades preventivas do aparelho urinário. É um óptimo alimento para formação dos tecidos (pelas suas proteínas), de força (pelos seus açúcares), gerador de calor (pela gordura) e mineralizador (pelos sais minerais), ou seja, é um alimento completo, um verdadeiro tesouro nutritivo.
Deve mastigar-se muito bem, de forma a que sua digestão não seja difícil.


Azeitona
É o fruto da oliveira e contem 0,7% de proteínas, 8,5% de hidratos de carbono, 14% de lípidos e 0,4% de sais minerais (potássio, cálcio e sódio). É pois um alimento produtor de força e de calor, muito aconselhável no Inverno.
Ajuda também na dissolução dos depósitos calcários que podem estar presentes nos tecidos do organismo e que são sinal de envelhecimento. As azeitonas estimulam os sucos digestivos e são de digestão fácil quando mastigadas correctamente.
As azeitonas pretas (ou seja maduras) contêm também vitaminas A e C.


Banana
Este fruto contém 23 % de hidratos de carbono e é rico em proteínas, sais minerais (potássio, sódio, fósforo e cálcio), vitaminas A, B6 (que alivia os sintomas da tensão pré-menstrual). e E e fibras solúveis. O seu valor nutritivo é superior ao da maior parte das frutas frescas.
Deve consumir-se madura, pois assim todo o amido já se converteu em açúcar, o que a torna mais facilmente assimilável. Contrariamente ao que se crê é uma fruta de fácil digestão, indicada especialmente em casos de acidez e úlcera do estômago, como também em certas afecções do coração ou rins, nas quais é indispensável uma cura seca. A banana possui alto valor nutritivo, equilibra o PH do organismo e é recomendada nos casos de gastrite. Regula os processos digestivos, ajuda a aliviar a síndrome pré-menstrual e protege o coração e os vasos sanguíneos. É utilizada para regular o intestino, o fígado, o estômago e os rins. Auxilia no tratamento das vias respiratórias, principalmente contra doenças como asma, tuberculose e pneumonia.
Uma banana média fornece cerca de um terço das necessidades diárias recomendadas de potássio e cerca de 100 calorias, sob a forma de frutose e amido, que o corpo transforma em energia. É, por isso mesmo, muito usada pelos atletas que a consideram um anabolizante natural e uma ajuda contra as cãibras e contracções dos músculos. Em champôs, loções tónicas e máscaras remineralizantes, a banana, ajuda a tirar o volume dos cabelos crespos.
A sua polpa, branca e saborosa, é um excelente alimento para crianças e idosos, uma vez que tem um grande poder antirraquítico, e em algumas regiões onde se cultiva, consome-se em vez do pão.

Referências:
http://www.diabetes.org.br/dicionario_alimentos/index.php
Revista Expresso, 29 Junho 2002

Copyright Centro Vegetariano. Reprodução permitida desde que indicando o endereço: http://www.centrovegetariano.org/Article-117-Segredos-dos-frutos--A---B-.html

Inserido em: 2002.07.25 Última actualização: 2006.11.11

Comentar printer     E-mail   Facebook F

Pessoas > Artigos por Autor > Cristina Rodrigues
Alimentação > Alimentação Frugívora
Alimentação > Alimentos > Frutos



Comentários



alimentos com ferro e potassio

gostava de saber que alimentos e que sao ricos em ferro e potassio... preciso destas vitaminas...
podem me ajudar?
obrigada
(Por: carina)

[Por: @ 2008.05.07 - 19:09 | Responder | Imprimir ]

Re: alimentos com ferro e potassio

Por exemplo, a banana é rica em potássio. Em ferro são ricas as algas, os frutos vermelhos e sobretudo a beterraba.

[Por: cris @ 2008.05.10 - 11:17 | Responder | Imprimir ]



e o alperce/albricoque?

Gostaria muito de saber mais sobre este fruto, quais as vitaminas, etc.
Obrigada

[Por: 0 @ 2007.10.08 - 19:50 | Responder | Imprimir ]

Re: e o alperce/albricoque?

O alperce fresco tem aproximadamente 1,4g de proteínas, 261 ug de vitamina A, 10mg de vitamina C, 14mg de cálcio, 19mg de fósforo, 8mg de magnésio, 296mg de potássio. Se a fruta for seca alguns nutrientes estão em maior quantidade e outros em menor.
(Por: carlos)

[Por: @ 2007.10.19 - 12:09 | Responder | Imprimir ]