Alfarroba - cacau fingido

Alfarroba é uma planta da família das leguminosas, cujas sementes são utilizadas para preparar um pó que substitui o cacau em muitas receitas. A goma é usada como espessante em iogurtes e outros alimentos industrializados.
Tem um sabor delicioso, adocicado, de chocolate amargo, que substitui o cacau. Na Europa, principalmente na Espanha, a alfarroba já é acrescentada a vários doces.É uma vagem comestível, de cor escura (entre o castanho e negro), que pode ter entre 10 e 25 cm de comprimento e demora um ano a amadurecer. Lá dentro encontram-se 10 a 16 sementinhas de cor parda, os quilates, que eram utilizadas pelos mercadores da Antiguidade, devido ao seu pouco peso e uniformidade, para avaliar o peso das jóias - daqui as palavras «Karat» e «Kilat».
É anti-diarréica, estimulante, laxativa, mineralizante, nutritiva e abre o apetite. Tem sido usada contra a gastroenterite das lactantes, falta de apetite, anemia, convalescença, para tratar desordens do foro intestinal (diarreias e obstipação, dependendo do modo como for preparada) e para regular a digestão.
Não foram encontradas quaisquer contra-indicações, mas deve, contudo, ser consumida em doses moderadas, uma vez que contém grandes quantidades de taninos que, tal como o café e o cacau, inibem a absorção de proteínas pelo organismo.
Os frutos são nutritivos, devido ao seu alto teor de açúcar, adocicados e ligeiramente laxantes. As sementes podem ser trituradas e usadas em substituição do chocolate praticamente em todas as receitas. O pó das sementes contém pectina, boa para regular a digestão.
Os frutos devem ser conservados em sacos plásticos ou de papel, bem fechados. As sementes em sacos de papel ou pano, bem fechados.

Composição química da alfarroba:
Proteína bruta - 4,7%
Proteína digestível - 1,6%
Fibra bruta - 9,2%
Cinzas - 3,5%
Cálcio - 0,38%
Fósforo - 0,09%
Gordura - 0,6%
Açucares totais - 43,85%
(glicose, sacarose e frutose)


Referências:
http://atelier.hannover2000.mct.pt/~pr558/alfabar.html

Copyright Centro Vegetariano. Reprodução permitida desde que indicando o endereço: http://www.centrovegetariano.org/Article-181-Alfarroba---cacau-fingido.html

Inserido em: 2003.02.14 Última actualização: 2006.11.11

Comentar printer     E-mail   Facebook F

Alimentação > Alimentação Vegana > Despensa Vegana
Alimentação > Alimentos > Legumes e outros vegetais
Pessoas > Artigos por Autor > Cristina Rodrigues



Comentários



ALFARROBA

Senhores:
Achei muito interessante a produção de chocolates a partir da alfarroba, principalmente por não haver adição de sacarose pois sou diabético tipo 2 (a diabete da velhice). Gostaria de saber a proporção entre sacarose, glicose e frutose presentes na farinha de alfarroba para informar meu médico, com o objetivo de poder degustar esta iguaria.
Grato, Fernando.
(Por: Fernando Corner)

[Por: @ 2010.04.05 - 14:40 | Responder | Imprimir ]

Re: ALFARROBA

Boa tarde, sou aluna finalista de Engenharia Alimentar no Instituto Politécnico de Viana de Castelo e numa procura acerca da informação sobre alfarroba chamou-me atenção um comentário que li aqui, de um senhor que sugere fazer chocolate a partir de alfarroba e sem sacarose. A boa notícia que aqui posso deixar, é que eu e o outro colega meu desenvolvemos um protejo durante este ano com alfarroba. O protejo desenvolvido foi uma mousse de alfarroba com baixo teor calórico e em vez de utilizado sacarose foi utilizado um adoçante (frutose). As ideias não nos faltam, o problema é que ninguém está disposta a registar a patente e a levar o projeto em frente. O bom disto tudo é que da analise realizada à população foi positiva. Era mesmo só para deixar a ideia de que nada ´nem ninguém é esquecido nesta industria gigantesca, o problema é mesmo termos apoios. Obrigado pela atenção
(Por: Ana Freitas)

[Por: @ 2013.05.07 - 11:34 | Responder | Imprimir ]

Re: ALFARROBA

> Boa tarde, sou aluna finalista de Engenharia Alimentar no Instituto
> Politécnico de Viana de Castelo e numa procura acerca da informação sobre
> alfarroba chamou-me atenção um comentário que li aqui, de um senhor que
> sugere fazer chocolate a partir de alfarroba e sem sacarose. A boa notícia
> que aqui posso deixar, é que eu e o outro colega meu desenvolvemos um
> protejo durante este ano com alfarroba. O protejo desenvolvido foi uma
> mousse de alfarroba com baixo teor calórico e em vez de utilizado sacarose
> foi utilizado um adoçante (frutose). As ideias não nos faltam, o problema é
> que ninguém está disposta a registar a patente e a levar o projeto em
> frente. O bom disto tudo é que da analise realizada à população foi
> positiva. Era mesmo só para deixar a ideia de que nada ´nem ninguém é
> esquecido nesta industria gigantesca, o problema é mesmo termos apoios.
> Obrigado pela atenção
> (Por: Ana Freitas)
Boa tarde, eu estou interessado nesse assunto do aproveitamento da alfarroba para produzir chocolates e outros produtos.
Mas vejo que aqui as mensagens têm já algum tempo, não sei se continuam activas.
No entanto se quiserem contactar-me poderão fazê-lo para o meu email: lusitur@yahoo.com
(Por: João)

[Por: @ 2015.01.29 - 20:11 | Responder | Imprimir ]




Composição quimica

Gostava de saber se nesta composição quimica da alfarroba está incluida a semente.
(Por: J. Costa)

[Por: @ 2009.09.18 - 17:52 | Responder | Imprimir ]

Re: Composição quimica

A composição refere-se à farinha de alfarroba.

[Por: cris @ 2009.09.19 - 17:52 | Responder | Imprimir ]