Dieta vegetariana é mais saudável

Muitas são as pessoas que actualmente estão a mudar para uma dieta vegetariana. Quer porque sentem necessidade de baixar os níveis de colesterol, porque gostavam de encontrar o peso ideal ou simplesmente se peocupam com os animais.
Mas até que ponto é esta mudança segura? Sem carne, ou mesmo lacticínios, na sua dieta, será que lhes faltam alguns nutrientes importantes? Provavelmente não, dizem os nutricionistas. Desde que tenham o cuidado de ingerir uma variedade de comidas podem ser geralmente mais saudáveis do que os que seguem dietas tradicionais no ocidente.

"O governo federal e a American Dietetic Association concluíram que as dietas vegetarianas são nutricionalmente consistentes", diz Neal Barnard, presidente da Physicians Committee for Responsible Medicine (PCRM), uma organização sem fins lucrativos cujo principal enfoque é na medicina preventiva.
Os estudos levados a efeito concluíram que os vegetarianos, na verdade, se alimentam bem melhor que os não-vegetarianos, segundo Barnard. Conseguem melhores quantidades de fibra, ferro, muitas vitaminas e outros componentes anti-cancerígenos.
"Praticamente todos os nossos nutrientes essenciais provêm das plantas", afirma John McDougall, fundador do McDougall Plan for Healthy Living (Plano McDougall para Vida Saudável). "As plantas produzem 11 de 13 vitaminas. A B12, produzida por bactérias, é a única que não é fornecida em quantidades adequadas por uma dieta vegetariana."
McDougall acrescenta ainda que uma dieta baseada em plantas promove perda de peso, mas, mais importante, pode reverter doenças sérias, como as cardíacas, sem uso de drogas.
Um exemplo apontado ainda por McDougall é um estudo recente nos Archives of Internal Medicine, feito sobre um grupo de Adventistas do Sétimo Dia da Califórnia, composto principalmente por vegetarianos. Este estudo, em que se acompanharam 34192 pessoas durante 12 anos, concluíu que estas tinham uma esperança média de vida 10 anos superior à média da população.

Barnard acrescenta ainda que os Americanos sofrem por comer demasiado, não por falta de comida (em Portugal o cenário é semelhante). O americano típico consome demasiadas gorduras, colesterol e proteína animal, o que contribui para níveis elevados de obesidade, doenças cardíacas, cancro, osteoporose e doenças renais. "Os vegetarianos têm um risco 40% inferior de virem a sofrer de cancro e um risco muito menor de doenças cardíacas, diabetes, hipertensão, doenças renais e outros problemas comuns entre os que comem carne. Os vegetarianos também vivem mais e gozam de melhor saúde".

Então, trocar a carne por vegetais é saudável. E acerca de produtos lácteos e ovos? "O leite é carne líquida", afirma McDougall. "Compara os macronutrientes do queijo e do bife - são os mesmos. Ambos contêm níveis similares de colesterol, gordura e proteína animal, e são ambos deficientes em fibras, vitamina C e hidratos de carbono."

McDougall acrescenta ainda que o leite e os ovos são as causas mais comuns de alergias à comida.

Então, o que necessita uma pessoa de saber para mudar de dieta?
Antes de mais, é conveniente ter conhecimentos básicos de nutrição, diz Samuel Klein, director do Center for Human Nutrition, na Washington University School of Medicine. "Elas devem ter a certeza de que estão a ingerir as quantidades necessárias de cálcio, zinco, ferro e vitamina D e, se necessário, tomar suplementos", diz Klein. "Cereais enriquecidos, pão e sumo de laranja podem ser boas fontes destes minerais e vitaminas."
Klein, um experto em obesidade, diz que menos de 30% das calorias deveriam ser fornecidas de gorduras e menos de 10% das que são saturadas.
Barnard acrescenta que os vegetarianos deveriam tomar suplementos de vitamina B12. (Ou ingerir alimentos que a tenham adicionada).
Em resumo, novos vegetarianos podem ficar descansados que a sua mudança de dieta é segura, dizem os entendidos. "Todas as pessoas pretendendo manter uma dieta com carne deveriam certamente consultar um médico, e provavelmente um dietista, de forma a encontrarem um caminho para uma melhor alimentação", diz Barnard.

Referências:
http://www.usatoday.com/news/healthscience/health/diet/2001-12-07-vegetarian.htm

Copyright Centro Vegetariano. Reprodução permitida desde que indicando o endereço: http://www.centrovegetariano.org/Article-25-Dieta-vegetariana---mais-saud-vel.html

Inserido em: 2002.05.09 Última actualização: 2006.12.31

Comentar printer     E-mail   Facebook F

Pessoas > Artigos por Autor > Cristina Rodrigues
Alimentação > Alimentação Vegetariana
Saúde > Alimentação e Saúde



Comentários



O Vegetarianismo não se trata de \"produtos\", Pode-se ter uma alimentação perfeitamente equilibrada, quando pensada, sem consumir esses tais \"produtos\".
(Por: Veggie)

[Por: @ 2010.05.31 - 16:37 | Responder | Imprimir ]


Vegetarianismo

Acho optimo promoverem o vegetarianismo porque de facto acho que é uma opção de vida bastante pura e saudavel. Eu propria consumo muitos alimentos vegetarianos..mas existe ainda um GRANDE problema, que é o elevadissimo preço desses alimentos. Acho um absurdo a alimentação vegetariana ser tão cara. Também acho um pouco inutil promover alimentação vegetariana por um lado e por outro cobrarem preços exurbitantes por meia duzia de salsichas. Tendo em conta a situação economica da maioria dos portugueses não existem agora, nem vão existir condiçoes para as familias portuguesas consumirem, nem integralmente nem parcialmente, produtos vegetarianos até os preços baixarem
significativamente. Como já tinha mencionado acima eu consumo normalmente produtos vegetarianos por várias razões, mas não os consigo consumir sempre porque são muito caros e porque também porque não dá para esticar o dinheiro..
(Por: Emilis)

[Por: @ 2008.10.02 - 17:05 | Responder | Imprimir ]

Re: Vegetarianismo

Se houver cada vez mais pessoas a consumirem produtos vegetarianos, certamente que os preços descem. Por exemplo, o leite de soja há 5 anos atrás era bastante mais caro e raro do que actualmente.

De qualquer modo, não concordo que fique mais cara a alimentação vegetariana. A maioria dos alimentos vegetarianos (fruta, legumes, soja) são mais baratos do que a carne ou o peixe. Só os alimentos processados e de comida pré-preparada, como salsichas ou hamburgueres, são mais caros, mas são facilmente dispensados. Tofu, seitan e leite de soja, outros alimentos um pouco mais caros, também se podem preparar em casa de forma bastante prática e económica.
Além disso, por norma, um vegetariano também poupa mais a nível da saúde, com menos idas ao médico e menos dinheiro em medicamentos.

[Por: cris @ 2008.10.10 - 16:36 | Responder | Imprimir ]