O que fazer para que os gatos se tornem veganos?

Debbie Holman tem desenvolvido, há vários anos, um grande trabalho nesta área, adquirindo uma grande experiência no que toca a ajudar gatos a tornarem-se veganos. Ela refere que o essencial é ter muita paciência e uma atitude positiva.


Os gatos são animais muito sensíveis, que facilmente adquirem comportamentos de fúria e posteriormente de isolamento, quando maltratados. Não existem factos que evidenciem uma incapacidade por parte dos gatos em digerir proteínas de origem vegetal, desde que a transição ocorra gradualmente e acompanhada por uma fonte de taurina sintetizada artificialmente.

Muitos dos gatos que Debbie ajudou ainda eram bastante jovens, mas não será impossível tornar veganos gatos adultos, ou até mesmo idosos. Até os gatos mais teimosos, com alguma paciência e tempo empregues, acabarão por se habituar ao novo regime. D. Holman acompanhou uma gata de 17 anos que sofria de artrite, causada por uma dieta carnívora (rica em ácidos). Após 3 anos a seguir uma alimentação estritamente vegetariana, a gatinha apresentava-se bastante activa e saudável e já sem quaisquer sinais de artrite.


A melhor maneira de persuadir um gato carnívoro a adoptar um regime vegano passa não só por uma alimentação equilibrada (proteínas, hidratos de carbono, lípidos, vitaminas, sais minerais), como também por um conhecimento atento e profundo dos gostos do animal.

Deve-se utilizar, como transição, comida biológica para gatos, como a da marca Yarrah. Logo que o gato aceite a comida biológica, deve-se proceder à utilização de um suplemento do género Vegecat/Vegekit, para se ir habituando ao sabor. Mais tarde vai-se misturando também soja picada. A soja deve ser orgânica, uma vez que os gatos não gostam de sabores artificiais ou alimentos com muitos aditivos, pois o seu paladar e olfacto descobrem como facilidade este tipo de químicos. Usa um pouco de soja e acrescenta um pouco do suplemento com taurina. Podem-se ainda adicionar alguns condimentos naturais, se o gato for exigente, ou para lhe dar a oportunidade de experimentar um paladar diferente.

Os gatos gostam de molhos veganos, mas tenta confeccioná-los com pouco sal, porque o mesmo em demasia causa problemas a nível dos rins. Algumas sugestões de molhos para acompanhar refeições veganas são: molho de tomate (usa sempre biológico, porque os já preparados têm açucares e outros aditivos), queijo vegano derretido, ou qualquer outro molho que utilizarias na tua própria alimentação.

Alguns gatos adoram ervas aromáticas, outros detestam-nas. Descobre qual a preferência do teu gato para lhe proporcionar mais alguns paladares diferentes. Continua então muito gradualmente, com a adição cada vez mais significativa de soja à comida de gato. Até que o gato se habitue a comer exclusivamente a soja (condimentada e com molhos), passar-se-ão uns bons 3 meses. Para variar podes também cozinhar salsichas veganas e parti-las depois em bocados para dar ao gatinho.

Quando já estiver habituado a comer a soja picada, passa a juntar alguns vegetais crus, como, por exemplo, cenoura ralada, tomate em bocadinhos e vegetais cozidos: grão e feijão cozidos, ervilhas, favas, milho, etc. Porém, nem todos os frutos e vegetais servem de alimento. Os gatos são alérgicos a todos os citrinos, o sumo de limão pode até mesmo ser fatal. A cebola pode tornar os gatos anémicos. Evita tudo isto.

Debbie tem alguns gatos veganos que bebem sumo de cenoura. As cenouras são muitos bem aceites pelos gatos, porque são doces e eles têm necessidade de consumir açúcares naturais. Muitas das comidas comerciais para gatos possuem caramelo e contêm um alto teor de açúcar. Perante este tipo de alimentação os gatos tornam-se dependentes do açúcar, o que, como se calcula, não é nada saudável.

Recomenda-se que não se forneça ao gato qualquer tipo de açúcar (eles irão sintetizar açúcares, glicose, a partir dos hidratos de carbono presentes em todos os vegetais) antes da alimentação vegana estar estabelecida, porque o açúcar é uma associação directa à comida enlatada. Mesmo com o veganismo assegurado, deve-se manter o nível de açúcar sempre muito baixo. Ocasionalmente pode-se dar gelado vegano e passas misturadas na comida.

Não te esqueças de usar um suplemento de taurina em todas as refeições, porque a deficiência da taurina pode causar cegueira e problemas cardíacos nos gatos. Elogia e recompensa o teu gato sempre que ele comer uma refeição vegana. Desta maneira estarás a ajudar e a incentivar o animal.

Uma sugestão muito boa é dar a comida à boca dos gatos nas primeiras semanas de alimentação vegana. Os gatos adoram este mimo, fá-los sentir realmente especiais. Debbie Holman conta que ao tornar os seus gatos veganos passou por várias etapas e experiências divertidas. Às vezes envolvia uma salchicha vegana em molho de tomate e dava à boca do gatinho. Ele geralmente lambia os bigodes de satisfação e pedia por mais. Certa vez, um gato inicialmente relutante em se tornar vegano, tornou-se “fã” em se alimentar do prato da Debbie; ele via-a a alimentar-se e identificou o que ela comia como algo que deveria ser bom. Passou então a dirigir-se à mesa na altura de todas as refeições, para que Debbie partilhasse com ele a sua comida. Uma outra situação bastante engraçada foi quando Debbie, ao tentar converter 4 gatinhos muito jovens, se lembrou de amarrar a um cordel pedaços de salchicha vegana. Os gatinhos perseguiram o cordel e no final da brincadeira foram recompensados com a salchicha, da qual gostaram bastante.

Estas peripécias ajudaram Debbie a perceber que para tornar um gato vegano tem que se despender algum tempo, para estar com o animal de modo a acompanhá-lo e encorajá-lo. Ela concluiu também que se trabalharmos em sintonia com a personalidade dos gatos, tudo será mais fácil e eficaz.

As gengivas e dentes dos gatos precisam de ser regularmente limpas. Ajuda bastante se o teu gato comer alimentos crocantes como cenouras, tostas e biscoitos. Ocasionalmente algumas batatas fritas estaladiças e com pouco sal também serão úteis. Se as sugestões anteriores não funcionarem, massaja e limpe tu mesmo(a) os dentes e gengivas do teu animal, recorrendo a um paninho húmido ou a uma escova de dentes macia.

Quando tudo falha:

Tentaste de tudo e tudo falhou? Não percas a esperança e tem atenção aos seguintes aspectos:


O que está acima referido é apenas uma forma mais saudável de alimentar o teu gato, contudo, se estiveres realmente decidida/o a ajudar o teu amiguinho a tornar-se vegano, não desistas. Retoma os procedimentos mencionados anteriormente e tem mais atenção aos gostos e personalidade do gato. Boa sorte!

Parasitas:

Gatos alimentados com comida biológica de qualidade raramente apresentam muitos parasitas - uma boa nutrição combate pulgas e outros pequenos parasitas. Escovar regularmente o pêlo dos gatos mantém as pulgas à distância, e fora isso é mais uma maneira de mimar os gatinhos; eles gostam muito. Óleos essenciais podem ser muito eficazes a eliminar as pulgas. Estas não gostam, nem de óleo de eucalipto nem de óleo de chá verde.
Um método muito prático e nada dispendioso é colocar num vaporizador com água algumas gotas do óleo essencial e utilizar para pulverizar tanto a casa como o pêlo do gato. Tem especial atenção aos recantos e sítios escuros, pois as pulgas geralmente escolhem estes lugares para se instalarem. Fecha a sala que pretendes vaporizar e espalha um pouco de sal nos tapetes e carpetes. Após 1 a 2 horas aspira o sal e abre novamente a sala. Faz isto pelo menos uma vez por mês. Este processo, além de ser útil para eliminar os parasitas dos gatos, também pode ser utilizado em cães e outros animais mais pequenos.

Erva:

A maior parte dos gatos gosta de erva, a qual usam como remédio. A erva do trigo é muito rica em vitaminas e minerais e essencial para gatos de interior. Esta erva pode ser facilmente cultivada em vasos, que devem estar sempre ao alcance dos gatos.

Finalmente, não fiques aborrecido(a) e frustrado(a) se, após muitos esforços, o teu gato não se tornar estritamente vegetariano. Todas as refeições sem carne estarão a ajudar os animais e o ambiente – e, claro, o próprio gato!



Copyright Centro Vegetariano. Reprodução permitida desde que indicando o endereço: http://www.centrovegetariano.org/Article-276-Adaptar-gato-vegetariano-vegano.html

Inserido em: 2004.02.14 Última actualização: 2016.08.03

Comentar printer     E-mail   Facebook F

Pessoas > Artigos por Autor > Sílvia Ferreira
Defesa Animal > Animais Domésticos



Comentários



escrevendo certo por linhas tortas...

Há alguns anos atrás eu fiz uma escolha. Mas não foi uma simples escolha. Foi mais como um impulso natural. Abandonei o meu antigo emprego numa fast food exploradora e adotei veganismo. Sou hoje uma "quase vegana". Digo isso pois embora eu não coma NADA de origem animal nem use NADA também, ainda “consumo” ração de gato. Ração esta nenhum pouco natural. Tanto não é que eles olham feio, dão meia volta e vem pra minha direção pedir outra coisa. Já tive que jogar ração fora com pena, pois não deixo de pensar que são vacas, porcos e frangos triturados que morreram em vão...Se bem que a “matéria-prima” que usam deve ser o “resto” não aproveitável e não rentável para o consumo humano.(De certa forma há algo de ecológico nisso...) Quando me lembro dos meus primeiros meses como vegana e vejo o meu antigo perfil no orkut (rsrsrs, sim orkut) vejo que meu eu de agora já mudou bastante em relação aquele de praticamente três anos atrás. Ao me tornar vegana fui preenchida por uma certeza e uma convicção que jamais tive antes. Acho que podem chamar isso de fé também. Nos primeiros tempos agi parecido com a forma que alguns religiosos agem. BEM CHATA e INSISTENTE. Agia como se estivesse um passo a frente dos outros e eles não conseguissem ver o quão maravilhoso é este caminho. Ainda acho isso, afinal a minha crença é uma verdade absoluta para mim enquanto me preencher. Mas me toquei do ÓBVIO. A nossa verdade não é a mesma dos outros. E mesmo que seja, nem sempre é o melhor para os outros... Aproveito para citar uma frase de um “anime” que curto pácas: “Há tantas justiças quanto pessoas na galáxia...(ou será universo...)” (Kiddy Grade) Diz tudo! Cada um é cada. E cada um com sua crença. Tudo que eu escrever aqui é meu ponto de vista que estarei expressando, pois o ser humano (supostamente) é assim. Não significa que os outros TEM que acreditar também. Mas devo dizer em relação a este post e aos comentários que li que, se formos considerar o NATURAL do bichanos devemos incluir nisso a NATUREZA PRÓPRIA dos mesmos. Ouço todo mundo falando que não é natural ou não é da natureza dos felinos mas, há a natureza que é comum a toda a espécie mas, nem todos são impelidos, naturalmente a seguirem o que o restante da especie segue. Essa é A NATUREZA DE CADA UM. Nem todos nascem destros. Alguns nascem canhotos. Nem todos nascem heterossexuais. Alguns são gays ou lésbicas ou transexuais. Nem todos nascem brasileiros, ou japoneses ou chilenos e etc. Nem todos nascem pra casar e/ ou ter filhos. Alguns nascem estéreis ou homossexuais mesmo. Nem todos são da mesma cor de pele ou pobres ou ricos ou mentirosos ou honestos. Há pessoas que nascem numa família de crime mas não vão para esse lado. Por que? Faz parte da “NATUREZA” delas não quererem ir por esse lado e ter força para suportar as pressões contrárias. E a mesma coisa ao contrário. Por que tem gente que é criada com tanto carinho e dentro de fortes princípios de honestidade e bondade e etc e com o correr da vida se tornam o contrário?...Embora sejamos humanos temos peculiaridades que nos diferem um do outro. E isso, acredito, não é diferente para animais de outras espécies. O gato, de acordo com a CIÊNCIA (LIMITADA PELO RACIOCÍO LÓGICO) HUMANA os gatos são exclusivamente carnívoros e ponto. Mas o gato que vive na cidade é tão “civilizado” quanto lobo “civilizado” que é um cachorro. Nossas “naturezas” se modificam com o ambiente onde estamos. Há histórias sobre o ser humano naturalmente frudívoro/herbívoro/crudívoro e devido o ambiente onde se encontrava começou a comer carne se tornando onívoro e aproveitando nutrientes que não havia antes em sua alimentação assim desenvolvendo seus neurônios a um nível que poderia utilizar sua inteligência melhor que os outros animais. (Sim! Os outros animais também são inteligentes mas, desenvolvem esta inteligência por outros caminhos) Os gatos da cidade estão longe de se alimentarem segundo o que dizem ser natural para ele. O gato da cidade come ração: comida industrializada, processada, cheia de corantes, soja e milho transgênicos e com carne de animais alimentados e tratados de forma igualmente adaptada. Acho que sim, se eles estivessem livres para escolher e caçar por conta própria escolheriam uma carnezinha de rato ou pequenos insetos e pássaros se conseguirem pegar. Não de vacas ou porcos “transgenicados” e industrializados”. Mesmo nós, não comemos nada “natural”. Mas, faz parte de nossa “natureza” se adaptar ao ambiente para “sobreviver”( Em outras palavras, na cidade nós não vivemos mas, sobrevivemos...).O nosso sistema nos “proporciona” isso. Estamos o tempo todo correndo atrás de sobreviver nos nossos tempos de cidade e nessa alienação do dia-a-dia pensamos pouco sobre coisas que consideramos ínfimas diante do que nos parece um problemão que são nossas contas, nossas dívidas, a casa desarrumada, o filho doente ou algo com o conjugue ou ainda quantas vezes queremos parcelar aquela TV de plasma irada pois todo mundo já tem e a gente NÃO PODE FICAR SEM e nosso tempo “livre” ou “mais ou menos livre”, em entrar no Facebook pra atualizar o perfil e trocar a foto, em assistir a novela...e etc. Agora, quanto a PENSAR “por quês” da vida (e gostar de fazê-lo) eu gostaria muito de saber, quantas pessoas “perdem tempo” fazendo isso por dia. Ai vem outra frase que anda rondando minha mente ultimamente (rimou, hehe!) ”São nos detalhes que se escondem grandes problemas ou a solução para grandes problemas” Nossa vida corrida capitalista de belos burgueses que somos não tem tempo para reparar em detalhes. Nossa vida se torna objetiva de mais. Ai surgem vários problemas atrás do outros e vamos nos enforcando nele a ponto de não percebemos a fonte do problema. Pensar sobre essa questão de outros animais que supostamente consideramos que não escolhem e fazemos nossa escolha por eles são um exemplo de coisas que deixamos de lado de vez em quando ou....sempre. Eu continuo comprando ração pra meus companheiros felinos. Mas por que é mais próximo da natureza deles? Não! Por que é mais FÁCIL. Compro o treco pronto e pronto. Chego em casa e coloco no pote deles. Os veterinários e vendedores de pet shop irão falar que é um alimento completo e é o melhor pois já tem todos os ingredientes mas...cada um quer vender seu peixe. E embora seja verdade...É uma das várias “verdades” existentes no universo e, no meu ponto de vista, tão suspeita quanto a história das vacinas serem o melhor...Acabo me lembrando de outra frase, mais um ditado cristão: “Deus escreve certo por linhas tortas” que no meu entender de “supostamente não-cristã”: “Há forças maiores que a nossa intelegência pode compreender que regem os movimentos e a história do Universo e de todas as espécies. O que pode parecer errado para mim mas é certo para o outro é simplesmente “O NECESSÁRIO”. E o mesmo ao contrário. Se formos pensar num ponto de vista ÉTICO, Ético mesmo NIGUÉM É. O tempo todo estamos cometendo “anti-etiquismos”. Então, a melhor escolha, no meu ver, seria aquela que traria menos consequências prejudiciais para o todo. Mas acho que minha visão do todo e minha inteligência não são tão amplas a ponto de ver de fato o quão longe vão as consequências de minhas escolhas. Hoje entrei aqui para fazer o esforço que me privei até então pelos meus companheiros gatunos que estão sob minha responsabilidade já que decidi cuidar deles, de procurar algo que, supostamente será melhor para eles. Mais natural. Acredito estar fazendo a melhor escolha. Vim para obter informações de algo que eu possa comprar e fazer em casa ou mesmo comprar pronto, mas que seja menos prejudicial a saúde deles, ao meio ambiente em geral e pros próprios animais que forem sacrificados para este fim, se o que eu for comprar for de origem animal. E mesmo para mim pois todas as escolhas geram consequências...Estou disposta a, no meu tempo livre refletindo sobre isso obter uma saída “MENOS ANTI-ÉTICA”. Fiquei numa “sinuca de bico” (é esta a expressão?) quanto a castrar minha companheira felina. Antes dava injeção esterilizante...mas depois de ela ficar urinando com sangue por um tempo e já de ter ouvido falar que cedo ou tarde essa injeção gerava câncer parei de dar a injeção embora esteja com uma quase vencendo em casa. Depois que nasceu uma primeira ninhada não planejada fiquei com medo. Cuido dos gatinhos de boa mas mais do que isso não daria conta. Agora que veio uma segunda ninhada, mesmo eu tomando conta, comecei a pensar se dar a injeção seria o anti-ético menos anti-ético. Pois não me sinto no direito de escolher a esterilização por ela. Meu pai já me disse que é o melhor pois ela não ficaria agoniada e não geraria vários filhotinhos que a sociedade em geral não trataria bem pois, na maior parte não gostam de gatos e muito menos preto. Mas dizem que vale é a intenção...Ai eu me pergunto...Eu faria isso por ela ou por mim. Quando penso nisso, acho que faria mais por mim. Pra não tem mais problema. Não poderia fazer isso por ela. Eu sendo “natureba” não uso nada industrializado mais (Só um xampu da H2O que supostamente é só com produtos naturais...e sabonete e talco da GRANADO que supostamente não possuem insumos de origem animal mortos para esta finalidade e enquanto eles não acabam procuro por outras formas de cuidar do cabelo, tomar banho e disfarçar odores fedorentos naturais...) nem VACINA, nem faria uma esterilização....(horror a cirurgias) então não vou querer impor para os gatunos coisas que eu não faço ou uso, nem fazia ou usaria para mim mesma. A mesma coisa em relação as rações com INSUMOS TRANSGÊNICOS QUE ESTÃO DOMINANDO O MERCADO ultimamente. O melhor que considero estar fazendo para eles ultimamente é procurar por rações NÃO TRANGÊNICAS...Mas não acho que o melhor seja este. Mas o melhor que eu consigo fazer num momento com minha alienação do dia a dia me atrapalhando e o egoísmo da sobrevivência que vem junto com ela.
Ai me lembro novamente do ditado cristão: “Deus escreve certo por linhas tortas” E se tudo que me parece errado é o certo? Afinal nós só vemos a coisa errada mas não vemos toda a trama que ela faz parte. Nem a onda de consequências positivas e negativas que ela vai gerar seja para a própria pessoa quanto para as outras, direta ou indiretamente. Isso vale pro gatinhos. Acho que devemos considerar a NATUREZA PECULIAR deles e mostrá-los outras coisas e sabores que os mesmos se sintam atraídos naturalmente a comerem. Minha companheira felina mais velha adora batatas principalmente a doce, mandioca e pamonha. Ela sente o cheiro e já abre “ozóio” e, justamente ela, que não é muito de ficar miando, começa a miar pra me pedir. E lambe os beiços! Eu a forço a alguma coisa. Não. Nem ofereço pra ela. Ela que pede. Também gosta de comer casca de mamão madura. Come inteira. Mas só algumas. Depois disso enjoa e não quer mais saber. Que nem eu, sou viciada em chocolate. Tanto que já cheguei a gastar quase meio salário com eles. Os sem leite. Tive que jurar que não ia mais comprar ia só fazer em casa. Mas comprei alguns mesmo assim. Andei gastando mais tantos pra fazer em casa o mais natural possível. Minha natureza, há algum tempo, devido a esses pensamentos sobre o que é natural ou não, me impulsionou a procurar o crudivorismo. E mesmo diante de uma forte vontade de ir por este caminho os meu vício chocolotra imperou por um bom tempo. Mesmo não comprando mais extrato de soja nem cacau em pó pra fazer em casa um chocolatinho vegano, continuei tomando uma mistura vegana (um vegantoddy) e comendo tudo cru. Mas me senti culpada por não estar fazendo a coisa direito. O que me fez finalmente abrir mão do chocolate...Hu...Então percebi com mais certeza que, mesmo sendo vegana, isso não me faz melhor que os outros. Mesmo que uma parte de mim ache isso. Eu posso ter largado determinados vícios e não ter tantos outros que uma boa parte da população mundial tem, mas ainda continuo presa a vários vícios. Tenho várias outras fraquezas. Minha intenção como vegana é ser melhor do que fui ontem mas, a cada dia percebo que esse ser melhor é um papo da cultura cristã que está impregnado no meu ser. Não querendo ofender os cristãos mas, devo deixar em aberto o pensamento que o melhor pode não existir. Mas apenas o certo. E o certo é diferente para cada um já que cada um precisa seguir o seu caminho que é importante para o caminho dos outros. É muita arrogancia do ser humano achar que o Universo gira em torno de nós. Nós estamos dentro do Universo mas não somos únicos. Os gatos, cães, passarinhos, rãs e pererecas, avestruzes e papagaios, araras e chipanzés, urso panda e leão e todas as outras espécies de animais, vegetais e minerais sobre a Terra (ou fora dela) tem sua história e importância para o todo mesmo que para nós pareça insignificante ou desprezível o que só ocorre pois somos pequenos de mais pra compreender o todo. Ao cuidar dos nossos companheiros de outra espécie devemos cuidar com carinho pensando no bem deles e levando em consideração o todo quando nossas mentes estiverem abertas para isso que com certeza será melhor. Pois os gatos e cães também evoluem. Eles não nascem e surgem em nossas vidas por acaso. Justamente nas NOSSAS VIDAS. Há uma razão para eles estarem conosco sendo criados da forma como nós provavelmente os trataria. Há conhecimentos e experiências que eles só irão passar estando com uma ou outra pessoa. Quem considera que o melhor para seus gatunos seja dar ração normal, dê! Se acha que o melhor seja a biológica, dê! Se comida vegana, então que o seja. O que importa é estarem fazendo isso pensando neles e seguindo suas intuições. E não, APENAS a lógica já que “Há mais coisas entre o céu e a terra que nossa filosofia e ciência podem suportar...” Tentarei conseguir uma ração biológica para meus companheiros felinos inicialmente e mais tarde os libertar do meu convívio e dos limites de uma casa pequena com ruas movimentadas e gente que não curte gato por perto. Sem “comida compactada” também; acredito que O MELHOR, no final das contas seria não os criá-los. A não ser que apareçam em casa do nada ou no seu caminho. Pois ai, acho que é destino mesmo. Gostaria de levá-los para uma comunidade que cuidem e respeitem os bichanos tanto quanto um humano e que possam viver livres. Mas isso ainda vai levar um tempo. Mais um caminho que terei que trilhar. E mais conhecimento que obterei. Atualmente devo levar em consideração também, que nossos pensamentos e tentações influenciam as energias dos companheiros não-humanos que compartilham a vida conosco. Então somos grandes responsáveis pela EVOLUÇÃO deles. Tanto física, como mental e espiritual. Então estarem em uma família, ou sendo cuidados por pessoas dessa ou daquela forma pode ser o que É NECESSÁRIO para aquele ser naquele momento da vida dele. Como dizem os cristãos “ Deus escreve certo por linhas tortas”. Mesmo para quem não acredita em nada de Deus ou coisa do tipo, ainda há que se levar em consideração que o Universo é grande de mais e nós não entendemos tudo. E mesmo se entendêssemos não significa que seria da mesma forma que os outros a nossa volta. E a alimentação e a importância da forma como tratamos nossos “amiguinhos bichanos” seria um outro universo cheio de peculiaridades que também estaríamos bem longe de compreender de fato...

E cada um, com suas peculiaridades siga pelo caminho com os conceitos que lhe forem naturalmente impelidos a sentir como o melhor...
(Por: JulianaMP)

[Por: @ 2012.10.13 - 15:37 | Responder | Imprimir ]


Devo dizer...

Que disparate! Essa dieta de gato é uma treta completa. Um gato é carnívoro, não vegetariano.

Houve uma caso nos Estados Unidos em que uma mulher dava uma dieta vegan aos seus gatos!!!! D: O resultado foi que vários gatos ficaram cegos, bem como, alguns gatos estavam tão doentes que tiveram de ser abatidos!!! :´(

Se seguirem essa dieta vegetariana para gatos, os animais sofreram bastante e morreram. Não venham queixarem-se que adoraram animais quando vocês são os verdadeiros culpados por os deixaram morrer!
(Por: Andy )

[Por: @ 2012.09.16 - 16:07 | Responder | Imprimir ]

Re: Devo dizer...

Ela deveria ter procurado auxílio de um veterinário especializado em nutrição para ajuda-la e dizer que a Taurina deveria ter sido acrescentada na ração, e como fazer.
(Por: Patricia)

[Por: @ 2013.02.14 - 13:07 | Responder | Imprimir ]


Re: Devo dizer...

> Que disparate! Essa dieta de gato é uma treta completa. Um gato é
> carnívoro, não vegetariano.
>
> Houve uma caso nos Estados Unidos em que uma mulher dava uma dieta vegan
> aos seus gatos!!!! D: O resultado foi que vários gatos ficaram cegos, bem
> como, alguns gatos estavam tão doentes que tiveram de ser abatidos!!! :´(
>
> Se seguirem essa dieta vegetariana para gatos, os animais sofreram bastante
> e morreram. Não venham queixarem-se que adoraram animais quando vocês são
> os verdadeiros culpados por os deixaram morrer!
> (Por: Andy )
Este comentário me parece ser de alguém que teria muitos prejuízos com uma dieta vegan para gatos, tamanha revolta. Em que baseia sua tese?
(Por: rita wayne)

[Por: @ 2014.01.20 - 16:35 | Responder | Imprimir ]


Re: Devo dizer...

o meu gato gosta de abacate com açucar mascavo ou mel, 100% nutritivo....taurina sintetica ou não é veneno

> Que disparate! Essa dieta de gato é uma treta completa. Um gato é
> carnívoro, não vegetariano.
>
> Houve uma caso nos Estados Unidos em que uma mulher dava uma dieta vegan
> aos seus gatos!!!! D: O resultado foi que vários gatos ficaram cegos, bem
> como, alguns gatos estavam tão doentes que tiveram de ser abatidos!!! :´(
>
> Se seguirem essa dieta vegetariana para gatos, os animais sofreram bastante
> e morreram. Não venham queixarem-se que adoraram animais quando vocês são
> os verdadeiros culpados por os deixaram morrer!
> (Por: Andy )

(Por: ivone)

[Por: @ 2014.10.27 - 08:37 | Responder | Imprimir ]



Dilema

Eu queria ter um cachorrinho um tempo atrás mas acabei entrando em um dilema.

- Não é natural para um cachorro comer só vegetais. Ele é um animal carnívoro e impor uma dieta vegetariana para ele seria uma coisa não natural e não ética. Se ele pudesse escolher, comeria carne, embora ele também coma vegetais por ser um animal onívoro.
- Não é natural para um cachorro comer carne de porcos e bois. É muito menos natural ainda comer carne de bois e porcos criados e mortos pelo homem para somente esse fim. Na natureza, não teria nenhum animal para matar a presa pra ele comer, ele que teria que se virar sozinho.

Resolvi então ter um animal herbívoro como eu kkk
Um porquinho da índia *-*
(Por: Lorena)

[Por: @ 2011.10.31 - 22:57 | Responder | Imprimir ]


Desculpa, mas...

Se pra impedir q um animal sofra eu tenha q fazer outro sofrer, tudo perde sentido.
Gatos são carnívoros, na vida selvagem eles caçam e comem outros animeis, torna-los veganos trás vários problemas não só renais como em todo o sistema digestivo do animal.
Se vc quer um bicho pra comer vegetais e etc adote uma vaca, um porco, uma galinha, mas não maltrate os pobres dos gatinhos pq VOCÊ escolheu um estilo de vida.
(Por: Kelly)

[Por: @ 2010.04.29 - 22:00 | Responder | Imprimir ]

Re: Desculpa, mas...

Sim, gatos são carnívoros na vida selvagem. Mas quantos gatos selvagens conhece?
Acha que comer ração com restos de vacas ou porcos ou lixo de matadouros seria algo que os gatos iriam escolher? Não me parece que um gato conseguisse caçar uma vaca. Dar ração vegetariana a um gato pode não parecer a opção mais correcta, mas será que dar ração com vaca, dar carne de porco cozinhada, desparasitá-los com produtos químicos ou vaciná-los é também natural?
O que importa é que a ração vegetariana tem todos os nutrientes que um gato necessita. Gatos que comem ração vegetariana não ficam doentes, e até pelo contrário tẽm menos probabilidade de desenvolver cancros e outras doenças do que gatos que consomem rações com carne.

[Por: cris @ 2010.05.02 - 17:37 | Responder | Imprimir ]

Re: Desculpa, mas...

cris escreveu:
> Sim, gatos são carnívoros na vida selvagem. Mas quantos
> gatos selvagens conhece?

Os gato evoluiram para serem verdadeiros carnivoros (sendo selvagens ou não). Dependem de nutirentes encontrados exclusivamente em alimentos de origem animal.

Sou vegetariana, mas gosto dos meus gatos do jeito que são. Eu os respeito, então não vou impor minha filosofia/dieta a eles.

Ao contrário dos felinos, seres humanos são onivoros, portanto podem comer qualquer coisa (animal ou vegetal), por isso eu posso optar em ser vegetariana.

Não conheço gatos selvagens pois vivo em cidade grande, mas certamente há muitos gatos de rua que vivem de caçar passaros e ratos nas cidades grandes.

> Acha que comer ração com restos de vacas ou porcos ou lixo de matadouros
> seria algo que os gatos iriam escolher? Não me parece que um gato
> conseguisse caçar uma vaca. Dar ração vegetariana a um gato pode não
> parecer a opção mais correcta, mas será que dar ração com vaca, dar carne
> de porco cozinhada, desparasitá-los com produtos químicos ou vaciná-los é
> também natural?

Sim, concordo que a produção de alimentos industrializados tem muito defeitos, mas sempre há a opção de procurar produtos orgânicos e que foram produzidos de forma menos cruel.

Considerando a situação dos gatos de verdadeiros carnivoros, certamente é mais correto dar um pedaço de vaca do que um punhado de soja.

> O que importa é que a ração vegetariana tem todos os nutrientes que um
> gato necessita. Gatos que comem ração vegetariana não ficam doentes, e até
> pelo contrário tẽm menos probabilidade de desenvolver cancros e
> outras doenças do que gatos que consomem rações com carne.

Vegetais NÃO tem todos os nutrientes que os gatos precisam e muitos deles são tóxicos e fazem mal para os bichanos. Se a ração vegetariana tem os nutrientes que o gato precisa, é por que foi enriquecida artificialmente com produtos quimicos industrializados (que não me parecem nem um pouco naturais). Gatos podem não comer vacas na natureza, mas de certo nem passariam perto de uma espiga de milho ou um punhado de soja. Mas se achassem um animal de grande porte morto, bem provavel que aproveitariam a refeição fácil.

PROVE que os gatos alimentados com ração vegetariana tem menos problemas de saúde. Quero ver um artigo científico de revista veterinária conceituada que prove esta afirmação.

(Por: Alice)

[Por: @ 2010.05.25 - 22:39 | Responder | Imprimir ]

Re: Desculpa, mas...

Conheço uma pessoa que tem um casalinho de grenhucos. Os grenhucos na vida selvagem só comem carne humana, e esta pessoa pensa que os coitadinhos não deverão ser sujeitos a uma alimentação diferente daquela que escolheram para si. Essa pessoa sai de casa às noite para caçar seres humanos para alimentar os seus grenhucos. Por vezes vai aos hospitais bucar os restos de carne humana que sobram das cirurgias. Ele diz que temos que respeitar a natureza dos grenhucos e dar-lhe aquilo que eles gostam. Eu perguntei a esta pessoa: "Então mas, já que queres mesmo ter grenhucos em casa, porque é que não habituas os teus grenhucos a um tipo de alimentação diferente, que sendo saudável para eles, não te obrigue a matar pessoas inocentes para lhes dar de comer?" E ele disse:"Não, porque os grenhucos na vida selvagem comem carne humana." E eu disse:"mas..."
Os americanos, na vida selvagem, também matam muitos iraquianos e afegãos. Mas eu continuo a acreditar que eles poderiam evoluir para um plano mais civilizado, onde ninguém tem que matar alguém motivado por impulsos selvagens. Não é necessário matar para viver. É isto que as pessoas inteligentes já descobriram. Podemos ajudar os animais a perceberem também esta verdade, e vivermos todos juntos num mundo civilizado. Todos os animais.



[Por: gnanaatman @ 2010.05.26 - 16:57 | Responder | Imprimir ]



Re: Desculpa, mas...

Sim. Comer ração com restos de vacas ou porcos ou lixo de matadouros é algo que os gatos vão escolher. Como consegue criar um animal carnívoro e criar como se não fosse? Penso que temos direito de cuidar para que o planeta tenha um modo amoroso de se alimentar e que isso inclua os animais carnívoros. Estamos aqui de passagem. É muito breve a vida. Para nós e para os animais. Podemos aceitar que sejam carnívoros os gatos? Posso esperar que publique meu comentário? O planeta vive, da forma que vive. Podemos observar e respeitar. Escolher por nós e respeitar os outros seres que convivem neste breve tempo no planeta. Conviver vendo a morte e a vida. Bom, sei que veganos são determinados e implacáveis em defender o que acreditam. E entendo que isso levou a uma dificuldade de aceitação do uso ou consumo de algum animal pelo homem. Porém animais não pensam como nós. Não tem crenças. E muitos viverão mesmo que suas vidas necessitem da vida de outros. E, se não pudermos aceitar isso, não iremos aceitar a existência dos animais carnívoros.



cris escreveu:
> Sim, gatos são carnívoros na vida selvagem. Mas quantos gatos selvagens
> conhece?
> Acha que comer ração com restos de vacas ou porcos ou lixo de matadouros
> seria algo que os gatos iriam escolher? Não me parece que um gato
> conseguisse caçar uma vaca. Dar ração vegetariana a um gato pode não
> parecer a opção mais correcta, mas será que dar ração com vaca, dar carne
> de porco cozinhada, desparasitá-los com produtos químicos ou vaciná-los é
> também natural?
> O que importa é que a ração vegetariana tem todos os nutrientes que um
> gato necessita. Gatos que comem ração vegetariana não ficam doentes, e até
> pelo contrário tẽm menos probabilidade de desenvolver cancros e
> outras doenças do que gatos que consomem rações com carne.
>

(Por: Bi)

[Por: @ 2010.06.14 - 05:17 | Responder | Imprimir ]

Re: Desculpa, mas...

Gostaria imenso de ver e de acreditar que um gato consegue caçar vacas e porcos. Os gatos são carnívoros, mas na natureza não caçam vacas nem porcos. Se não acha correcto dar-lhe ração vegetariana, muito mais anti-natural é dar-lhes ração com restos de vaca ou porcos.

[Por: cris @ 2010.06.14 - 11:55 | Responder | Imprimir ]

Re: Desculpa, mas...

Cris vc é veterinária???
Provavelmente não, uma vez que todos os bons veterinários jamais concordariam com a idéia de transformar um animal carnívoro em um comedor de vegetais. Isso é contra a natureza do animal e pronto! Pára de tentar "tampar o sol com a peneira", se vc é vegetariana isso é uma escolha sua não é correto impor ao animal as suas ideologias!


(Por: Mariza )

[Por: @ 2011.06.16 - 00:07 | Responder | Imprimir ]

Re: Desculpa, mas...

Não sou veterinária, mas isso também não faria de mim a detentora da verdade. De qualquer modo existem já veterinários que apoiam uma alimentação vegetariana para animais: http://www.wilsonveterinario.com.br
E em muitos casos de animais doentes é frequente os veterinários recomendarem a ingestão de ração vegetariana. Tanto que há cada vez mais marcas com uma variedade de ração vegetariana.
Os gatos são carnívoros sim, mas já viu algum caçar uma vaca ou um borrego? Então porque será natural dar-lhes ração com carne de vaca e não ração com soja ou milho?

[Por: cris @ 2011.06.18 - 11:56 | Responder | Imprimir ]






Re: Desculpa, mas...

Um dia, todos os animais deixarão de matar. Este é o futuro do planeta Terra. Quanto mais cedo chegar, melhor. No entanto não apoio qualquer tipo de repressão. Tudo deve evoluir de forma natural e harmoniosa. Mas todos nós podemos ser activos nessa transformação.

> Se pra impedir q um animal sofra eu tenha q fazer outro sofrer, tudo perde
> sentido.
> Gatos são carnívoros, na vida selvagem eles caçam e comem outros animeis,
> torna-los veganos trás vários problemas não só renais como em todo o
> sistema digestivo do animal.
> Se vc quer um bicho pra comer vegetais e etc adote uma vaca, um porco, uma
> galinha, mas não maltrate os pobres dos gatinhos pq VOCÊ escolheu um estilo
> de vida.
> (Por: Kelly)

[Por: gnanaatman @ 2010.05.26 - 17:05 | Responder | Imprimir ]

Re: Desculpa, mas...

Isso só aconteceria se extinguissem todos os animais carnívoros...
É impossível alimentar um leão ou um tubarão sem carne e quem diz estes dois diz todos os animais exclusivamente carnívoros que existem...
Se existisse uma droga mágica que transformasse todos os animais em herbívoros a vida animal no planeta Terra ia ser completamente insustentável.
Há muitos animais cujo controlo de população só existe porque têm predadores, se não tiverem reproduzem-se muito mais depressa do que morrem até se matarem uns aos outros por sobre-população. Sem falar que mesmo ignorando mais esse problema, se todos os animais fossem herbívoros não tínhamos onde plantar o suficiente para alimentar todos os animais.
Calma lá com radicalismos, pode-se ser vegetariano á vontade mas não se pode forçar nada nem ninguém a ser também pois para a natureza também é mau haver demasiado herbívoro, há que haver um equilíbrio.

gnanaatman escreveu:
> Um dia, todos os animais deixarão de matar. Este é o futuro do planeta
> Terra. Quanto mais cedo chegar, melhor. No entanto não apoio qualquer tipo
> de repressão. Tudo deve evoluir de forma natural e harmoniosa. Mas todos
> nós podemos ser activos nessa transformação.
>
(Por: Dorminhoco)

[Por: @ 2015.06.04 - 15:58 | Responder | Imprimir ]




Uma questão complexa

Acho que ambas as posições têm um fundo de verdade. Se por um lado é imoral comprar rações e enlatados nos supermercados feitos de sofrimento animal para alimentar o nosso amigo de estimação, por outro lado não devemos interferir na sua dieta natural.
O complicado da situação é a domesticação animal. Se não os tivéssemos em casa, eles teriam que caçar para se sustentar. Realizariam as tarefas que lhes são naturalmente e intrinsecamente inatas. O problema é que já "hominizámos" o planeta. Os animais não se podem expressar naturalmente no seu espaço natural. Já quase não existe espaço para a vida selvagem. Portanto, ou continuamos a ser cruéis e a pactuar com o sofrimentos dos animais explorados intensivamente, ou tentamos apaziguar a nossa consciência comprando ração biológica, ou aplicamos a regra de casa: ninguém come carne e pronto!
(Por: Pat)

[Por: @ 2009.10.04 - 00:00 | Responder | Imprimir ]


Fazer um gato virar vegun é no mínimo total incoerência..... M.R.C. (Movimento de Resistência Carnívora)

O motivo de se ser vegun, pelo q sei, consiste em ser contra os maus-tratos os animais. Então, pegar um animal, seja ele qual for, e simplesmente mudar a dieta da qual ele e seus ancestrais sempre sobreviveram me parece no mínimo incoerente com os preceitos defendidos por aquelas pessoas q OPTARAM por serem veguns.
Pois não acho q fazer um animal como o gato (famoso por dar "presentes" como pássaros e ratos mortos para os donos)deixar de comer carne configure o jeito certo de lidar com a vida de um outro ser vivo. Independentemente de o gato conseguir ou não ter uma vida e saúde plenas a base apenas de proteína vegetal oferecida com todo o amor ao gato.
Se quem é vegun acha errado dar para o gato a comida enlatada das grandes marcas ou ainda preparar vc mesmo a carne para o seu pequeno felino, a solução me parece bem simples: NÃO TENHA UM ANIMAL DE ESTIMAÇÃO CARNÍVORO SE VC FOR VEGUN.
Aliás, essa polêmica em torno da alimentação dos gatos, me faz questionar se um vegun pode ter um animal de estimação, afinal como pode-se saber se esta se tratando direito de um animal? Apenas pq ele pede carinho e está saudavel? Ou ainda será q o ser humano teria o "direito" de ter animais de estimação? Bem, não sei.
Porém fica a questão, até pq confesso q não apenas NÃO SOU VEGUN como acho patético esse movimento e por isso mesmo não tenho muita noção de quais seriam as bandeiras veguns além, claro, do abandono da dieta carnívora.
Por fim, sem querer me prender numa falsa idéia de "origem pura", basta fazer uma rápida pesquisa na internet para descobrir que o início da domesticação dos gatos se deu com a necessidade de se conseguir um bom predador para os ratos que infestavam os estoques de grãos das primeiras grandes civilizações humanas no Egito e Oriente Médio. Portanto, não que faça alguma diferença ou tenha alguma importância, embora não deixe de ser um argumento, tirar a carne da dieta dos gatos é ir contra a raiz do motivo q afinal uniu para sempre o homem a esses adoráveis caçadores.
Não pretendo aqui, nem acho q conseguiria mudar a cabeça de ninguém mas é q pra mim crueldade é um gato viver sem carne.....
(Por: Ariel)

[Por: @ 2008.05.25 - 08:25 | Responder | Imprimir ]

Re: Fazer um gato virar vegun é no mínimo total incoerência..... M.R.C. (Movimento de Resistência Carnívora)

As rações comerciais para animais "domésticos" têm vaca, galinha, peixe, e vários outros animais. Tudo animais que são mantidos artificialmente em cativeiro para serem tratados como comida, será isso mais natural do que alimentar um gato (ou cão) de forma vegana, havendo essas alternativas disponíveis?

Não existe nenhuma diferença, somos seres artificiais, vivemos num mundo artificial e queremos que os animais que adoptamos tenham uma alimentação tão boa como a nossa dentro dessa artificialidade, eu não posso condenar alguém que o faz de forma informada, condeno sim quem mantem animais presos para os explorar. É difícil de entender?


> O motivo de se ser vegun, pelo q sei, consiste em ser contra os maus-tratos
> os animais. Então, pegar um animal, seja ele qual for, e simplesmente mudar
> a dieta da qual ele e seus ancestrais sempre sobreviveram me parece no
> mínimo incoerente com os preceitos defendidos por aquelas pessoas q
> OPTARAM por serem veguns.
> Pois não acho q fazer um animal como o gato (famoso por dar "presentes"
> como pássaros e ratos mortos para os donos)deixar de comer carne configure
> o jeito certo de lidar com a vida de um outro ser vivo. Independentemente
> de o gato conseguir ou não ter uma vida e saúde plenas a base apenas de
> proteína vegetal oferecida com todo o amor ao gato.
> Se quem é vegun acha errado dar para o gato a comida enlatada das grandes
> marcas ou ainda preparar vc mesmo a carne para o seu pequeno felino, a
> solução me parece bem simples: NÃO TENHA UM ANIMAL DE ESTIMAÇÃO CARNÍVORO
> SE VC FOR VEGUN.
> Aliás, essa polêmica em torno da alimentação dos gatos, me faz questionar
> se um vegun pode ter um animal de estimação, afinal como pode-se saber se
> esta se tratando direito de um animal? Apenas pq ele pede carinho e está
> saudavel? Ou ainda será q o ser humano teria o "direito" de ter animais de
> estimação? Bem, não sei.
> Porém fica a questão, até pq confesso q não apenas NÃO SOU VEGUN como acho
> patético esse movimento e por isso mesmo não tenho muita noção de quais
> seriam as bandeiras veguns além, claro, do abandono da dieta carnívora.
> Por fim, sem querer me prender numa falsa idéia de "origem pura", basta
> fazer uma rápida pesquisa na internet para descobrir que o início da
> domesticação dos gatos se deu com a necessidade de se conseguir um bom
> predador para os ratos que infestavam os estoques de grãos das primeiras
> grandes civilizações humanas no Egito e Oriente Médio. Portanto, não que
> faça alguma diferença ou tenha alguma importância, embora não deixe de ser
> um argumento, tirar a carne da dieta dos gatos é ir contra a raiz do motivo
> q afinal uniu para sempre o homem a esses adoráveis caçadores.
> Não pretendo aqui, nem acho q conseguiria mudar a cabeça de ninguém mas é
> q pra mim crueldade é um gato viver sem carne.....
> (Por: Ariel)

(Por: Haldi)

[Por: @ 2008.11.13 - 18:57 | Responder | Imprimir ]

Para reflectir


E se fossem vegans que estivessem a frente de associações de animais abandonados?Iriam recusar comida animal para os animais famintos?...e como e que as pessoas que alimentam colonias de gatos da rua suportariam os preços e a logistica de uma alimentação vegana para gatos?
Não se pode olhar para o nosso propio umbigo, lembrem se que andam ai muitos animais abandonados que nunca serão vegans e que terão que comer carne...o que eu sugiro e que as rações sejam feitas com carne biologica e consequentemente livres de crueldade...mas e claro que isso iria acrescer o preço...
E depois ainda ha que pensar nos animais exoticos que são cada vez mais uma realidade...
o Homem chegou a um ponto em que ja nao consegue desmanchar a porcaria que fez...nos vegetarianos/vegans temos boas intenções mas temos que pensar muito bem e não cair ja em radicalismos
(Por: )

[Por: @ 2009.07.29 - 05:54 | Responder | Imprimir ]

Re: Para reflectir

Claro que há que ser razoáveis. Qualquer vegano sabe que ainda é muito complicado as associações usarem ração vegana e creio que ninguém recusaria a oferta de comida animal para animais abandonados.
De qualquer forma, se houvesse mais pessoas a comprar ração vegana certamente os preços poderiam ser muito mais acessíveis. E se as pessoas boicotassem empresas que testam em animais, certamente que elas optariam por rações no mínimo mais éticas.

Quanto a rações com carne biológica também já existem no mercado, como o caso da marca Yarrah.

[Por: cris @ 2009.07.31 - 20:34 | Responder | Imprimir ]

Re: Para reflectir

daqui a nada pôe os Leões a comer alfaces... bom trabalho.

curioso é que ninguem se preocupa com o sofrimento dos vegetais, que tambem são seres vivos...
(Por: Paulo)

[Por: @ 2009.10.02 - 23:04 | Responder | Imprimir ]

Re: Para reflectir

São seres vivos sim, mas não têm cérebro. As plantas não são seres sencientes, não sofrem, não sentem dor nem medo. Os animais têm sistema nervoso central e sentem tal como os humanos.

[Por: cris @ 2009.10.04 - 11:48 | Responder | Imprimir ]







A obsessão não pode chegar a tanto!!

João,

Certo que os gatos são carnívoros e selvagens, da mesma forma que nós somos preparados para andar a pé e descalços, e comer cru aquilo que apanhamos na selva. A racionalidade levou-nos àquilo que chamamos progresso e tudo mudou. Alimentar um gato vegetariano é tão natural como ter um gato.



[Por: @ 2005.10.10 - 24:00 | Responder | Imprimir ]

Re: A obsessão não pode chegar a tanto!!

Vcs não são maluquinhos, são totalmente loucos, ser vegan é uma opção racional, obrigar um animal carnivora a isso é totalmente maluco, devem ser denunciados a sociedade protetora dos animais.
(Por: GUILHERMINO)

[Por: @ 2008.02.27 - 22:33 | Responder | Imprimir ]

Re: A obsessão não pode chegar a tanto!!

E obrigar um animal a comer ração com OGM, com restos de animais que não se sabe a origem, é correcto?


(Por: )

[Por: @ 2008.03.01 - 14:40 | Responder | Imprimir ]

Re: A obsessão não pode chegar a tanto!!

Tem rações no mercado livre de maus-tratos e testes em animais é só pesquisar.
Privar um animal da sua natureza é crueldade!Vcs estão sendo incoerentes!
Gatos comem carne essa é a natureza deles, privar um gato de comer carne é um ato de crueldade tão ruim quanto de quem fabrica as rações com carne.
Respeito muito quem é vegan, acho um ato de coragem e pensamento coletivo muito bonito, mas tornar isso prejudicial a outro animal torna tudo errado e a filosofia de vcs perde totalmente a alma.
Um gato sem carne tem problemas renais e intestinais, vcs não sabem como eles sofrem com isso, não sejam tão ridículos ao ponto de impor uma escolha racional a um ser não racional.
(Por: Kelly)

[Por: @ 2010.04.29 - 22:10 | Responder | Imprimir ]

Re: A obsessão não pode chegar a tanto!!

Os gatos necessitam não de carne, mas da substância chamada taurina. A ração comercializada aqui na loja tem taurina vegetal e é uma ração equilibrada e alguma até de agricultura biológica.
Há que ponderar: a grande maioria das rações com carne, para além de serem elaboradas com subprodutos de origem animal (pulmões, cérebro, olhos, intestinos muitas vezes de animais doentes, moribundos e restos das mortes de canis municipais) implicando morte e sofrimento de vidas inteiras, contêm também restos de óleos e gorduras de restaurantes extremamente saturadas, várias toxinas, metais pesados provenientes de peixes e antibióticos, hormonas, conservantes, colorantes, organismos geneticamente modificados, excrementos, pus e muitas outras substâncias muito prejudiciais à saúde causadoras de problemas cancerígenos, renais e do metabolismo em geral. Penso que isto não faz parte da definição de dieta equilibrada.
Se fosse assim tão boa não haveria tantos animais doentes a encher clínicas e hospitais veterinários com doenças metabólicas. A incidência de cancro em cães em Portugal há uns 10 anos estava perto dos 50%! Devido a rações veganas? Obviamente que não.
Quem defende as rações com carne e pretende conscientemente e informadamente continuar a alimentar os seus animais com estes compostos, pelo menos deveria exigir aos fabricantes que a qualidade ou componentes das rações se aproximassem mais dos níveis da alimentação para humanos, em alguns casos eventualmente melhor.

[Por: anasoares @ 2010.05.02 - 20:53 | Responder | Imprimir ]






Anteriores <<