A descoberta dos Infra-vermelhos

No ano de 1880, William Herchel fez uma importante descoberta. Estava interessado em saber a quantidade de calor que passava através de diferentes filtros corados que ele usava para o Sol e verificou que parecia que os filtros de cores diferentes deixavam passar níveis diferentes de calor.

Herchel verificou que as próprias cores pareciam conter diferentes níveis de calor, e imaginou uma experiência importante: dirigiu a luz solar através de um prisma de vidro criando um espectro solar e mediu a temperatura de cada cor. Ele usou 3 termómetros com os bulbos escurecidos (para melhor absorver o calor) e colocou um em cada cor enquanto os outros dois foram colocados dos lados do espectro como amostra de controlo.
Assim mediu as temperaturas do violeta, azul, verde, amarelo, cor de laranja e luz vermelha, e verificou que todas estas cores têm temperaturas maiores do que os controlos e que a temperatura das cores aumentava do violeta para o lado vermelho do espectro.
Depois de verificar estes factos, Herchel decidiu medir a temperatura ao lado da porção vermelha do espectro numa região aparentemente sem luz solar. Para surpresa, descobriu que esta região tinha a mais alta temperatura de todas.
Herchel realizou outras experiências em que lhes chamou "raios calóricos" que existem ao lado da parte vermelha do espectro e verificou que eles eram reflectidos, refractados, absorvidos e transmitidos tal como a luz visível. O que tinha descoberto era uma forma de luz (ou radiação) designada luz vermelha. Estes raios caloríficos foram mais tarde chamados raios infravermelhos ou radiação infravermelha.



Copyright Centro Vegetariano. Reprodução permitida desde que indicando o endereço: http://www.centrovegetariano.org/Article-301-A-descoberta-dos-Infra-vermelhos.html

Inserido em: 2004.05.22 Última actualização: 2014.04.20

Comentar printer     E-mail   Facebook F

Meio Ambiente > Curiosidades sobre Ambiente
Pessoas > Artigos por Autor > RGomes
Meio Ambiente > Produção e exploração de energia