O “Nemo” está a desaparecer

Nemo é um pequeno peixe-palhaço que vive junto da Grande Barreira de Coral do Pacífico. Um dia, é capturado por uns mergulhadores e levado para um aquário do consultório de um dentista. O pai de Nemo, decide ir à sua procura. Entretanto, o pequeno peixe-palhaço faz os possíveis por fugir do aquário...
No grande écran, é assim que se desenrola a história do famoso peixe que nos faz rir e ao mesmo tempo nos enternece com as suas aventuras. Mas fora da ficção a história de Nemo é bem diferente, pois a sua espécie está a ser ameaçada.
Depois do sucesso do desenho animado “À Procura de Nemo” gerou-se uma procura considerável dos peixes-palhaço (ou Amphiprion ocellaris) de Vanuatu (arquipélago vulcânico do oceano Pacífico). São muitos aqueles que desejam ter em casa um “Nemo” num pequeno aquário.
Os peixes-palhaço, tal como a maioria dos peixes de aquário, só podem ser encontrados na natureza. A espécie vive nos leitos marinhos por entre as anémonas-do-mar. O seu habitat situa-se nas águas quentes da costa norte da Austrália, no Oceano Pacífico tropical oeste, Oceano Índico e no mar vermelho. O peixe-palhaço deve o seu nome à maneira desalinhada como nada, é laranja brilhante com três faixas verticais brancas, com a do meio tendo por vezes uma projecção para a frente.
De acordo, com o Programa das Nações Unidas para o Ambiente (PNUE), em cada ano, 20 milhões de peixes tropicais são retirados dos oceanos. Em Vanuatu, depois que Nemo apareceu no grande écran, a pesca do peixe-palhaço intensificou-se de tal forma que o governo já começou a tomar medidas para limitar as exportações.



Referências:
http://www.onevoice-ear.org/campagnes/poissons/index.html



Copyright Centro Vegetariano. Reprodução permitida desde que indicando o endereço: http://www.centrovegetariano.org/Article-316-O--Nemo--est--a-desaparecer.html

Inserido em: 2004.09.11 Última actualização: 2007.02.15

Comentar printer     E-mail   Facebook F

Pessoas > Artigos por Autor > Cristina Rodrigues
Notícias > Notícias 2004
Defesa Animal



Comentários



Peixes Palhaços.

As vezes me espanto de ver como sentados atras de um computador, escondidos atrás de pseudônimos as pessoas são capazes de dar opiniões publicas tão radicais e pouco pensadas, com uma argumentação tão fraca.

Vou tentar seguir uma ordem:
1º - O aquarismo ainda nao deixou de ser um explorador e passou a ser um contribuidor absoluto da vida natural. Claro que um movimento sobre aquariofilia consciente é intenso no mundo todo, mas ainda tem seus percalços. Mas com certeza e margem de sobra, hoje é possível sim promover preservação com o aquarismo e aquicultura. Esse é o objetivo de varias instituições ao redor do mundo, no Brasil o IPAq (Instituto de Pesquisas em Aquicultura e Aquariologia, www.ipaq.org.br) tem cumprido esse papel com dignidade e grandeza.

2º Alguém pode explicar, sou meio lento, qual a semelhança entre isso e o argumento para defender touradas? Os únicos argumentos que conheço para tais práticas são sobre costumes e tradições, que do ponto de vista antropológico são extremamente válidos, incluindo ai as rinhas, a caça esportiva(de longe mais abusiva que comparada com a rinha por exemplo), a criação intensiva de animais para abate. Mas não válidos o suficiente para deixar de serem controlados.
Mas mesmo assim o mundo agradece por ser vigan que só come frutos e ainda mais quando cai do pé, e ainda defeca na terrinha pra espalhar as sementes...(Tem um na minha cidade, faz propaganda, usa adesivo no carro movido a combustível fóssil, protesta conta comer carne, fuma e bebe como uma dama de companhia apaixonada, vai entender...)

3º Os aquários não são tao estáveis assim a ponto de serem um lugar melhor que o oceano, mas veja que o incidente com o navio japones na grande barreira de corais autraliana, terá um impacto na populaçao de animais de recifes, direta e indiretamente, a curto e a longo prazo, maior que a historia recente do aquarismo.
O que abre outra discução, é aparecer num filme com uma nadadeira com defeito, que todos choram e óhh o nemo vai desaparecer. Os Amphiprion sp. de maneira geral estão longe de desaparecer, e podem ser comparados a uma praga, perto de outras especies que nao aparecem no filme, será por isso não vi ninguém comentando?
Quem sabe o que é um cnidário? Acho que se não sabe, já perdeu o direito de ter qualquer opinião sobre o assunto, como diria meu irmão vai estudar depois agente conversa, não perde meu tempo.. rs
Os Corais, que não tem olhinhos com cilios e nao tiveram falas nos filmes, esses são a maior preocupação na fauna(isso mesmo, FAUNA, são animais, não plantas, ahhh surpreso, pois é, vai estudar...), só com o aquecimento global 25% do volume de corais do mundo já lixiviaram(esbranquiçaram, expulsaram as algas simbiontes zooxantelas), e morreram, outra parte é depredada no brasil, para as rochas serem usadas para a hidrocultura, para produzir alface pros malditos vigans... Bom esse assunto vai longe, procurem pelo site da ONG CORAL VIVO, o presidente do IPAq, faz parte da coral vivo, e é muito didático, pode fornecer dados muito interessantes sobre esses assuntos.

4º se o recife de coral some, o nemo, que hoje é praga, some junto .. isso é fato, aí sim... podemos afirmar, vai desaparecer. Hoje cerca de 99% do mercado nacional é abastecido por peixes criados em cativeiro aqui mesmo no pais, um A. ocelaris de cativeiro custa 50 reais um selvagem cerca de 300, geralmente as importações trazem um ou outro selvagem para abastecer os criadores só.. mais nada, o resto vem de cativeiro da ORA, bom de acessar tb se quiser saber mais do desenvolvimento das tecnicas de criação em cativeiro dos peixes.

5º \"Se há animais, como sempre houve, que entram em extinção de forma natural, eu não terei a presunção de pensar que sou mais inteligente do que a Natureza e considerar que a Natureza está errada ao permitir a extinção de um certo animal e assim interferir no seu normal desenvolvimento. Todos os animais vêm da natureza selvagem, não entendo o sentimento de propriedade sobre a \"criação\" de determinadas \"raças\" por cruzamento ou manipulação genética. Não deixam de ser animais e não deixam de pertencer à Natureza e não deixam de merecer respeito pela sua liberdade.\"
Caramba, bom ... hoje 99,9% da especies em processo de extinção, estão lá por causas humanas, Considera causas humanas naturais é isso? Pois se for isso, a criação em cativeiro e o proprio aquarismo, são causas naturais certo? Bom se essa argumentação filosofica é que foi colocada aqui, vai adorar ler Dawkins, vai pirar com seus conceitos sobre a natureza. Se nao foi, caramba, nao entendi nada.
Bom, em cerca de 25 anos, varias das especies que vemos em aquários, estarão apenas em aquários, basta a agua do mar ficar grande parte do ano acima dos 29º, e se existir chance de repovoamento, a unica fonte será a aquicultura.
Eu vejo que devemos, antes de argumentar sobre a criação de qualquer coisa, desfazer do estigma adquirido durante um filme que personaliza um peixe por exemplo. Com isso podemos criar um paralelo justo, com por exemplo ter espécies de samambaias e orchideas em casa, criar um cachorro, que é uma dessas aberrações genéticas e merece a liberdade sei lah, gatos em casa, manga no quintal(Que é uma planta introduzida e causa desequilibrio), e por aí vai.

Conheça, estude, coloque seu nome verdadeiro completo, converse e argumente como se estivesse pessoalmente.

Abraço a todos, vejam que o meu objetivo não é ofender ninguém, apenas dar uma chacoalhada para ver se todos esses esforços sejam direcionados para o local correto, onde haja resultados importantes para todos.
(Por: Henrique Franze)

[Por: @ 2011.02.02 - 18:51 | Responder | Imprimir ]

Re: Peixes Palhaços.

Todos os artigos estão identificados com o seu autor, não há pseudónimos. Muitos dos autores tem fotos e detalhes na Ficha Técnica do site e todos os contactos da associação estão disponíveis.
Um aquário nunca foi nem será o ambiente natural e ideal para um peixe. Mas cada um é livre de ter a sua opinião.

[Por: cris @ 2011.02.02 - 18:56 | Responder | Imprimir ]

Re: Peixes Palhaços.

Bem, só neste artigo tem 3 post sem nome e, contando com este, pelo menos 3 pseudónimos

[Por: silamelo83 @ 2011.02.03 - 22:24 | Responder | Imprimir ]

Re: Peixes Palhaços.

Os comentários não são responsabilidade do Centro e não têm qualquer relação directo com os artigos. Mas a maioria dos comentários têm o nome do autor e até é possível contactá-los clicando no seu login. De resto a liberdade de expressão, desde que não tenha termos ofensivos, é um direito de todos.

[Por: cris @ 2011.02.03 - 22:31 | Responder | Imprimir ]





Nemo

O aquarismo foi, durante muito tempo, uma atividade que explorou a natureza. Hoje, ao contrário, ela passa a contribuir para sua preservação. Os peixes-palhaço são amplamente criados em cativeiro, bem como inúmeras outras espécies de peixes ornamentais. Algumas espécies de água-doce só existem hoje devido à reprodução em aquários, pois seu habitat original já foi destruído.
(Por: Odu Mazza)

[Por: @ 2007.02.16 - 12:42 | Responder | Imprimir ]

Re: Nemo

Isto parece um argumento semelhante ao que usam os que defendem as touradas, dizendo que só assim o touro continuará a existir.
Um aquário está muito longe de ter as condições do habitat natural desses peixes. Para quê preservar uma espécie que vive em condições miseráveis e nunca mais irá ver o seu habitat?


(Por: )

[Por: @ 2007.02.25 - 15:07 | Responder | Imprimir ]

Re: Nemo

Concordo com você.

> Isto parece um argumento semelhante ao que usam os que defendem as
> touradas, dizendo que só assim o touro continuará a existir.
> Um aquário está muito longe de ter as condições do habitat natural desses
> peixes. Para quê preservar uma espécie que vive em condições miseráveis e
> nunca mais irá ver o seu habitat?
>
>
> (Por: )

(Por: )

[Por: @ 2007.08.10 - 18:22 | Responder | Imprimir ]

Re: Nemo

Em primeiro lugar, isso é antropomorfismo. Em segundo lugar, os aquários são muito mais estáveis que os oceanos atualmente pois é possível ter controle absoluto de todas as características físico-químicas da água. Basta olhar pra um aquário e ver a transparência da água. Pouquíssimos lugares do mundo tem o mesmo índice de visibilidade. Dêem uma olhada na "excelentes" condições do habitat natural dos palhaços:

http://www.estadao.com.br/estadaodehoje/20090204/not_imp317876,0.php

> Concordo com você.
>
> > Isto parece um argumento semelhante ao que usam os que defendem as
> > touradas, dizendo que só assim o touro continuará a existir.
> > Um aquário está muito longe de ter as condições do habitat natural
> desses
> > peixes. Para quê preservar uma espécie que vive em condições miseráveis
> e
> > nunca mais irá ver o seu habitat?
> >
> >
> > (Por: )
>
> (Por: )

(Por: Marcos Andrade)

[Por: @ 2009.02.04 - 12:23 | Responder | Imprimir ]

Re: Nemo

Na minha opinião, o aquário para um peixe, é como a gaiola para um pássaro. A melhor solução passa por nos empenharmos em melhorar o habitat natural desses animais, não em enjaulá-los.
(Por: )

[Por: @ 2009.02.08 - 10:58 | Responder | Imprimir ]

Re: Nemo

> Na minha opinião, o aquário para um peixe, é como a gaiola para um pássaro.
> A melhor solução passa por nos empenharmos em melhorar o habitat natural
> desses animais, não em enjaulá-los.
> (Por: )

Mais de 90% das 28 variações do Peixe Palhaço (inclusos True Percula, Percula Black, Amphiprion Ocellaris, etc) são criados em cativeiro, não sendo, assim, retirados da natureza.

Sou aquarista e biólogo e posso afirmar que 90% desse tipo de publicações são feitas por \"blogueiros\" ditos entendidos, mas que não tem um mínimo de conhecimento sobre o assunto (ou são apenas pseudo-defensores fanáticos da natureza).

Ao invés desse artigo, se quem publicou tivesse o mínimo de conhecimento sobre fauna marinha e aquarismo, teríamos uma publicação sobre Cavalos-Marinhos em aquários. Estes, sim, não se ambientam em aquário e estão ameaçandos por serem, além de exóticos e chamativos, muito baratos no mercado, custando até cerca de R$25,00. Ou quem sabe um artigo sobre a intodução por humanos da Perca do Nilo no lago Vitória, para promover pesca em Uganda, que dizimou cerca de 300 espécies das 500 outrora presentes no lago.

Fora isso, é fato que existem espécies que só foram salvas da extinção por terem sido preservadas e reproduzidas com sucesso em cativeiro, com re-introdução em seu meio.
(Por: Thiago)

[Por: @ 2010.12.22 - 04:24 | Responder | Imprimir ]

Re: Nemo

Peixes em aquários, pássaros em gaiolas, cães ou gatos em apartamentos, é tudo a mesma coisa: privar os animais da sua liberdade para capricho ou carência afectiva humana.
Se há animais, como sempre houve, que entram em extinção de forma natural, eu não terei a presunção de pensar que sou mais inteligente do que a Natureza e considerar que a Natureza está errada ao permitir a extinção de um certo animal e assim interferir no seu normal desenvolvimento. Todos os animais vêm da natureza selvagem, não entendo o sentimento de propriedade sobre a "criação" de determinadas "raças" por cruzamento ou manipulação genética. Não deixam de ser animais e não deixam de pertencer à Natureza e não deixam de merecer respeito pela sua liberdade.
O mundo continua cheio de Drs Frankensteins orgulhosos das suas "belas" criações presas por correntes, gaiolas ou paredes de vidro.
O assunto das percas já foi largamente debatido e há um excelente documentário sobre o assunto. Agora cada um que escolha se quer comer perca ou não. Eu já há muito que fiz a minha escolha e estou sempre aberto e rever de novo as minhas escolhas para poder ajudar este planeta a ser um bom lugar para todos.


[Por: gnanaatman @ 2010.12.22 - 16:30 | Responder | Imprimir ]