O Mito das Proteínas

No passado, algumas pessoas acreditavam que não se poderiam ingerir demasiadas proteínas. No início do século xx os norte-americanos foram aconselhados a ingerirem acima de 100 gramas diárias. Tão recentemente como na década de 1950 pessoas preocupadas com a sua saúde foram encorajadas a aumentar a ingestão de proteínas. Actualmente alguns livros da moda sobre dietas encorajam uma dieta rica neste nutriente para perda de peso, embora os americanos tendam a ingerir o dobro das proteínas que necessitam. E enquanto algumas pessoas seguindo uma dieta destas tiveram um curto sucesso na perda de peso, geralmente não estão conscientes dos riscos de saúde associados a uma dieta com excesso de proteínas. O excesso deste nutriente está ligado à osteoporose, doenças dos rins, pedras no aparelho urinário e alguns tipos de cancro.


Os tijolos da vida


O corpo humano constrói as proteínas a partir dos aminoácidos, que, por sua vez, provêm das proteínas que ingerimos. Uma dieta variada de feijões, lentilhas, grãos e vegetais contém todos os aminoácidos essenciais. Antigamente pensava-se que várias plantas tinham de ser ingeridas em conjunto para se aproveitar todo o seu potencial proteico, mas investigações mais recentes sugerem que não é este o caso. Muitas autoridades em matéria de nutrição, incluindo a Associação Dietética Americana (American Dietetic Association), acreditam que as nossas necessidades proteicas podem facilmente ser satisfeitas consumindo uma variedade de aminoácidos de fontes diferentes durante um dia inteiro. Por sua vez, ingerir calorias suficientes é essencial para o melhor uso das proteínas pelo corpo.

Consequências do excesso de proteínas


A dieta americana normal contém carne e lacticínios. Como consequência, é demasiado rica em proteínas. Isto pode provocar várias doenças de maior ou menor gravidade:


Durante muito tempo pensou-se que os atletas necessitavam de muito mais proteínas do que a população em geral. A verdade é que os atletas precisam de pouco mais, e esta quantidade adicional é-lhes facilmente fornecida pelas refeições mais abundantes que eles precisam para satisfazerem as suas necessidades calóricas. As dietas vegetarianas são adequadas para os atletas. Para seguir uma dieta que contém proteínas em quantidade suficiente, mas não demasiadas, simplesmente substitui os produtos animais por grãos, vegetais, legumes (lentilhas, ervilhas, feijões) e frutos. Desde que uma pessoa ingira uma variedade de plantas em quantidade suficiente para manter o peso estável, o corpo obtém a quantidade suficiente de proteínas.

Referências:
http://www.europeanvegetarian.org/lang/pt/info/kit/starter04.php

Copyright Centro Vegetariano. Reprodução permitida desde que indicando o endereço: http://www.centrovegetariano.org/Article-330-O-Mito-das-Prote-nas.html

Inserido em: 2004.11.20 Última actualização: 1999.11.29

Comentar printer     E-mail   Facebook F

Saúde > Nutrientes essenciais
Aos iniciados... > Guia para novos vegetarianos
Pessoas > Artigos por Autor > PCRM



Comentários



defice em proteinas

Sou vegetariana a cerca de 4 anos, faço sempre analises de 6 em 6 meses e nunca tinha tido qualquer alteração. No entanto as ultimas analises revelaram um défice de albumina e um excesso de globulinas alfa-2. Será que alguém me sabe explicar o que isto significa e se terei que tomar algum tipo de suplemento?
(Por: sofy)

[Por: @ 2007.07.18 - 19:23 | Responder | Imprimir ]


aminoacidos essenciais

Já muitos me falaram que nem todos os aminoácidos essenciais se conseguem obter através de uma alimentação ovo-lacto-vegetariana, nunca cheguei a um consenso no assunto. Gostava que me esclarecessem esta questao, pois o meu médico de família disse-me que poderia estar com uma carência em aminoácidos essenciais. E já agora que tipo de suplementos seriam mais adequados.
(Por: luppy)

[Por: @ 2007.07.18 - 19:19 | Responder | Imprimir ]

Re: aminoacidos essenciais

O nosso corpo consegue sintetizar a maioria dos aminoácidos, mas oito deles - os tais designados de essenciais -(leucina, isoleucina, valina, treonina, metionina, fenilalanina, triptofano e lisina - em crianças, a histidina é também considerada um aminoácido essencial) devem obter-se através da alimentação. Actualmente sabe-se que o nosso corpo consegue combinar os aminoácidos provenientes de diferentes refeições para produzir proteínas completas.
Não existe nenhum aminoácido essencial que seja exclusivo de alimentos de origem animal, como tal através de uma alimentação vegetariana não é difícil fornecer proteínas completas ao organismo, bastando para tal fazer uma dieta variada.
(Por: )

[Por: @ 2007.07.22 - 19:10 | Responder | Imprimir ]



Em primeiro lugar acho que a ciência erra em querer fixar um valor. Eu sou biólogo molecular e praticamente lactovegetariano (ainda consumo peixe de vez em quando) e sei que o metabolismo do corpo varia grandemnte conforme a nossa actividade e acima de tudo tem uma capacidade de adaptar-se e morificar-se q muitos não sonham.
Passando à prática, conheço vegetarianos de longa data e nenhum deles teve qualquer problema grave de saúde ou teve a vida modificada. Como eu aliás.

Basta ser-se sensato, consciente do que devemos comer e ouvir o que corpo pede e necessita.
(Por: Paulo Bessa)

[Por: @ 2005.10.10 - 24:00 | Responder | Imprimir ]

Adaptação

Pois é isso mesmo que a generalidade das pessoas, incluindo profissionais, tem dificuldade em observar e entender.
O nosso corpo tem uma enorme capacidade de adaptação, e ajusta o seu funcionamento ao meio ambiente, à actividade e aos alimentos que ingere. O koala só come folhas de eucalipto e não tem problemas de b12 ou de falta de proteinas. Observar o corpo humano como um produto biológico mecânico acabado e produzido em série a que se podem aplicar regras imutáveis por tabela revela um profundo desconhecimento da nossa natureza.

> Em primeiro lugar acho que a ciência erra em querer fixar um valor. Eu sou
> biólogo molecular e praticamente lactovegetariano (ainda consumo peixe de
> vez em quando) e sei que o metabolismo do corpo varia grandemnte conforme a
> nossa actividade e acima de tudo tem uma capacidade de adaptar-se e
> morificar-se q muitos não sonham.
> Passando à prática, conheço vegetarianos de longa data e nenhum deles teve
> qualquer problema grave de saúde ou teve a vida modificada. Como eu aliás.
>
> Basta ser-se sensato, consciente do que devemos comer e ouvir o que corpo
> pede e necessita.
> (Por: Paulo Bessa)

[Por: gnanaatman @ 2010.09.26 - 20:25 | Responder | Imprimir ]



Qtd de proteínas

Já se sabe qual a qtd de proteínas que são indispensáveis por dia por pessoa.
Não se deve exagerar nas proteínas animais, pois como todos sabemos além das gorduras que todas contem, há também a acrescentrar os antibioticos, as hormonas, etc que os produtores dão aos animais para eles crescerem e ao comermos muitas proteínas dessas estamos também a ingerir essas substancias. Devemos então complementar a nossa alimentação com proteínas vegetais.
Caso queira saber no seu caso qual a qtd minima diaria mande-me um mail: maria.arroz@netvisao.pt
Maria dos Anjos

[Por: @ 2005.10.10 - 24:00 | Responder | Imprimir ]


Necessidade de proteínas

A necessidade MÉDIA de proteínas é de 1g/dia por cada kilo de peso. Isto é, uma pessoa com 60kg necessita de pelo menos 60g de proteínas diárias.
No entanto, a necessidade pode variar consoante a idade, o sexo, o nível de actividade (por ex, se se pratica desporto), a condição física (doença, gravidez) etc.

A questão das proteínas é considerada um mito pois numa alimentação omnívora muito rapidamente se ingerem 60g-80g de proteínas.
100g de carne têm cerca de 20g de proteínas, 100g de ovos têm 12g, 100g de leite têm 3g, 100g de arroz têm 7g, 100g pão trigo têm 6g. Só na carne/peixe que um omnívoro consome ao almoço e ao jantar se obtêm as proteínas necessárias. Depois temos ainda as proteínas do leite, do fiambre, do queijo, do arroz, do pão, das leguminosas e de todos os outros produtos que um omnívoro também ingere.
Além disso muitas pessoas não têm consciência de que se deve ingerir o dobro de hidratos de carbono do que de proteínas e de que os alimentos vegetais também têm proteínas. Existe como que um mito de que as proteínas são o nutriente mais importante... nunca se vê ninguém preocupado em saber se está ingerindo a quantidade recomendada de hidratos de carbono, mas sim de proteínas.
Tem sido veiculado por vários meios de comunicação de que os americanos consomem em média o dobro das proteínas de que necessitam.


webmaster

[Por: cris @ 2005.10.10 - 24:00 | Responder | Imprimir ]


Qual é o consenso sobre as necessidades diárias de proteínas ?

Não consigo compreender porque se considera que a alimentação que inclui carne, leite e ovos tem um EXCESSO de proteínas, se na verdade ninguém sabe ao certo qual seria a necessidade diária por quilo de peso corporal de uma pessoa sadia ?
Sou vegetariana há somente 18 dias, e estou precisando saber porque a questão da proteína é considerada como apenas um mito, se nos vários artigos e matérias que já li sobre o assunto, nenhum deles sequer menciona qual seria o consenso, ou uma fonte oficial e confiável para se saber qual a necessidade diária de proteínas por quilo de peso ...
Não sei, mas isso está me parecendo um "calcanhar de Aquiles", ou um assunto meio que proibido, pois eu já perguntei para diversos grupos de vegetarianos, e ninguém soube me responder :-(
Atenciosamente,
Angela.

Angela Maria Mazzucco

[Por: @ 2005.10.10 - 24:00 | Responder | Imprimir ]

Re: Qual é o consenso sobre as necessidades diárias de proteínas ?

Viva

Na realidade, nós não trazemos de série um manual de instruções onde venha escrito tudo, tim-tim por tim-tim.
Pode começar por olhar para as pessoas e as sociedades que praticam dietas hiper-proteicas e ver o seu estado geral, físico e já agora psíquico.
Uma boa base de trabalho é observar qual a percentagem de proteína que o leite materno tem. Até porque a fase em que o ingerimos é aquela em que temos maior crescimento. Quer seja criacionista quer evolucionista, ficará impressionado com este super-alimento. Certamente que terá um excelente indicador teor de proteínas que a sua dieta deve conter.

(Por: Paulo Ferroni)

[Por: @ 2009.12.13 - 10:07 | Responder | Imprimir ]


Re: Qual é o consenso sobre as necessidades diárias de proteínas ?

Olá, Angela!
Sou especialista em nutrição e naquilo que te posso esclarecer sobre este assunto, é que a necessidade média de proteína para uma pessoa sadia varia entre 0,87g e 1,2g/dia.
Não sei em que te baseias para dizeres tal coisa, mas há documentação concreta que refere aquilo que acabei de mencionar.
Parabéns e felicidades para esta nova étapa vegetariana, apenas aconselho um especial cuidado na ingestão de cobalamina (B12) que não existe no reino vegetal e daí ser necessária compensá-la através de um suplemento vitaminico.
É na verdade o único pecado do vegetariano!
Boa sorte!

Jorge Nunes
(Por: Jorge Nunes)

[Por: @ 2010.09.22 - 15:12 | Responder | Imprimir ]

Re: Qual é o consenso sobre as necessidades diárias de proteínas ?

Já agora esclareça sff:
Não existindo B12 no reino vegetal, como é que os animais herbívoros têm tanta B12 no seu corpo? Onde vão buscá-la?

> um especial cuidado na ingestão de cobalamina (B12) que não existe no reino
> vegetal e daí ser necessária compensá-la através de um suplemento
> vitaminico.
> É na verdade o único pecado do vegetariano!
> Boa sorte!
>
> Jorge Nunes
> (Por: Jorge Nunes)

[Por: gnanaatman @ 2010.09.26 - 19:55 | Responder | Imprimir ]

Re: Qual é o consenso sobre as necessidades diárias de proteínas ?

Porque os animais não lavam os alimentos que consomem. Se consumirmos fruta e legumes biológicos e não os lavarmos certamente também ingerimos B12 suficiente. A questão é que na sociedade actual é difícil e não é muito aconselhável comer vegetais sem os lavar... e muitas vezes até a casca lhe retiramos.

[Por: cris @ 2010.09.26 - 22:19 | Responder | Imprimir ]


Re: Qual é o consenso sobre as necessidades diárias de proteínas ?

A B12 é produzida por bactérias que existem nas plantas. Os herbívoros ingerem-nas juntamente com as ervinhas que comem e estas produzem B12 no seu intestino, passando depois para os músculos.

[Por: silamelo83 @ 2010.09.26 - 23:41 | Responder | Imprimir ]


Re: Qual é o consenso sobre as necessidades diárias de proteínas ?

Eu fiz a pergunta ao senhor especialista em nutrição.:o)
Parecem os meninos que sabem as respostas todas nas aulas...contenham-se.:o)Toda a gente sabe de onde vem a B12. Por motivos de conversação fiz a pergunta para ter a oportunidade de dizer que é uma falácia afirmar que a única fonte de B12 é a carne de animais.
Nós os humanos, como todos os animais deste planeta, podemos ingerir B12 através do consumo de alimentos vegetais, desde que estes não tenham sido esterilizados e infestados com quimicos. Uma lavagem simples para retirar terra e minhocas não elimina as bactérias que produzem B12.

[Por: gnanaatman @ 2010.09.27 - 19:46 | Responder | Imprimir ]

Re: Qual é o consenso sobre as necessidades diárias de proteínas ?

Nem toda a gente sabe de onde vem a B12 por isso nunca é de mais dar uma luzes, principalmente se não conhecemos quem está a perguntar.
Quanto às bactérias produtoras de B12 li num artigo, já não sei qual, que não eram uma fonte fiável de B12 porque para isso tinham de se alojar no intestino grosso ou algo parecido, não me lembro bem.

[Por: silamelo83 @ 2010.09.28 - 00:25 | Responder | Imprimir ]

Re: Qual é o consenso sobre as necessidades diárias de proteínas ?

Mas o especialista ainda não respondeu.:)
Os ruminantes têm um sistema digestivo um pouco diferentes do nosso, mais longo e mais do que uma câmara de digestão, o que permite que as bactérias se alogem a lugares de fácil absorção pelo sistema sanguíneo. Alguns dizem que nos humanos as bactérias da B12 se alojam no fim do nosso intestino onde a B12 já não pode ser absorvida. Outros dizem que não é assim e que as bactérias se podem alojar em todo o intestino. Outros dizem que as bactérias se alojam em todo o intestino mas criam problemas de competitividade na absorção da B12...
Acho que o pessoal deve descontrair e comer o que lhe apetecer sem o stress das x microgramas por dia. Se a falta de B12 pode causar problemas, a obssessão ainda pode ser pior. São as pessoas mais preocupadas com as dosagens de tudo o que comem que têm os maiores problemas de saúde e menos desfrutam da vida. A nossa mente é a origem de todos os problemas, acreditem ou não.

silamelo83 escreveu:
> Nem toda a gente sabe de onde vem a B12 por isso nunca é de mais dar uma
> luzes, principalmente se não conhecemos quem está a perguntar.
> Quanto às bactérias produtoras de B12 li num artigo, já não sei qual, que
> não eram uma fonte fiável de B12 porque para isso tinham de se alojar no
> intestino grosso ou algo parecido, não me lembro bem.

[Por: gnanaatman @ 2010.09.28 - 16:28 | Responder | Imprimir ]

Re: Qual é o consenso sobre as necessidades diárias de proteínas ?

La nisso tens razão! Por acaso a única vitamina que costumo controlar as quantidades é a B12 por causa dos problemas que pode causar. Tomo um suplemento que comprei aqui no CV de 100ug mas tenho a B12 um bocado baixa. Hoje quando fui falar com a médica do meu trabalho ela pediu mais análises porque passei a tomar ao almoço ou ao jantar em vez do pequeno almoço para ver se se mantém ou não...
Fora isso é o ferro porque tenho tendência para anemia desde pequena :P

[Por: silamelo83 @ 2010.09.28 - 23:58 | Responder | Imprimir ]





Re: Qual é o consenso sobre as necessidades diárias de proteínas ?

Já agora acrescento só duas coisas. A B12 resiste a temperaturas até aos 100ºC. Isto significa que em assados e fritos é natural que a B12 vá dar uma voltinha ao espaço.
Também quero tornar claro que não quero com isto desmotivar os vegans a tomar suplementos de B12. Apesar de os vegetais e até a água "contaminada" nos possa fornecer B12 e as bactérias da B12, a generalidade das pessoas não tem possibilidade ou oportunidadede para ingerir desta forma a B12 de que o seu organismo necessita.

[Por: gnanaatman @ 2010.09.27 - 19:56 | Responder | Imprimir ]

Re: Qual é o consenso sobre as necessidades diárias de proteínas ?

Mas de facto estas quantizações dos nutrientes são um belo de um negócio. Não questionamos fontes e aceitamos o que os srs. drs. nos apresentam. Não que os queira ofender (até porque percorreram um longo caminho até onde chegaram), mas esta lenga-lenga toda dos valores recomendados já irrita. Cada um deve adequar o seu consumo às suas necessidades próprias, ao que o corpo lhe pede (mas claro que não se descura algum acompanhamento especializado, só acho esta coisa das contas para ver se consumo o correcto um exagero). Penso que suplementos são um pouco desnecessários, mas cada um é que sabe, aliás não quero de qualquer maneira ofender.

Saudações :)


gnanaatman escreveu:
> Já agora acrescento só duas coisas. A B12 resiste a temperaturas até aos
> 100ºC. Isto significa que em assados e fritos é natural que a B12 vá dar
> uma voltinha ao espaço.
> Também quero tornar claro que não quero com isto desmotivar os vegans a
> tomar suplementos de B12. Apesar de os vegetais e até a água "contaminada"
> nos possa fornecer B12 e as bactérias da B12, a generalidade das pessoas
> não tem possibilidade ou oportunidadede para ingerir desta forma a B12 de
> que o seu organismo necessita.

[Por: patanhicas @ 2010.09.28 - 01:07 | Responder | Imprimir ]

Dieta vegetariana causa atrofia muscular e pode deixar a pessoa paraplégica

Conheço uma senhora (que era vegetariana) e que esta de cadeira de rodas por não ingerir a quantidade necessaria de vitamina B12 por algum tempo.

Os médicos demoraram até descobrir a causa da atrofia muscular e ela perdeu os movimentos das maos e pernas.

Ela nunca comia carne (rica em B12) e a vitamina B12 não é muito comum em alimentos vegetais.

Os vegetarianos devem ter cuidado para garantir o mínimo suprimento vitamínico.

A causa da atrofia dessa senhora foi descoberta muito tarde, gastaram muito dinheiro achando que ela tinha doencas degenerativas e tal. A vida dela e da familia foi arrasada financeiramente, sem falar na saude.

Ser vegetariano e portanto NUNCA COMER carne é um exagero.

E, qualquer exagero gera problemas de saúde,

Tomem cuidado
(Por: Sandro)

[Por: @ 2011.02.03 - 03:49 | Responder | Imprimir ]

Re: Dieta vegetariana causa atrofia muscular e pode deixar a pessoa paraplégica

Isso não é culpa do vegetarianismo, mas da falta de informação. Além do mais existem inclusive omnívoros que têm carências de B12. A B12 não existe na carne, mas nas bactérias que se reproduzem nos alimentos de origem animal.
Um vegetariano bem informado sabe que tem de ingerir B12 seja em alimentos fortificados seja em suplementos.

[Por: cris @ 2011.02.03 - 09:50 | Responder | Imprimir ]


Re: Dieta vegetariana causa atrofia muscular e pode deixar a pessoa paraplégica

A falta absoluta de B12 por um periodo prolongado pode provocar problemas irreversíveis no sistema nervoso. Sendo que o sistema nervoso periférico comanda os musculos, os musculos tornam-se inactivos. Mas não porque haja algum problema com os musculos.
Todos os veggies e vegans sabem ou deveriam saber o cuidado a ter com a B12. Existem muitos suplementos de B12. Algumas pessoas optam por beber leite e queijo, outras por comer a menstruação da galinha.
Existem muitas alternativas no mundo moderno ao hábito de comer cadáveres.
Ou seja, é uma falácia afirmar que "Dieta vegetariana causa atrofia muscular."
Uma dieta vegetariana equilibrada não carece de qualquer ingrediente.

[Por: gnanaatman @ 2011.02.03 - 15:19 | Responder | Imprimir ]


Re: Dieta vegetariana causa atrofia muscular e pode deixar a pessoa paraplégica

Da mesma forma que colocou esse título, poderia colocar "Dieta omnívora causa aaa, bbb, ccc", substituindo aquelas variáveis por diversos problemas de saúde causados por dietas omnívoras desequilibradas. Porém, é sempre bom termos consciência de que há cuidados a ter, mas isso aplica-se a qualquer regime alimentar.

O facto da dieta vegetariana ser uma excepção à regra, faz com que os problemas particulares de uma dieta deste tipo que não foi bem planeada sejam generalizados. Doenças coronárias, problemas de colesterol, fígado gordo entre outros problemas de saúde poderiam, por seu lado, ser associados ao consumo de carne. Contudo, o importante (a este nível, pelo menos) é manter uma dieta saudável, seja qual for a nossa opção.

O que precisamos não é obrigatoriamente de carne, mas sim dos nutrientes que nela se encontram e que o nosso organismo necessita. Se existem fontes alternativas (e existem), podemos bem sobreviver sem comer animais.

[Por: gwencalon @ 2011.02.04 - 14:54 | Responder | Imprimir ]