Pastinacas

A pastinaca (também conhecida por cherivia ou cherovia) é uma raiz, parente da cenoura. Aliás, no aspecto são bastante semelhantes à cenoura; porém têm uma coloração mais pálida e um cheiro e sabor muito mais intenso – semelhante ao das nozes. Tal como as cenouras, as pastinacas são naturais da Eurasia e fazem parte da alimentação humana desde tempos antigos – sabemos que os gregos e os romanos já as incluiam na sua dieta. Até à introdução da batata, trazida do Novo Mundo, eram as pastinacas que ocupavam o seu lugar nos mais diversos pratos e receitas.


As pastinacas podem ser cozidas em água ou no vapor, assadas, estufadas, usadas para a confeccção de sobremesas, utilizadas como base de sopas e em pratos feitos na caçarola. Frequentemente, são ingeridas depois de transformadas em puré. Podem, até, substituir as batatas e as cenouras em qualquer receita. Para os mais gulosos, no caso de se adaptar receitas de bolos, convém reduzir ao açúcar, uma vez que as pastinacas são bastante doces!
Devem ter um tamanho entre pequeno e médio, e a raíz deve ter uma forma direita. Evita as que estiverem moles, as que pareçam secas, ou as que estejam manchadas.
Conservam-se bem mantidas no frigorífico, em sacos plásticos, por cerca de duas semanas.

Informação Nutricional
As pastinacas são mais ricas em vitaminas e minerais, do que a sua “prima” cenoura. Contêm pequenas quantidades de ferro e vitamina C. São particularmente ricas em potássio, com 600mg por cada 100g. As pastinacas são, também, uma excelente fonte de fibra. Cada 100g de pastinaca contém cerca de 55 calorias (230kJ) de energia.
Algumas pessoas podem desenvolver uma reacção alérgica às pastinacas. As folhas da pastinaca, podem também irritar a pele. Neste sentido é importante manuseá-las com todo o cuidado ou utilizando luvas.

Cultivo
As pastinacas não se dão em climas quentes, uma vez que o frio é necessário para o desenvolvimento e intensificação do seu sabor adocicado. Dão-se muito bem locais onde as estações do ano propícias ao crescimento das plantas são de curta duração. Preferencialmente o solo deve ser arenoso e lamacento; por oposição, solos demasiado rochosos ou argilosos não são adequados.
As sementes podem ser plantadas no ínicio da Primavera, assim que o solo esteja pronto para ser trabalhado. A sua colheita pode ser feita nos finais do Outono, (depois das primeiras geadas), e deve continuar ao longo do Inverno, até que o solo congele.
Mais do que as sementes de qualquer outro vegetal, as sementes da pastinaca deterioram-se facilmente se armazenadas por muito tempo, pelo que se aconselha o uso de sementes frescas todos os anos.

Atenção
Se andares em busca de vegetais selvagens, pelos campos ou bosques, é fácil confundir uma espécie venenosa e mortal - Conium maculatum – com as pastinacas. Por isso, aconselhamos-te a adquirires as pastinacas apenas nas superfícies comerciais.

Curiosidades
As pastinacas foram levadas para os Estados Unidos da América, pelos europeus, nos ínicios do séc. XVII, mas esta raíz de cor branco-cremoso nunca se tornou num dos petiscos preferidos, do outro lado do Atlântico.
Nos Estados Unidos da América, a maioria dos estados listaram a pastinaca selvagem como uma espécie nóxica e invasiva.
As pastinacas são usadas por alguns insectos para depositarem os seus ovos, sendo que as larvas, posteriormente, alimentar-se-ão deste vegetal.


Referências:
http://en.wikipedia.org/wiki/Parsnip
http://www.answers.com/topic/parsnip#after_ad3
Imagem retirada de http://en.wikipedia.org



Copyright Centro Vegetariano. Reprodução permitida desde que indicando o endereço: http://www.centrovegetariano.org/Article-417-Pastinacas.html

Inserido em: 2006.11.18 Última actualização: 2010.10.31

Comentar printer     E-mail   Facebook F

Alimentação > Alimentos > Legumes e outros vegetais
Pessoas > Artigos por Autor > Ana Rocha



Comentários



Sementes

Olá
Tenho interesse nesta planta e gostaria de cultivá-la. Moro no sul do Brasil, no estado do Rio Grande do Sul onde o inverno é rigoroso com incindências de geadas e creio que é possível a cultura desta espécie. Onde consigo as sementes?
(Por: Daniel Martin)

[Por: @ 2013.09.26 - 12:14 | Responder | Imprimir ]

Re: Sementes

> Olá
> Tenho interesse nesta planta e gostaria de cultivá-la. Moro no sul do
> Brasil, no estado do Rio Grande do Sul onde o inverno é rigoroso com
> incindências de geadas e creio que é possível a cultura desta espécie. Onde
> ementes?
> (Por: Daniel Martin)

Olá Daniel Martin, s
A Pastinaca é conhecida no Brasil por Batata Barôa, ou Batata Salsa
Podes encontrar as sementes em qualquer loja
de produtos agrícolas.
Espero ter ajudado.
Rosana Gratarolli - Santarém - Z5IUPortugal



(Por: Rosana Gratatolli)

[Por: @ 2015.03.22 - 12:59 | Responder | Imprimir ]

Re: Sementes

> > Olá
> > Tenho interesse nesta planta e gostaria de cultivá-la. Moro no sul do
> > Brasil, no estado do Rio Grande do Sul onde o inverno é rigoroso com
> > incindências de geadas e creio que é possível a cultura desta espécie.
> Onde
> > ementes?
> > (Por: Daniel Martin)
>
> Olá Daniel Martin, s
> A Pastinaca é conhecida no Brasil por Batata Barôa, ou Batata Salsa
> Podes encontrar as sementes em qualquer loja
> de produtos agrícolas.
> Espero ter ajudado.
> Rosana Gratarolli - Santarém - Z5IUPortugal
>
>
>
> (Por: Rosana Gratatolli)

Batata baroa (rio de janeiro) batata salsa ou mandioquinha em São-Paulo. Não sei se é a mesma coisa en quanto concordo que há semelhança. Pela cor interna acho que não

(Por: rafael)

[Por: @ 2016.03.16 - 15:38 | Responder | Imprimir ]




pastinaca

Minha avo' polonesa fazia vinho de pastinaca que era usado como remedio.
(Por: Amelia Szymanski)

[Por: @ 2010.03.21 - 21:56 | Responder | Imprimir ]


Agradecimento

A Confraria da Cherovia felicita o Centro vegetariano, por este artigo e pela sua intenção de esclarecer os Portugueses, bem como a de promover este legume.
Obrigado.
(Por: Confraria da Cherovia)

[Por: @ 2010.03.20 - 20:00 | Responder | Imprimir ]

Re: Agradecimento

Muito obrigada.

[Por: cris @ 2010.03.21 - 12:15 | Responder | Imprimir ]



Pastinacas

Olá,
As Pastinacas em Portugal costumam chamar-se Xerívias. Creio tratar-se do mesmo legume, ou estrei errada?
Obrigada,
SaU

[Por: sau @ 2007.01.12 - 13:52 | Responder | Imprimir ]

Re: Pastinacas

Sim trata-se do mesmo legume. No entanto, a designação é "chirívia" e não "xerivia".

[Por: centro @ 2007.01.14 - 12:06 | Responder | Imprimir ]



Onde?

Onde se podem encontrar pastinacas à venda?
há algum tempo que sei que existem, mas nunca as vi em lado nenhum...

[Por: 0 @ 2006.12.18 - 03:49 | Responder | Imprimir ]

Re: Onde?

Olá Neu!

Fico feliz pelo teu interesse nas pastinacas! São uma excelente opção gastronómica! eheh Realmente é difícil encontrar, mas posso dar-te algumas dicas... não sei onde vives, mas aqui na área do Grande Porto podes encontrá-la quer nos mercados de agricultura biológica, que, por exemplo e passo a publicidade, no supermercado "Modelo" do NorteShopping. Também podes falar nas mercearias locais, pois por vezes os pequenos produtores fornecem... Podem não estar disponíveis diariamente, mas se falares com o responsável pela área de legumes e vegetais, terás com certeza toda a informação necessária! Boa sorte na busca e não desistas!

[Por: Anose @ 2006.12.19 - 11:32 | Responder | Imprimir ]