Rejuvelac Rejuvelac

Rejuvelac: probiótico económico e simples

O rejuvelac é uma bebida probiótica resultante da fermentação de grãos de cereais integrais de agricultura biológica germinados ou não, principalmente do trigo, centeio, cevada, aveia, arroz ou kamut, mas também de pseudocereais como quinoa e amaranto. É extremamente simples de confeccionar e acessível no custo. Tem efeitos favoráveis sobre todo o sistema digestivo, uma vez que fornece ao organismo compostos saudáveis para a flora intestinal, nomeadamente bactérias benéficas.

Estas bactérias, naturalmente presentes no tracto intestinal e essenciais para o seu bom funcionamento e, consequentemente para todo o funcionamento dos órgãos, podem sofrer ser reduzidas devido a problemas de saúde da pessoa, má alimentação, toma de antibióticos artificiais, excesso de toxinas, etc.. Contudo, mesmo as pessoas saudáveis com uma alimentação correcta beneficiam em consumir produtos probióticos para manter um bom funcionamento do organismo e evitar doenças.

Assim, as bebidas e alimentos fermentados de forma natural e não pasteurizados providenciam uma excelente fonte de saúde, nomeadamente melhorando a digestão e apaziguando apetites, controlando infecções por candida albicans (candidíase), fortalecendo o sistema imunitário, aumentando a alcalinidade do sangue, fomentando a saúde do cólon e eliminando toxinas e resíduos não digeridos. Entre os exemplos contam-se o kombucha, o kéfir (de leite de soja, de sumo de fruta ou de água), o iogurte (de leite de soja), a chucrute, o tempeh, o miso, etc.

O rejuvelac é um alimento vivo e cru, uma bebida ligeiramente amarga, gaseificada, e cítrica, que possui uma actividade enzimática muito elevada. É rico em lactobacilos, proteínas, aspergillis oryzae, fosfatos, hidratos de carbono, sacarina, dextrina (quebra a glucose), vitaminas do complexo B, vitamina C e E. Pode ser bebido simples ou incorporado em batidos, sumos, queijos caseiros vegetais de frutos secos ou sementes agindo como fermento.

Para elaborar o rejuvelac, procede da seguinte forma:
Ingredientes:
1 chávena de grãos de trigo integral biológico
5 chávenas de água fria filtrada/engarrafada

Preparação:
Esteriliza um frasco de vidro com água a ferver.
Lava bem os grãos de trigo integral em várias águas. Coloca-os no frasco juntamente com a água fria. Cobre com um guardanapo ou tecido poroso seguro com um elástico.
Permite que fermente à temperatura ambiente afastado da luz solar por 24 horas (versão suave) ou 48 horas (versão forte), conforme o gosto . A água tornar-se-á turva, esbranquiçada, com espuma no topo com um aroma levemente ácido. Está pronto a beber ou a guardar no frigorífico num frasco de vidro cerca de cinco dias. Se a bebida apresentar algum sedimento, coa-a. Ao servir podes juntar sumo de limão fresco, o que melhora muito o paladar do rejuvelac. Bebe 100 ml duas vezes por dia em qualquer horário.

O processo pode e deve ser repetido mais duas vezes usando o mesmo trigo e deixando fermentar por apenas 24 horas de cada vez.
Podes mexer o rejuvelac uma ou duas vezes por dia com um talher não metálico ou simplesmente agitar o frasco. No final de todo o processo podes consumir o trigo, por exemplo em massa para pães, recheios, batidos, etc..
Se o cheiro for pútrido, é sinal que o rejuvelac se estragou; não o consumas e usa tudo para adubo, por exemplo.
O rejuvelac é muitas vezes também feito com grãos integrais na fase inicial da germinação.

Método para germinação:
Lava bem os grãos integrais em várias águas. Demolha-os num germinador ou numa taça com água fria filtrada/engarrafada durante 12 horas. Volta a lavá-los e coa muito bem até não restar água. Deixa no germinador e segue as instruções dele ou então usa um recipiente de vidro ou louça. O local deve ser arejado mas longe da luz solar directa. Os tempos de germinação variam consoante o clima, o tipo de grão e o recipiente de germinação. Na maioria dos métodos é necessário lavar os grãos de 12 em 12 horas e coá-los muito, muito bem, voltando a colocá-los no sítio para germinar. Basta que os grãos germinem cerca de meio centímetro para estarem aptos para o rejuvelac de grãos germinados. Se não necessitares de todos os rebentos, podes deixar germinar mais um pouco para usar em saladas, pães ou salteados, por exemplo ou guardá-los no frigorífico em recipiente hermético e usá-los rapidamente.

Depois, procede exactamente como descrito acima para os grãos não germinados.

Também podes usar os grãos germinados moídos no liquidificador com alguma da água e então depois seguir as instruções iniciais.

 

Referências:
http://www.rejoiceinlife.com/recipes/rejuvelac.php
http://sproutpeople.org/seeds/wheat.html
http://www.ehow.com/how_2320602_make-rejuvelac.html
http://leitedaterra.blogspot.com/2009/03/rejuvelac-de-conceicao-trucom.html
http://www.superfoods-for-superhealth.com/rejuvelac.html
http://drmanso.com/patient-education-guide/rejuvelac-friendly-bacteria

 



Copyright Centro Vegetariano. Reprodução permitida desde que indicando o endereço: http://www.centrovegetariano.org/Article-574-Rejuvelac--probi-tico-econ-mico-e-simples.html

Inserido em: 2011.04.30 Última actualização: 2011.04.30

Comentar printer     E-mail   Facebook F

Pessoas > Artigos por Autor > Ana Soares
Alimentação > Alimentos > Fungos e outros