Quando o Ambiente é a saúde da Mulher

Apesar da vida moderna revelar uma mulher preparada para todas as situações, e aparecerem anúncios que fazem crer que as alterações menstruais são apenas algo que passa com a absorção de determinados medicamentos, a realidade é bem diferente.
Para muitas mulheres o seu ciclo menstrual é confuso e doloroso, tornando-as irritáveis e agressivas, e, infelizmente, para algumas pessoas algo ignorantes, tal situação torna-se motivo de chacota e alvo de piadas.A realidade é que, em algumas alturas do ano, certas mulheres têm tendência para ficarem stressadas e num estado de ansiedade exasperada!
Se algumas conseguem resolver o seu problema através da ingestão de fármacos, muitas outras prosseguem nesta luta inglória mês após mês.
Embora haja médicos que tratam destes problemas, existe a possibilidade de se recorrer à ervanária, mas consultas a naturopatas são bastante caras, conjuntamente com o preço dos medicamentos naturais que são proibitivos para uma bolsa tamanho-português.
Sem querer incorrer no pecado de tentar substituir o valor de uma consulta a um ginecologista ou médico naturista, este artigo procura indicar algumas soluções, recorrendo a ervas que provavelmente nunca ouviu falar.
Muitas adolescentes sofrem de perturbações durante o seu período menstrual, os quais, para além de ansiedade, dores, stress, tendência para o suicídio e agressividade, ainda englobam um agravamento do acne e, por vezes, descargas vaginais esbranquiçadas ou amareladas.
Enquanto estas malvadas hormonas não encontram a paz necessária, a salsaparrilha é um bom recurso para a estabilização das glândulas.
Muitas mulheres, adolescentes ou adultas, queixam-se, igualmente, de terem fluxos menstruais excessivamente abundantes, ocorrendo estes, em alguns casos, durante cerca de 10 dias, conjuntamente com dores tão fortes que são equivalentes às dores do parto.
Evening Primrose ou borragem, em comprimidos que se vendem até em hipermercados, na secção de produtos naturais, conjuntamente com a aplicação dos óleos destas plantas para suprimir faltas de ácidos gordos essenciais e ácido linólicos essenciais, tomados diariamente, poderão diminuir ambos os problemas logo ao fim do primeiro mês de tratamento, embora este deva ser feito com rigor.
É igualmente importante a ausência de medicamentos e alimentos altamente processados ( como a propalada junk-food) devendo-se iniciar uma alimentação baseada em vegetais e legumes. Com esse tipo de tratamento, o fluxo menstrual ficará reduzido para cerca de 3 dias.Quando as dores menstruais são realmente insuportáveis, é importante verificar as suas causas primárias.
Muitas vezes tal pode indicar uma falta de progesterona. Ervas como Dong Quai, Wild Yam ou Chaste Tree Berries poderão normalizar esta situação, pois não contêm hormonas, embora providenciem o material necessário para que o nosso corpo as produza.
Se tomar qualquer destes produtos individualmente, comece por 2 cápsulas por dia, após a ovulação e aumente para 6 cápsulas, 2 ou 3 vezes por dia. Continue até o início da menstruação, e depois pare até ao início da ovulação.
Sentirá uma grande diferença na altura do segundo ciclo, se não for antes!
Como alternativa, uma mistura em partes iguais destas plantas em tintura (a American Botanical Pharmacy tem uma excelente – 888*437*2362) poderá ser tomada ao longo de todo o ciclo, sendo denominada, inclusive, de Fórmula das Mulheres.
A aplicação de antiespasmódicos e relaxantes musculares naturais são extremamente eficazes, como a Black Cohosh, a Valeriana, a Lobélia, ou a Wild Yam.
Para os nervos, a lobélia, a flor do maracujá, a camomila, a Gotu Kola ou a Erva de Gambir.
Uma das plantas mais extraordinárias, especialmente para quem atravessa períodos difíceis de muito stress ou menstruações de endoidecer qualquer mulher, a Erva de S. João é extraordinária, assim como o salgueiro branco ou a Scullcap.
A Erva de S. João tem sido objecto de estudos de várias instituições dedicadas a pesquisas, devido ao seu potencial antidepressivo, estando a aplicar-se em casos bastante graves.
Os antiespasmódicos também podem ser aplicados, em compressas, nas áreas afectadas, fazendo um chá destas ervas e deixando arrefecer até atingir a temperatura do corpo, saturando, posteriormente uma toalha ou compressa e aplicando seguidamente.
Da Arnica resulta um preparado homeopático excelente para as dores, que surge no mercado em gel ou óleo de massagem para aplicação externa, assim como uma essência floral denominada Remédio de Salvação.
O magnésio é também uma arma poderosa, no início de cada episódio, devendo ingerir-se cerca de 400 mg. Se resultar, experimente ingerir tabletes de 100 mg diariamente, ao jantar.
Pode-se aumentar a dosagem até cerca de 1000 mg, desde que tal não se repita durante muitos dias.
A casca de salgueiro, tomada na forma de chá, de 4 em 4 horas, possui o mesmo efeito da aspirina nas dores, pelo que é outro recurso a considerar.
Para quem sofre de enxaquecas, poderá socorrer-se de chá de camomila, feno ou lavanda, sendo igualmente utilizado para dores de dentes. Para precaver as dores de cabeça das enxaquecas, a solução é tomar uma chávena de chá de lavanda todos os dias!
É NECESSÁRIO APLICAR-SE SEMPRE QUALQUER PRODUTO A TÍTULO EXPERIMENTAL, POIS CADA ORGANISMO POSSUI A SUA PRÓPRIA REACÇÃO, PODENDO EXISTIR ALERGIAS!
Por experiência própria, sei que se torna difícil a aquisição de algumas destas plantas, pois a maior parte das ervanárias não possuem o conhecimento necessário para adquirir tais ervas, e não sabe aconselhar aonde poderá adquiri-las.
A resposta está no mesmo sítio aonde foi buscar esta informação: na Internet, onde poderá encomendá-las e recebê-las comodamente em sua casa!
http://www.homehealthresource.net/
http://www.blessedherbs.com/
http://www.frontierherb.com/
http://www.baldwins.co.uk
http://www.linglesherbs.com
http://www.crimson-sage.com
http://www.richters.com
http://www.papagenos.com
http://www.garden.com
http://www.pennherb.com/
Não esquecer que a base de tudo começa na diminuição de alimentos e produtos nocivos ao nosso organismo.
Existem deficiências que podem levar a estas consequências, assim como é necessário obter-se um rigoroso historial clínico da nossa família, pois algumas vezes as cólicas menstruais fortes poderão ser o indício da presença de algo grave, pelo que deverá efectuar exames clínicos que poderão detectar a tempo estas anomalias.
Haja saúde!


Copyright Centro Vegetariano. Reprodução permitida desde que indicando o endereço: http://www.centrovegetariano.org/Article-85-Quando-o-Ambiente---a-sa-de-da-Mulher.html

Inserido em: 2002.05.09 Última actualização: 1999.11.29

Comentar printer     E-mail   Facebook F

Pessoas > Artigos por Autor > Sandra Almeida
Saúde > Sexualidade
Saúde > Saúde da Mulher