Filipendula ulmaria (Meadowsweet) – aspirina natural

A Ulmária é uma planta perene com caule erecto, encimado por flores branco-creme, e apresentando folhas alternas, grosseiramente dentadas, munidas de estipulas palmadas. Produz frutos, que são vesículas monospérmicas.
A espécie, relativamente vulgar em estado espontâneo, cresce ao longo dos cursos de água, junto das fontes e nos sítios húmidos, sendo usada como planta medicinal desde a Antiguidade. São colhidas geralmente as flores, cuja secagem é feita em camada fina e regular, à sombra, ou num secador, a uma temperatura que não ultrapasse os 35ºC. Apanham-se, igualmente, as folhas novas e os rizomas.
Todas estas partes contêm glicosídeos, a gaulterina e a espireína, vestígios de heliotropina, um pigmento amarelo, vanilina e ácido salicílico livre, derivado da decomposição da gaulterina.
As flores secas são usadas na preparação de tisanas antigripais, como diaforéticos para baixar a febre e contra as dores reumatismais. As folhas e as flores têm um poderoso efeito diurético e são utilizadas para acalmar as dores da bexiga e dos rins.
Os seus efeitos, para diversas afecções, são os mesmos das aplicações das aspirinas.
São consumidas em infusão (1 colher de café de partes activas para uma chávena de água; 2-3 chávenas por dia) ou em maceração (1 colher de café por chávena de água, deixando macerar durante 10 horas). A decocção, a maceração e a própria planta libertam um odor característico de metil-ester do ácido salicílico.

Acções Terapêuticas:
Anódina, anti-ácida (protege e acalma as membranas mucosas do trato digestivo), efeitos anti-bacterianos (Bacillus subtilis, Corynebacterium diphtheriae, Diplococcus pneumoniae, E. coli, Klebsiella pneumoniae, Staph. aureus, Staph. hemolyticus, Strep hemolyticus, Strep pyogenes, Shigella dysentericae, Shigella flexneri), anti-inflamatória, anti-reumática, adstringente, e promove a excreção do ácido úrico.

Indicações Clínicas:
Fibromialgias, gota, dores-de-cabeça, osteoartrites, úlceras pépticas, artrite reumática, azia, hiper-acidez, náuseas.

Contra-indicações:
Pode ser causadora de hipersensibilidade alérgica a pessoas sensíveis a salicílicos. Não existem dados suficientes para fornecer informações sobre interacções com medicamentos.

Constituintes químicos:
Ácido cítrico, coumarine, flavonóides (avicularine, hyperoside, derivados de kaempferol, polifenólicos, derivados de quercetina, rutina), glicosídeos fenólicos, gaulterina, monotropina, tanino, vitamina C, óleos voláteis (anisaldeíde, etilsalicilatos, metoxibenzaldeíde, salicilaldeíde).
Não são conhecidas substâncias tóxicas.

Para quem necessita de tomar uma aspirina, para aliviar sintomas das afecções acima indicadas, esta é uma excelente opção, enveredando-se por um produto natural.


Copyright Centro Vegetariano. Reprodução permitida desde que indicando o endereço: http://www.centrovegetariano.org/Article-89-Filipendula-ulmaria--Meadowsweet----aspirina-natural.html

Inserido em: 2002.05.09 Última actualização: 1999.11.29

Comentar printer     E-mail   Facebook F

Pessoas > Artigos por Autor > Sandra Almeida
Saúde > Medicinas Alternativas