Categoria: Saúde > Medicinas Alternativas

Artigos (16)



Limão Limão

Usos Medicinais do Limão

Um fruto muito comum em Portugal, o limão é um verdadeiro medicamento caseiro. É rico em vitamina C, flavonóides, vitaminas do complexo B, cálcio, cobre, ferro, magnésio, fósforo, potássio e fibra; equilibra a química do organismo, pois sendo ácido com um pH de 3.5, contém um composto de bicarbonato de potássio alcalinizante, o qual interage com os ácidos metabólicos do organismo, contribuindo assim para um estado alcalino dos fluídos do organismo, ideal para evitar várias doenças.



Ler printer     E-mail   Facebook F



Desintoxicações sazonais

As desintoxicações sazonais são medidas bastante úteis, uma vez que têm como objectivo purificar o organismo de substâncias tóxicas prejudiciais a uma boa saúde. É quase inevitável não estar exposto a estas substâncias, como por exemplo, poluentes ambientais, pesticidas, dependências tabágicas e alcoólicas e as resultantes de erros alimentares também.



Ler printer     E-mail   Facebook F



Restabelecer o equilíbrio após as festividades

As festividades de Inverno (magustos, Natal, Passagem de Ano, celebrações religiosas, jantares e almoços de Natal empresariais, familiares e entre amigos), acarretam quase sempre alguns excessos alimentares, financeiros, consumistas e mesmo emocionais. É uma época caracterizada por algum desafogo financeiro, mas também por mais despesa em produtos alimentares excepcionais, decorações e presentes, ao mesmo tempo que há mais sensibilização para questões sociais, introspecção, balanço do ano que termina, lembrança dos entes queridos ausentes e proximidade familiar.



Ler printer     E-mail   Facebook F



Tratamentos Caseiros

Na flora e na fauna do nosso planeta, várias são as espécies em habitat natural que sabem empregar recursos para se tratarem de ferimentos ou outras maleitas que as possam assolar. Para além das defesas imunitárias, o habitat circundante geralmente oferece soluções para problemas de saúde. O ser humano também aprendeu a usar e a estudar esses recursos desde há milénios, pelo que hoje em dia existem no mercado e na Internet várias publicações e especialistas que se debruçam sobre este assunto.



Ler printer     E-mail   Facebook F



equinácea equinácea

Equinácea

Os índios americanos foram, provavelmente, os primeiros a usar a equinácea, uma planta herbácea originária da América do Norte. Usavam-na sobretudo para cicatrizar feridas e para picadas de serpentes. Hoje em dia, embora os seus usos sejam sobretudo outros, a equinácea é cada vez mais usada pelos ocidentais. A raiz da echinacea purpurea é essencialmente usada em produtos medicinais, sendo conhecida pelas suas propriedades de combate a gripes e constipações.



Ler printer     E-mail   Facebook F



Ginkgo Biloba: árvore «imortal»

Como sucedeu com diversas espécies da fauna e da flora, as Ginkgo bilobas foram dizimadas no fim da era secundária. Na era seguinte, provavelmente devido a variações climatéricas, estavam quase totalmente extintas. Esta árvore, que se tinha expandido um pouco por todo o hemisfério norte, a partir do quartenário apenas se encontra a leste da China.
A origem da ginkgo biloba remonta, pois, a mais de 180 milhões de anos. E as árvores mais antigas ocupam solo chinês, onde chegam a atingir mais de 30 metros de altura e 20 metros de perímetro e algumas têm aproximadamente 3000 anos.

Ler printer     E-mail   Facebook F



Insónias – Esse mal terrível

Quem sofre de insónias constantemente vê a sua vida alterada nos mais diversos actos quotidianos, não conseguindo controlar muitos dos sintomas que se vão instalando meses após meses de sofrimento. As insónias podem ser causas, mas também consequências de doenças mais graves. Porém, para as combater podem-se adoptar determinadas medidas preventivas ou que diminuam os seus efeitos perniciosos, conseguindo obter uma boa noite de sono descansado.

Ler printer     E-mail   Facebook F



Soluções para esquecer a balança

Numa sociedade constantemente invadida por campanhas de marketing são muitas as soluções apresentadas para perder os quilos indesejados. No entanto, os especialistas advertem que nem todos os tratamentos são adequados, e muitos chegam mesmo a ter efeitos adversos para a saúde dos pacientes. As dietas estivais e o consumo de produtos apresentados como light, “linha zero” ou “dietéticos”, que por vezes escondem outras armadilhas a nível de nutrientes ou ingredientes, também não são as soluções mais convenientes.
O tratamento para a obesidade pode estar numa medicação acompanhada de uma alimentação o mais variada e equilibrada possível, exercício físico e alteração do estilo de vida. Algumas especialidades da medicina alternativa também propõem soluções que contribuem para a diminuição do problema. Mas o mais importante mesmo é evitar os erros alimentares.

Ler printer     E-mail   Facebook F



Chá, remédio natural (H - V)

O chá é uma bebida feita a partir de folhas, flores, sementes, cascas, raízes ou frutos de uma planta.
A quantidade de chás à nossa disposição é imensa e existem para todos os gostos. Também as suas propriedades são as mais variadas: refrescantes, estimulantes, desinfectantes, diuréticas, expectorantes, digestivas, calmantes, tónicas, anti-espasmódica, antisséptica, adstringentes, febrífugas, etc.
As infusões são fáceis de preparar, económicas, muito raramente apresentam efeitos secundários ou contra-indicações e geralmente podem ser tomadas por qualquer pessoa, o que as torna em excelentes remédios naturais.


Ler printer     E-mail   Facebook F



Chá, remédio natural (A - G)

O chá é proveniente dos rebentos verdes e frescos da planta Camellia Sinensis, da família das Teáceas. Porém, também se designam como chás as infusões provenientes de outras plantas. Consoante o processo de fabrico que é utilizado, assim se obtêm os vários tipos de chá. Uma chávena de qualquer tipo de chá obtém-se colocando água a ferver sobre alguma substância, deixando ficar em contacto durante certo tempo para lhe extrair os princípios alimentícios ou medicamentosos.
As infusões de plantas são medicamentos naturais para tudo um pouco. As doenças que aliviam, combatem ou previnem são por isso as mais variadas: dores menstruais, doenças do aparelho digestivo, cefaleias, constipações, gripes, febre, afecções das vias respiratórias, cálculos renais, problemas do fígado, mau hálito, insónias, diarreia, etc.

Ler printer     E-mail   Facebook F



Chá: propriedades e benefícios

Os chás tradicionais, principalmente o preto, além de polifenóis contêm betacaroteno, vitaminas B1, B2, B6 (essencial para o metabolismo das proteínas), C e ácido fólico, importante para a divisão celular. São ainda ricos em magnésio e potássio. O primeiro é importante para os ossos. O segundo é vital para os batimentos cardíacos, os músculos e os nervos.
Uma das substâncias do chá verde é a teofilina, que ajuda a dilatar os brônquios, melhorando a respiração dos asmáticos. O chá verde previne ainda a formação de pedras na vesícula e nos rins, além de normalizar a função da tiróide e regenerar a pele.
Vários estudos apontam que a ingestão de chá é responsável pela redução do risco de doenças coronárias, diminuição dos níveis de colesterol, preservação da densidade óssea, prevenção de alguns tipos de cancro, diminuição da fadiga, redução do peso, diminuição do risco de cárie dentária, protecção do organismo e facilidade de digestão.

Ler printer     E-mail   Facebook F



Filipendula ulmaria (Meadowsweet) – aspirina natural

A Ulmária é uma planta perene com caule erecto, encimado por flores branco-creme, e apresentando folhas alternas, grosseiramente dentadas, munidas de estipulas palmadas. Produz frutos, que são vesículas monospérmicas.
A espécie, relativamente vulgar em estado espontâneo, cresce ao longo dos cursos de água, junto das fontes e nos sítios húmidos, sendo usada como planta medicinal desde a Antiguidade.

Ler printer     E-mail   Facebook F



Os Remédios Florais de Bach

A Natureza é perita em demonstrar a sua supremacia nos tratamentos de doenças variadas, inclusive aquelas que nos surgem devido à intensificação dos modos de vida actuais.
Entre os finais do século 19 e princípios do século 20, o Dr. Edward Bach (1886-1936), um médico homeopata inglês, diplomado em saúde pública, acreditou no poder da mente sobre a manutenção de uma saúde perfeita, e mesmo na sua época de estudante de Medicina, era uma pessoa extremamente interessada nos próprios pacientes, e não apenas nas suas doenças.

Ler printer     E-mail   Facebook F



Cogumelos Chineses

Quem é cliente habitual dos restaurantes chineses, tem verificado a sua rápida expansão, e todos tivemos a experiência de ver, em filmes e séries estrangeiras, o hábito de consumo desta alimentação em casa, no escritório, ou noutros locais. Temos, agora, a oportunidade de comprovar o potencial deste negócio, o qual prolifera vertiginosamente como a comida italiana.
Mas se é fácil descobrirmos o que compõe a pizza ou os cannelones, a composição de um prato chinês torna-se uma tarefa detectivesca.


Ler printer     E-mail   Facebook F



Agnocasto: para além da castidade

História do Agnus castus

Esta árvore é uma das mais antigas na aplicação das fito-medicinas.
Tal como o historiador grego Plínio, o Velho, Hipócrates, Teofrast e Dioscorides, todos eles fizeram referência às suas propriedades, como supressor da líbido, como auxiliar no nascimento de crianças e no tratamento de maleitas femininas.

Ler printer     E-mail   Facebook F



A Ervanária e o Sistema Nervoso

Em nenhum outro sistema do nosso organismo existe a ligação entre aspecto físico e aspecto psicológico que existe no sistema nervoso!
A medicina ortodoxa tende a reduzir os problemas psicológicos a um nível bioquímico, assumindo que medicamentos “apropriados” resolverão o problema, ou então “escondê-lo-ão” o suficiente, para que possamos retomar a nossa “vida normal”!

Ler printer     E-mail   Facebook F