Bem-vind@ Visitante! Registo / Login | Ficha Técnica | Órgãos Sociais | FAQ do Centro
Categoria: Alimentação > Alimentos > Legumes e outros vegetais




Artigos (24)



Batidos de legumes e frutas: explosão crua de energia e sabores Batidos de legumes e frutas: explosão crua de energia e sabores

Batidos de legumes e frutas: explosão crua de energia e sabores

Os batidos de frutas e legumes são das formas mais fáceis, práticas e saborosas de aumentar o consumo de hortofrutícolas e outros alimentos saudáveis no nosso quotidiano. Podem até dispensar sopas e frutas nas suas formas mais convencionais, uma vez que já incluem os ingredientes de ambas na sua melhor apresentação: crua e líquida.



Ler printer     E-mail   Facebook F



Favas

A fava é uma planta hortense, rica em matéria azotada, glúcidos, proteínas e vitamina C. É muito cultivada na Cova da Beira e a sua época é a primavera e verão.
É diurética, favorável ao tratamento da gota, problemas de obstipação, do fígado, pele e rins.



Ler printer     E-mail   Facebook F



Leguminosas em tempo de crise Leguminosas em tempo de crise

Leguminosas em tempo de crise

As variadas leguminosas disponíveis no nosso país constituem um alimento nutricionalmente importante, muito económico, de fácil armazenamento, longa duração (especialmente na forma seca) e imensa versatilidade culinária.
Ervilhas, grão-de-bico, lentilhas, chícharos, feijocas, tremoços, favas, feijões frade, preto, catarino, azuki, branco, manteiga, mung, pedra, soja, vermelho, são, na sua grande maioria, variedades bastantes comuns no mercado, mesmo longe das cidades, quer na forma seca, pré-cozidos e embalados em frascos de vidro ou latas, congelados ou frescos.



Ler printer     E-mail   Facebook F



Alface Alface

Alface

A Primavera é uma estação do ano em que a energia é ascendente, tudo o que germinou no Inverno deita para fora os seus rebentos, folhas, flores e frutos. É também a época do ano em que o organismo está receptivo a processos de eliminação e desintoxicação, libertando-se dos excessos do Inverno. O órgão associado à Primavera é o Fígado e esta é a época indicada para o desintoxicarmos de gorduras acumuladas, ingerindo alimentos frescos, rebentos, sumos, entre outros.



Ler printer     E-mail   Facebook F



Espargos Espargos

Espargos

O espargo (Asparagus officinalis L.) é uma planta vivaz rizomatosa, pertencente à família das liliáceas, espontâneo em toda a bacia mediterrânica, conhecido desde tempos remotos pelas suas qualidades terapêuticas e diversidade gastronómica. É uma planta dióica, isto é, dá plantas femininas e plantas masculinas separadamente. Só as plantas femininas dão fruto, pequenas bagas avermelhadas. A sua textura é definida pela quantidade de fibras, sendo alguns demasiado fibrosos e, por isso, pouco apreciados na gastronomia. Os seus rebentos, conhecidos como turiões, rebentam directamente do solo (no Inverno). São a parte mais apreciada do espargo porque tenros, carnudos e comestíveis.



Ler printer     E-mail   Facebook F



Flores comestíveis Flores comestíveis

Flores comestíveis

As flores comestíveis podem ser um complemento excelente de qualquer refeição ou até mesmo servir de prato principal. Mas antes de te aventurares pela alimentação florida existem vários pontos que deves saber:
* Nem todas as flores são comestíveis, existindo algumas que contêm princípios tóxicos. Em caso algum deves consumir uma flor sem ter a certeza da sua espécie.
* Inicia o consumo de flores progressivamente, pois podes ser alérgico a alguma.
* As flores que vês nos jardins e floristas não são apropriadas para consumo pois não sabes em que condições foram criadas nem se fizeram uso de químicos ou pesticidas prejudiciais à sua saúde.
* Consome apenas flores frescas, preferencialmente colhidas pela manhã, com pétalas viçosas e bem desenvolvidas, não colha flores ainda em botão ou murchas.



Ler printer     E-mail   Facebook F



O tremoço O tremoço

O tremoço

O tremoço é uma leguminosa da mesma família da ervilha e da fava e bastante rico nutricionalmente: possui três vezes mais proteínas e duas vezes mais fósforo do que o leite de vaca, uma quantidade elevada de cálcio, vitaminas E e do complexo B, fósforo, potássio, ácidos gordos insaturados (ómega 3 e 6), ferro e fibras. Em regra, a composição nutricional é a seguinte: 36 a 52% de proteína, 5 a 20% de gordura, 30 a 40% de fibra alimentar.



Ler printer     E-mail   Facebook F



Dente-de-leão Dente-de-leão

Dente-de-leão

Erva super nutritiva a um custo mínimo ou nulo - basta olhar para os campos e jardins à sua volta na Primavera para poder ver e colher dente-de-leão em abundância.
Esta planta faz as delicias das crianças no Verão que sopram as suas sementes brincando ao jogo “O teu pai é careca?” e ajudando assim a disseminar o dente-de-leão, erva considerada por muitos como uma praga que invade jardins, relvados, matos, beiras de ruas e mesmo perto de praias e rios.
Mas o que muitos parecem não saber é que esta “erva daninha” é uma verdadeira super erva, altamente nutritiva e com importantes qualidades medicinais.



Ler printer     E-mail   Facebook F



Hortofrutícolas: os superalimentos do século XXI Hortofrutícolas: os superalimentos do século XXI

Hortofrutícolas: os superalimentos do século XXI

O baixo consumo de hortícolas e frutos está entre os 10 principais factores de risco para a mortalidade global – causando, cerca de 31% da doença isquémica cardíaca e 11% dos enfartes.
Calcula-se que cerca de 2,7 milhões de vidas podem ser potencialmente salvas todos os anos se se aumentasse o consumo de hortofrutícolas - ex. entre 20-30% dos cancros do tracto gastrointestinal superior podiam ser prevenidos.

Ler printer     E-mail   Facebook F



Sobre o espargo

O espargo, ou Asparagus officinalis L. ssp. officinalis é um legume da família das Liliáceas e foi inicialmente usado pelos holandeses. Pode ser branco, verde ou violeta consoante o grau de exposição ao ar dos caules, mais ou menos fino e até bravo ou silvestre. Cerca de 90% dos espargos são água, e estes contém proteínas, hidratos de carbono, vitaminas A e B e sais de fósforo, cálcio e magnésio.

Ler printer     E-mail   Facebook F



Sobre o funcho

O funcho, ou foeniculum vulgare, é um legume da família das Umbelíferas, também chamado funcho de Florença ou funcho doce, de que se utilizam as sementes, as folhas e o bolbo. É usado como especiaria, erva aromática ou legume, mas vamos falar agora apenas do legume.

Ler printer     E-mail   Facebook F



Sobre o aipo Sobre o aipo

Sobre o aipo

O aipo era usado pelos Gregos e Romanos como planta decorativa. Só na Renascença é que os europeus começaram a cultivá-lo, existindo aproximadamente 30 variedades com os mesmos princípios nutricionais, que se dividem em 2 grupos: o aipo cultivado, ou hortense, ou aipo de folhas e talos – de que se distinguem o dourado, ou branco, e o verde - e o aipo de cabeça, ou aipo nabo, ou aipo rábano ou vermelho.

Ler printer     E-mail   Facebook F



Sobre a curgete

A curgete, ou cucurbita pego L., é um legume da família das Cucurbitáceas originária do México. É muito digestiva, pouco calórica, muito rica em água, potássio e vitamina A.



Ler printer     E-mail   Facebook F



Pastinacas Pastinacas

Pastinacas

A pastinaca (também conhecida por cherivia ou cherovia) é uma raiz, parente da cenoura. Aliás, no aspecto são bastante semelhantes à cenoura; porém têm uma coloração mais pálida e um cheiro e sabor muito mais intenso – semelhante ao das nozes. Tal como as cenouras, as pastinacas são naturais da Eurasia e fazem parte da alimentação humana desde tempos antigos – sabemos que os gregos e os romanos já as incluiam na sua dieta. Até à introdução da batata, trazida do Novo Mundo, eram as pastinacas que ocupavam o seu lugar nos mais diversos pratos e receitas.



Ler printer     E-mail   Facebook F



Benefícios do alho

O alho pertence ao género Allium, assim como a cebola e a chalota, entre outras plantas. A maioria das propriedades do alho deve-se aos seus vários compostos de enxofre. Quando se tritura ou mastiga o bolbo, a aliína, um destes compostos, transforma-se em alicina (responsável pelo odor e alguns dos efeitos terapêuticos), e parte desta decompõe-se em outros produtos sulfurosos também com propriedades medicinais. Cozinhar o alho inibe a formação de alicina e elimina algumas das outras substâncias terapêuticas.

Ler printer     E-mail   Facebook F



A riqueza da abóbora A riqueza da abóbora

A riqueza da abóbora

Este fruto da aboboreira tem a sua origem na América Central, onde sementes de frutos relacionados— como o pepino, a melancia e o melão— foram encontradas e datadas de 7000 a 5500 a. C.. Também para os Ameríndios a abóbora (Cucurbita pepo) era um dos principais constituintes alimentares, sendo consumidas fatias assadas na fogueira e urdidos tapetes com tiras secas.



Ler printer     E-mail   Facebook F



Sobre os espinafres Sobre os espinafres

Sobre os espinafres

O espinafre é uma hortaliça com enorme valor fisiológico e nutritivo, bastante rico em vitaminas, minerais em forma de sais, clorofila, oligoelementos e fermentos. 100g de espinafre contêm 93 g de água; 2,3 g de proteínas; 0,3 g de gordura e 1,8 g de hidratos de carbono e apenas umas 20 calorias.
Também contém quercitina, um fitoquímico com propriedades antioxidantes, vitamina K, magnésio e manganésio.



Ler printer     E-mail   Facebook F



Beterraba

A beterraba tem uma cor vermelha intensa e pode ser comida crua ou cozida.
É frequente pensar-se que a beterraba vermelha tem muitas calorias, por se confundir com uma outra variedade, a beterraba açucareira (branca), a partir da qual se extrai o açúcar. No entanto são variedades com características diferentes.


Ler printer     E-mail   Facebook F



Lentilhas

Originárias do Médio Oriente, estão actualmente difundidas na Europa, África e Ásia. Eram cultivadas no Egipto antigo há mais de 8000 anos. Actualmente cultivam-se sobretudo na Turquia, Índia, Canadá, Bangladesh, China e Síria. Os escritos hindus sagrados consideram-nas como doces, adstringentes, refrescantes e favorecendo o sono.

Ler printer     E-mail   Facebook F



Sementes de sésamo

As sementes de sésamo, também chamadas de gergelim, são usadas para fazer um creme para barrar, o tahini. São também utilizadas para polvilhar saladas. Têm uma grande riqueza de gorduras insaturadas (cerca de 50%), o que as torna particularmente benéficas para a prevenção das doenças cardiovasculares e diminuição do colesterol.

Ler printer     E-mail   Facebook F



Alfarroba - cacau fingido

Alfarroba é uma planta da família das leguminosas, cujas sementes são utilizadas para preparar um pó que substitui o cacau em muitas receitas. A goma é usada como espessante em iogurtes e outros alimentos industrializados.
Tem um sabor delicioso, adocicado, de chocolate amargo, que substitui o cacau. Na Europa, principalmente na Espanha, a alfarroba já é acrescentada a vários doces.

Ler printer     E-mail   Facebook F



Beringela

A beringela é um ingrediente comum na cozinha indiana, grega e francesa. É oriunda da Índia e parte do sudoeste Asiático, mas o seu cultivo estendeu-se a todo o mundo.
A beringela crua é um vegetal/fruto muito pouco calórico, com apenas 16 calorias em 100 gramas. É muito rica em água (93%) e fornece boas quantidades de potássio (200 mg/100g de beringela). Contribui com fibra alimentar (2,5 g/100 g), cálcio (10 mg/100 g) e fósforo (12 mg/100 g de beringela).

Ler printer     E-mail   Facebook F



Alcachofras

As alcachofras, originárias da Europa mediterrânica, são da família dos cardos. Na Idade Média eram consideradas afrodisíacas. Contudo, no século XVIII, graças à opinião de alguns médicos, mereceram um estatuto medicinal devido ao facto de serem consideradas eficazes na cura de febres. Mas foi após a Segunda Guerra Mundial que o seu consumo alimentar se generalizou.
São nutricionalmente ricas em potássio, possuem propriedades diuréticas, são purificantes e desintoxicantes. São pois um excelente alimento para quem sofre de hipertensão arterial, gota, reumatismo e artrite.

Ler printer     E-mail   Facebook F



Sobre os Brócolos

Os brócolos são excelentes fontes de vitamina C, e contêm betacaroteno, ácido fólico, ferro e potássio.

Ler printer     E-mail   Facebook F






Login*:
Palavra-passe*:

Registo / Login

logo Twitter

logo Facebook

Levedura de cerveja em pó Midzu 125g
Levedura de cerveja em pó Midzu 125g
Alimento rico em vitaminas e minerais. Sem glúten.

Hospedagem/Moradia Vegan
Olá pessoal, Sou brasileira e estou indo para ...
[ vanessacouto @ 2014.04.07 - 19:15 ]

Sites para encomendar comida
Bom dia, Gostaria de perguntar-lhes o que pensa...
[ CristinaCapela @ 2014.03.22 - 22:11 ]

Re: CEREAIS GERMINADOS
A maioria dos grãos biológicos, desde que inteiros...
[ cris @ 2014.03.05 - 18:05 ]

Re: Alimentação de bébé
Existem fórmulas à base de soja, as que também usa...
[ cris @ 2014.03.05 - 18:04 ]

Re: Kombucha
Em https://www.facebook.com/groups/212887238773306...
[ cris @ 2014.03.05 - 18:04 ]