Bem-vind@ Visitante! Registo / Login | Ficha Técnica | Órgãos Sociais | FAQ do Centro

Como entrar no vegetarianismo / veganismo

A mudança de alimentação, por muito benéfica que seja, não convém ser radical. Deve ser progressiva, de modo que a adaptação do corpo seja gradual. É importante para um vegetariano/vegano que tenha uma opinião esclarecida sobre alimentação e as transformações que irão ocorrer.


Isto não significa que no caso de a transição ser brusca as consequências sejam gravíssimas ou inultrapassáveis. A maior parte das pessoas reage simplesmente expulsando toxinas, com sintomas como diarreia, dores de cabeça ou confusão mental.
Em todo o caso, quando se muda de dieta (e, por consequência, de estilo de vida), há sempre muitos factores em jogo. Designadamente:

SAÚDE
Esta é talvez a principal grandeza em jogo. Em poucas palavras, nós somos o que comemos, e o nosso organismo necessita de tempo de adaptação.
Embora esteja mais do que provado que o vegetarianismo é benéfico para a saúde, uma mudança radical pode trazer complicações.
É conveniente até acompanhamento médico. Claro que já toda a gente sabe que deve fazer exames regulares para evitar complicações futuras e quase ninguém os faz. Mas para alguém que tem preocupações de saúde e bem-estar um corte com a tradição fica sempre bem a este nível também.
Infelizmente mudar para uma dieta vegetariana implica, ainda, ir contra a cultura vigente. Ou seja, a maioria dos médicos ainda não são imparciais. E muitas vezes, por muito bem intencionados e profissionais que sejam não têm sequer conhecimentos mínimos para se pronunciarem acerca do vegetarianismo. O que se pode sugerir então é que procures num médico informação, eventualmente alguns exames de rotina para teres a certeza que tudo está bem. Mas se encontrares um médico mais antigo e radical, não te esqueças que o mais importante é sentires-te bem e pensares pela tua própria cabeça.

PRESSÕES SOCIAIS
Uma das grandes dificuldades na disseminação do vegetarianismo é, sem dúvida, a nossa resistência à mudança. Mesmo quando todas as evidências apontam num novo sentido, a tendência é muitas vezes continuarmos a fazer aquilo que sempre nos ensinaram.
Mas hoje, mais do que nunca, é sabido que o conhecimento, a informação, é de todas a melhor arma. Um vegetariano não tem de forçosamente ser, mas actualmente é importante que seja também, uma pessoa bem informada e segura da sua opção alimentar.


Dicas para uma transição sem sobressaltos (e não só):



1) LÊ. Pesquisa. Explora o assunto. Procura informações em livros e na Internet. A informação deve ser a tua arma.

2) REFLECTE. Pensa a respeito dos animais. Pensa a respeito do seu corpo. Pensa sobre a Terra. Despe-te de preconceitos e evita ideias convencionais. Considera o impacto das escolhas alimentares no mundo ao teu redor.

3) CONVERSA. Fala com vegetarianos. Fala com não-vegetarianos. Faz perguntas. Compara pontos de vista.

4) DEFINE OBJECTIVOS. Brinca com a ideia de te tornares vegetariano. Aposta com um amigo que consegues ficar um
mês ou dois sem comer no McDonald’s, por exemplo. Vê como te sentes com uma ideia como essa, como reages a um
desafio desses. Podes criar desafios sérios ou bem humorados.

5) COZINHA. Aprender a cozinhar pode ser muito interessante. Faz um curso de cozinha vegetariana, ou compra livros de culinária. Com isso ganhas independência na escolha da tua própria alimentação. Quanto mais receitas vegetarianas uma pessoa sabe preparar, mais fácil é a adaptação à nova dieta.

6) COME COM CALMA. Transforma o tua refeição num momento especial. Senta-te com calma, ouve músicas tranquilas, não te distraias com leituras ou televisão, não participes em conversas agitadas. Uma mastigação cuidadosa, sem pressa, é muito importante para qualquer vegetariano. Desfruta do prazer da mesa!

7) PRESTA ATENÇÃO. Tenta notar as necessidades do teu organismo. Não te recuses a dormir quando estiveres cansado, não te recuses a comer quando tiveres fome. Procura perceber se algum alimento produz mal estar no teu corpo. Nota se algum alimento te faz sentir cansado, irritado, agitado, ou sonolento. Respeita o seu corpo. Aprende a identificar as relações entre o que comes e o teu comportamento.

8) MUDA O TEU ESTILO. Tenta uma mudança no teu estilo de vida. Praticar um novo desporto, aprender uma dança, ou uma terapia (como yoga) ao mesmo tempo que uma mudança alimentar, pode ser uma boa forma de quebrar velhos condicionamentos.

9) PREPARA-TE. Irás enfrentar alguma resistência dos teus amigos ou da tua família. Deves estar preparado para isso. Reuniões de família podem ser particularmente stressantes, especialmente se há "tradições alimentares". Só tens de ser firme, mas cortês, e confiar nas tuas próprias capacidades e escolhas. Contactar alguém vegetariano pode ser um apoio valioso quando surgir alguma dúvida. Em todo o caso, é importante que valorizes a tua identidade acima de tudo.


Copyright Centro Vegetariano. Reprodução permitida desde que indicando o endereço: http://www.centrovegetariano.org/index.php?article_id=69

Inserido em: 2002.05.09 Última actualização: 1999.11.29

Comentar printer     E-mail   Facebook F

Consumidor Vegetariano > Truques e Dicas
Alimentação > Alimentação Vegetariana
Alimentação > Alimentação Vegana
Aos iniciados... > Transição



Comentários



Iniciante ao vegetarianismo

Me tornei vegetariana a pouco mais de um mês quase dois minha mudança foi lenta mas mesmo assim senti os efeitos no meu corpo tive diarreia e dor de cabeça assim que fiquei as primeiras 3 semanas sem carne, na minha familia e comum churrasco todo domingo e eu fui muito criticada "Quem não como carne tem falta de proteina" "Você esqueceu que quando teve anemia foi o pé de galinha que te curou" entre outros comentarios do tipo... Conversei com um professor meu que é ovo-lacto-vegetariano a 30 anos e ele me incentivou muito e me explicou varias coisas, então decidi mudar fui cada vez menos ingerindo carne minha transição durou 3 meses e estou muito melhor.
(Por: Gabriela Silva)

[Por: @ 2013.11.23 - 09:50 | Responder | Imprimir ]

Re: Iniciante ao vegetarianismo

Faz pouco tempo que virei vegetariano também. O curioso que os carnivoros sempre utilizam desse argumentozinho. Mal sabem que comer carne tanto faz mal para o animal que é assassinado como para o animal racional que consome. Minha vida tornou se muito mais saudável. Quanto as proteinas o PVT (Proteina Vegetal Texturizada), 3 castanhas por dia. Ou simplesmente comer arroz integral com feijão de vários tipos certamente supri a necessidade das proteinas e é muito mais saudável. Seu corpo e os animais agradecem.







> Me tornei vegetariana a pouco mais de um mês quase dois minha mudança foi
> lenta mas mesmo assim senti os efeitos no meu corpo tive diarreia e dor de
> cabeça assim que fiquei as primeiras 3 semanas sem carne, na minha familia
> e comum churrasco todo domingo e eu fui muito criticada "Quem não como
> carne tem falta de proteina" "Você esqueceu que quando teve anemia foi o pé
> de galinha que te curou" entre outros comentarios do tipo... Conversei com
> um professor meu que é ovo-lacto-vegetariano a 30 anos e ele me incentivou
> muito e me explicou varias coisas, então decidi mudar fui cada vez menos
> ingerindo carne minha transição durou 3 meses e estou muito melhor.
> (Por: Gabriela Silva)

(Por: rui molina)

[Por: @ 2013.11.23 - 11:37 | Responder | Imprimir ]



ser vegetarianao

gostei das informações vou tentar seguir. Será que poderiam mandar por email um começo desta alimentação que não seja tão radical pois tentei uma vez e por falta de informação não consegui continuar por favor. obrigada Roseli jundiaí.
(Por: Roseli Pizarro)

[Por: @ 2013.05.06 - 12:44 | Responder | Imprimir ]



Obrigada

Lendo essas dicas só senti a vontade de me tornar vegetariana aumentando. Senti como se estivesse conversando com um amigo, que só quero o meu bem! Obrigada pelo estímulo kkkkk Beijos

[Por: eduardamelo @ 2012.11.07 - 23:22 | Responder | Imprimir ]


"Brinca com a ideia de te tornares vegetariano. Aposta com um amigo que consegues ficar um
mês ou dois sem comer no McDonald’s, por exemplo."

Acho que esta é das melhores dicas. Fiz isto mesmo com um amigo, apostei com ele que ia aguentar mais tempo sem comer carne do que ele se fumar. isso incentivou me a nao tocar na carne nem para provar um prato. É um optimo incentivo.

[Por: 0 @ 2011.01.12 - 12:19 | Responder | Imprimir ]


Respeito aos Animais

Adorei as dicas.
Me tornei vegetariana faz hoje precisamente apenas 2 mêses.
E assim vou continuar. Não sinto falta de nada. A mudança foi fácil visto que, há muito tinha esta vontade de respeitar os animais só que, por receio de comentários pejorativos, nunca tomei coragem para iniciar.
Se bem que...já há anos vinha somente comendo (argh) frango e pescada pois não conseguia comer nada mais e mesmo assim já sentia uma certa culpa...
Já me criticavam por isso e viviam me chamando de esquisita...
Até que, conversando com um amigo virtual vegan, tomei coragem, foi como que um incentivo - embora não intencional - e decidi que não iria ligar a comentários alheios e iria seguir o que eu sentia.
Sinto-me muito melhor respeitando estes seres que, tanto como eu, têm direito à vida!!
(Por: Andreia Neves)

[Por: @ 2010.05.15 - 23:41 | Responder | Imprimir ]

Respeito aos Animais

Muito bem Andreia. Continua a fazer o que sentes que está certo. Outros te seguirão, vais ver.

> Adorei as dicas.
> Me tornei vegetariana faz hoje precisamente apenas 2 mêses.
> E assim vou continuar. Não sinto falta de nada. A mudança foi fácil visto
> que, há muito tinha esta vontade de respeitar os animais só que, por receio
> de comentários pejorativos, nunca tomei coragem para iniciar.
> Se bem que...já há anos vinha somente comendo (argh) frango e pescada pois
> não conseguia comer nada mais e mesmo assim já sentia uma certa culpa...
> Já me criticavam por isso e viviam me chamando de esquisita...
> Até que, conversando com um amigo virtual vegan, tomei coragem, foi como
> que um incentivo - embora não intencional - e decidi que não iria ligar a
> comentários alheios e iria seguir o que eu sentia.
> Sinto-me muito melhor respeitando estes seres que, tanto como eu, têm
> direito à vida!!
> (Por: Andreia Neves)

[Por: gnanaatman @ 2010.05.16 - 23:33 | Responder | Imprimir ]


Respeito aos Animais

Andréa, me tornei vegetariana mesmo há apenas 02 semanas. No meu processo, o mais difícil está sendo os comentários preconceituosos, inclusive das pessoas que menos esperava! Mas o correto pra gente não precisa mesmo ser o correto para os outros. O importante é ser feliz sem prejudicar qualquer ser vivo que seja! E isso estamos fazendo! Força, viu!

> Adorei as dicas.
> Me tornei vegetariana faz hoje precisamente apenas 2 mêses.
> E assim vou continuar. Não sinto falta de nada. A mudança foi fácil visto
> que, há muito tinha esta vontade de respeitar os animais só que, por receio
> de comentários pejorativos, nunca tomei coragem para iniciar.
> Se bem que...já há anos vinha somente comendo (argh) frango e pescada pois
> não conseguia comer nada mais e mesmo assim já sentia uma certa culpa...
> Já me criticavam por isso e viviam me chamando de esquisita...
> Até que, conversando com um amigo virtual vegan, tomei coragem, foi como
> que um incentivo - embora não intencional - e decidi que não iria ligar a
> comentários alheios e iria seguir o que eu sentia.
> Sinto-me muito melhor respeitando estes seres que, tanto como eu, têm
> direito à vida!!
> (Por: Andreia Neves)

(Por: Gisele Oliveira)

[Por: @ 2010.09.27 - 17:49 | Responder | Imprimir ]



adorei as dicas são otimas para um iniciante como eu me sinto até mais seguro lendo essas dicas vou coloca las em pratica o maximo que eu puder
(Por: guilherme oliveira da silva)

[Por: @ 2009.12.25 - 21:03 | Responder | Imprimir ]


Amei

Nossa eu me tornei vegetariana faz 2 meses! e nem tinha visto este site!!! ÓTIMO PARA INICIANTES!! Até fiquei mais animada!!! rs*
ADOREI!
(Por: Tamara)

[Por: @ 2009.11.10 - 16:10 | Responder | Imprimir ]


Anteriores <<


Login*:
Palavra-passe*:

Registo / Login

logo Twitter

logo Facebook

Folhetos Viva Melhor, Viva Vegetariano (20 unid.)
Folhetos Viva Melhor, Viva Vegetariano (20 unid.)
Para promover o vegetarianismo.

Hospedagem/Moradia Vegan
Olá pessoal, Sou brasileira e estou indo para ...
[ vanessacouto @ 2014.04.07 - 19:15 ]

Sites para encomendar comida
Bom dia, Gostaria de perguntar-lhes o que pensa...
[ CristinaCapela @ 2014.03.22 - 22:11 ]

Re: CEREAIS GERMINADOS
A maioria dos grãos biológicos, desde que inteiros...
[ cris @ 2014.03.05 - 18:05 ]

Re: Alimentação de bébé
Existem fórmulas à base de soja, as que também usa...
[ cris @ 2014.03.05 - 18:04 ]

Re: Kombucha
Em https://www.facebook.com/groups/212887238773306...
[ cris @ 2014.03.05 - 18:04 ]