Reportagem Sic/visao


A vossa carta aberta esta muito bem escrita parabens, e importante que seja assinada por medicos.Eu vou ser medica e sou vegetaria ha anos e ha cada vez mais medicos vegetarianos-esta frase foi so como discurso de nota pois acho que se apresentam como razoes o facto de nao se ser saudavel e ser se vegetariano, os medicos, muitas vezes considerados tradicionais nao o fariam.Mais acrescento, como cada vez mais a medicina alternativa e a convencional andam de maos dadas e nao de costas voltadas!
Infelizmente e dado ao facto de ser emigrante nao ter acesso nem a sic nem a visa, pelo menos no formato tradicional ( muitas reportagens ou sao omitidas dos sites ou sao reservadas a assinantes) nao posso constatar com 100% exactidao a reportagem de que falam, vou no entanto procurar nos meios que me sao acessiveis.
Em jeito de conclusao gostava so de dizer, que sim acho que lhe fazem bem em "dar na cabeca" a quem tem preconceitos ou reforca preconceitos no que diz respeito a ser se vegetariano! Cada vez percebo menos porque e que as pessoas ainda os tem, nos nao somos estranhos, nem mais nem menos que os outros, ora bolas, ha pessoas que nao gostam de coelho ou de favas e ninguem as chateia ou tem preconceitos contra isso!!! Num pais com tantos vegetais e assim tao estranho fazer uma alimentacao baseada neles?

SO mais um reparo que o comentario ja vai muito longo. Nesta carta aberta vejo me forcada a discordar do facto que uma alimentacao vegana e tao barata como a omnivera, peco desculpa mas nao e bem verdade! Todos nos sabemos que os nossos iogurtes, leite, natas, so para citar alguns exemplos sao mais caros e no entanto sao essenciais... quanto ao exemplo supracitado das bolachas, nao posso percisar porque dado a uma condicao de saude nao posso consumir as normais, e so algumas das vegetarias.

Os melhores comprimentos,

Ziza

PS- deixo uma sugestao: sera que poderiam fazer um artigo de com um caracter informativo a alertar para nem tudo o que e BIO e vegano??? Comeco a reparar que o erro e comum.
(Por: Ziza)

[Por: @ 2008-01-20, 19:20 | Responder | Imprimir ]

Reportagem Sic/visao

A alimentação vegetariana pode sim ser mais barata. Vê algumas sugestões em http://www.centrovegetariano.org/Article-385-Alimenta%25E7%25E3o%2BVegetariana%253A%2Bsin%25F3nimo%2Bde%2Bpoupan%25E7a.html
Já para não falar que pelo menos a nível de despesas com a saúde, os vegetarianos poupam muito mais.

[Por: cris @ 2008-02-03, 18:42 | Responder | Imprimir ]



Reportagem Sic/Visão

Em primeiro lugar, gostava de vos dar os parabéns pela carta que dirigiram à SIC/Visão. Depois, e relativamente à reportagem, gostava de perceber como é que alguém pôde achar que mudar a dieta alimentar de um dia para o outro (com direito a refeição de despedida)era a forma mais inteligente de levar esta experiência a cabo. Como é óbvio, o nosso organismo tem de se adaptar à mudança, e o mais lógico seria fazer uma experiência mais prolongada, com periodo de transição incluido, e claro, com alguém que quisesse, de facto, tornar-se vegetariano... sim porque essa é uma premissa essencial... para se ser vegetariano tem de se ter alguma razão para isso, como que uma tomada de consciência relativamente àquilo que acontece ao animal até chegar ao nosso prato (bem, ao meu prato, felizmente, não chega nenhum).
Outra questão que me deixou a pensar e a duvidar da metodologia utilizada nesta experiência foi o facto de pouco mostrarem as refeições que o repórter fez durante esse tempo. Quem me diz que ele não fez uma quantidade enorme de disparates na alimentação que fez? Ser vegetariano não é só comer "ervinhas", como muitos nos dizem... é muito mais do que isso, mas para que se saiba o que comer, as alternativas que existem, há que estudar, procurar informação, etc... só assim se consegue evoluir.
Além disso, este é um estudo de caso e não uma investigação científica generalizável... uma pessoa não pode ser considerada uma amostra significativa... Como a médica que seguiu o repórter disse, os resultados não são científicos.
Por último, deixar aqui uma palavra de alento àqueles que seguem este tipo de alimentação e que são alvo de constante ataque trocista por parte dos que comem carne. Sim, é mais difícil aguentar as perguntas frequentes e os gozos das outras pessoas do que escolher o que comer. enfim... haverá sempre resistência à mudança.

[Por: AndreaSantos @ 2008-01-20, 14:04 | Responder | Imprimir ]


muito boa a iniciativa. espero que tenha alguma notoriedade

[Por: claudiacsf @ 2008-01-19, 15:06 | Responder | Imprimir ]


Veggie Power!

Infelizmente também vi essa execrável reportagem...foi uma perda de tempo...sempre os mesmos preconceitos...informação manipulada...enfim...até limpar a minha sanita tinha sido tempo mais bem empregue!

P.S.1 - Estranho mesmo é eu ser vegan há 5 anos e veggie há mais tempo e ser muito mais saudável que muita gente...será que não devia estar morta?

P.S.2 - E também conheço mais vegans que o são há muitos anos e que estão vivos e são saudáveis!

P.S.3 - Costumo ir com amigos veggies às manifestações anti-touradas e de defesa animal e quando chego lá encontro outros "seres apáticos" que conseguem aguentar várias horas de pé sem nunca se calarem!

P.S.4 - Parabéns a todos quantos lutam contra os preconceitos e defendem este modo de vida exemplar que até beneficia este infeliz reporter...

[Por: elia @ 2008-01-18, 01:08 | Responder | Imprimir ]


reportagem sic.

... sim.... ok ok uma versão reles do documentário "Super Size Me" de Morgan Spurlock.

( com a diferença que este ficou realmente doente pelo que comeu...)

Quem gosta de etimologia pode verificar que Homo Vegetus ( que originou vegetariano) significa Vigoroso, com Vida.

E que as proteínas da carne não são digeridas.... gerando putrescinas e cadaverinas.... ( oh nhami).... *é um bom topico para investigação...*

Em setembro faz 10 anos que sou vegetariana. Tinha 16 anos acabados de fazer quando acordei e disse "Hoje não como carne"... Pouco sabia de vegetarianismo.... Acordei e era vegetariana ( e quem me conhece bem sabe que eu gostava de carnes e afins....).Dou passeios ao ar livre, à beira mar e no bosque, cozinho pratos nutritivos e deliciosos, faço exercicio fisico...durmo o número de horas suficiente... Farto-me de rir e segrego muuuiitas endorfinas.Tenho doseamentos bioquimicos e hematologicos optimos!! E excepto os casos que comi carne inadvertidamente ( quando amigos me convidam p jantar e dizem que cozinharam algo vegetariano para mim e acabo a encontrar bacon na metade que me restava comer...ou em restaurantes pois as vezes "enganam-se" (?!) ao dizer que não tem produtos animais lá dentro).... NUNCA MAIS COMI CARNE NENHUMA. :o)

E tenho muitos médicos na familia... que me tentam persuadir... e "envangelizar" com sermões e estudos de nutrição do periodo jurássico... Bah...

Bom tenho uma pergunta a todos. Porque é que se há um vegetariano há mesa, seja onde for, e ainda que estejam mais 30 pessoas sentadas o assunto e a provocação recai sempre no regime alimentar do vegetariano?

Eu respondo de forma suave ( não militante) mas começo a ficar cansada. É demasiado monotono... Sim e não falo de putos... são adultos com o dobro da minha idade... muitos são médicos... quase todos com formação média-superior ...a falar sem fundamento algum... com base na "lei da selva"... Comemos os mais fracos e não sei quê.... Help. :-) Alguem tem uma boa resposta para estes chatos? Estou a estudar com eles e pelo menos uma vez por mes vamos juntos para Espanha.

Ahhh e para finalizar...

As pipocas,as torradas com doce de abobora e canela, as maçarocas de milho grelhadas, as cerejas, o chocolate nutella derretido numa focaccia, a tarte de maçã a fumegar, o arroz de tomate num prato de barro, a sopa de lentilhas com azeite, as mangas, as uvas, as batatas assadas no forno com ervas de provence, as azeitonas temperadas num pão alentejano acabado de fazer.... ohhh temos um mundo de autentica poesia alimentar pela frente.

Para quê a tortura de animais?
*Be Vegetarian*




(Por: *Vishalakshi*)

[Por: @ 2008-01-16, 16:55 | Responder | Imprimir ]

Re: reportagem sic.

Olá!
Pois, eu não vim a reportagem, fiquei contente quando vi que se tratava de vegetarianismo, ainda por cima a hora nobre.. Mas agora que vi os vossos comentários parece que a coisa não nos foi nada favorável...:(
Eu sou vegetariana vai para 9 anos, aliás, foi mesmo em janeiro de 1999 que tentei fazer o meu primeiro prato vegetariano e daí até deixar a carne ainda passaram 6 meses, para deixar o peixe passaram-se dois anos. Foi preciso muito tempo para me adaptar, mas confesso que a barreira mais dificil de ultrapassar (e que afinal acho que nunca vai ser ultrapassada...) são os outros. Eu tomei muita coragem porque queria mesmo deixar a carne e o peixe, e quis que fosse uma decisão bem cimentada. Posso dizer que foi uma grande conquista e algo que já faz parte de mim e não quero abdicar. Faço análises regularmente e nas últimas o meu ferro estava muito em baixo, de resto tudo ok. Orgulho-me do meu colestrol, ao qual as analistas dizem sempre "não sabia que o meu aparelho media valores tão baixos". Quanto ao ferro, deixou a minha mãe preocupada, e falou-se com um médico que me aconselhou a tomar suplemento de ferro e a começar a comer carne duas vezes por semana. Impensável!!! Atribuo esta carencia à alimentação deficiente que tenho tido nos ultimos tempos devido à vida escolar... Agora estou a melhorar bastante!
Já há muito tempo que não tinha contacto com vegetarianos. As confraternizações sociais já são para mim um tédio, pois como dizem, somos sempre o alvo de todos os gozos. Estou farta!!! Não estamos sozinhos, apesar de tudo...
Um grande abraço, amigos!!!!!!!
P.S: Mais uma vez lamento que a reportagem, ao invés de ter feito as pessoas interessar-se pelo vegetarianismo, só as tenha feito afastar ainda mais. Alimentação cara, só tofus e seitans. Só ajudou a cimentar mitos sem qualquer fundamento...
Vivam as açordas e o feijão com massa da minha avó.

> ... sim.... ok ok uma versão reles do documentário "Super Size Me" de
> Morgan Spurlock.
>
> ( com a diferença que este ficou realmente doente pelo que comeu...)
>
> Quem gosta de etimologia pode verificar que Homo Vegetus ( que originou
> vegetariano) significa Vigoroso, com Vida.
>
> E que as proteínas da carne não são digeridas.... gerando putrescinas e
> cadaverinas.... ( oh nhami).... *é um bom topico para investigação...*
>
> Em setembro faz 10 anos que sou vegetariana. Tinha 16 anos acabados de
> fazer quando acordei e disse "Hoje não como carne"... Pouco sabia de
> vegetarianismo.... Acordei e era vegetariana ( e quem me conhece bem sabe
> que eu gostava de carnes e afins....).Dou passeios ao ar livre, à beira
> mar e no bosque, cozinho pratos nutritivos e deliciosos, faço exercicio
> fisico...durmo o número de horas suficiente... Farto-me de rir e segrego
> muuuiitas endorfinas.Tenho doseamentos bioquimicos e hematologicos
> optimos!! E excepto os casos que comi carne inadvertidamente ( quando
> amigos me convidam p jantar e dizem que cozinharam algo vegetariano para
> mim e acabo a encontrar bacon na metade que me restava comer...ou em
> restaurantes pois as vezes "enganam-se" (?!) ao dizer que não tem produtos
> animais lá dentro).... NUNCA MAIS COMI CARNE NENHUMA. :o)
>
> E tenho muitos médicos na familia... que me tentam persuadir... e
> "envangelizar" com sermões e estudos de nutrição do periodo jurássico...
> Bah...
>
> Bom tenho uma pergunta a todos. Porque é que se há um vegetariano há mesa,
> seja onde for, e ainda que estejam mais 30 pessoas sentadas o assunto e a
> provocação recai sempre no regime alimentar do vegetariano?
>
> Eu respondo de forma suave ( não militante) mas começo a ficar cansada. É
> demasiado monotono... Sim e não falo de putos... são adultos com o dobro
> da minha idade... muitos são médicos... quase todos com formação
> média-superior ...a falar sem fundamento algum... com base na "lei da
> selva"... Comemos os mais fracos e não sei quê.... Help. :-) Alguem tem
> uma boa resposta para estes chatos? Estou a estudar com eles e pelo menos
> uma vez por mes vamos juntos para Espanha.
>
> Ahhh e para finalizar...
>
> As pipocas,as torradas com doce de abobora e canela, as maçarocas de milho
> grelhadas, as cerejas, o chocolate nutella derretido numa focaccia, a tarte
> de maçã a fumegar, o arroz de tomate num prato de barro, a sopa de
> lentilhas com azeite, as mangas, as uvas, as batatas assadas no forno com
> ervas de provence, as azeitonas temperadas num pão alentejano acabado de
> fazer.... ohhh temos um mundo de autentica poesia alimentar pela frente.
>
> Para quê a tortura de animais?
> *Be Vegetarian*
>
>
>
>
> (Por: *Vishalakshi*)

(Por: Dora Algarvio dodibossas@yahoo.com)

[Por: @ 2008-01-24, 22:03 | Responder | Imprimir ]



Reportagem SIC

Soube desta reportágem através da minha mãe, que muito assustada me aconselhou logo a fazer análises regulares já que eu insisto em continuar vegetariana (apesar de eu comer ovos!! lacticinios é que não).

Por mais que eu explique à minha mãe que tenho uma alimentação mais saudável e mais variada do que ela própria, costuma-se dizer que "burro velho não aprende linguas"!!

Os meus pais, irmãos, avós e tios comem todos os dias imensa proteina animal e raramente fazem uma saladinha, ou uns vegetais cozidos. A alimentação tipica deles é arroz, esparguete de trigo ou batatas a acompanhar a carne ou o peixe. Pão branco a todas as refeições. Açucar refinado ou hermesetas, sal refinado, farinha refinada...Para terminar, entopem-se de medicamentos. Têm comprimidos para tudo e mais alguma coisa. Até para dormir e para fazerem os intestinos funcionar. Raramente fazem análises.

E depois preocupam-se comigo!! Eu que como tudo caseiro (pão, iogurte, manteiga), tudo biológico, e que me preocupo bastante em diversificar a minha alimentação o mais possivel. Utilizo várias farinhas integrais (de soja,milho,aveia,alfarroba,arroz,etc) para fazer os pães e as massas frescas. Para adoçar uso o mel, a frutose, o açucar integral, o malte, etc... Para salgar utilizo shoyu, tamari, sal integral ou ervas aromáticas. Como gorduras apenas as vegetais, azeite e vários oleos (de soja, de milho, de amendoim, de grainha de uva, de girassol...). Adoro rebentos de toda a especie, algas, ... enfim um mundo interminável de opções. E ainda, faço análises anualmente e não tomo nenhum medicamento. Durmo como um bébé, 8 horas certinhas e os meus intestinos funcionam optimamente bem. Tenho 36 anos.

Realmente não vi a reportagem da SIC porque há muito que desisti de ver TV. Considero a informação dos media super manipuladora. É triste continuarem a atirar areia para os olhos da sociedade civil. E mais triste é ainda saber que as pessoas não conseguem separar a verdade da mentira.

Até quando vamos continuar a sermos considerados OS ESQUISITOS? Só porque não somos a maioria?

Sobre a proteina escrevi um artigo no meu blog que disponho aqui o link para visitarem se quiserem: http://publicarparapartilhar.blogspot.com/2007/11/protena-quanto-obrigas.html

É um artigo simples que mostra que não é obrigatorio comer carne para obter proteina. Há apenas que saber combinar os alimentos para obter a quantidade diária necessária de proteina.

Aliás aqui no centro vegetariano há vários artigos neste sentido. Obrigada por tudo.
(Por: Rute Silva)

[Por: @ 2008-01-16, 10:38 | Responder | Imprimir ]


reportagem revista visão

Boa tarde

Li a revista Visão, como faço todas as semanas. Quando acabei de ler a reportagem em questão, fiquei indignada pela falta de conhecimento,e pela maneira quase grosseira como o jornalista tratou o assunto.
Depois de ler o vosso artigo não me senti sozinha.
Obrigada

(Por: Cristina)

[Por: @ 2008-01-15, 15:17 | Responder | Imprimir ]


Anteriores <<   >> Seguintes