Re: Nao desistam!

Anunciei à minha familia e amigos a minha decisão de ser vegetariana (ovo-lacto)aos 30 anos, após varios anos a ser "semi-vegetariana".Foi muito dificil ouvir alguns comentários mas sendo médica, não oiço o tema "falta de vitaminas" etc. Até porque realmente o mais importante é estar informada e saber esclarecer as pessoas.Não é fácil socialmente mas tambem não vejo nenhuma dificuldade que não consiga ser ultrapassada.Até porque agora, em Portugal,há cada vez mais restaurantes com opções vegetarianas e ninguem fica indiferente quando pergunto se há pratos vegetarianos. Pelo contrario, já fizeram especialmente para mim pratos vegetarianos.E verdade seja dita, é muito mais saboroso!

Sem duvida que me revejo tambem nas palavras deste artigo. Acredito que
> muitos dos que questionam/criticam nao o fazem com ma intencao. Apenas e
> algo profundamente desconhecido para eles. Mas sim, pode ser duro,
> principalmente no inicio e levar muitos a desistir da iniciativa de se
> tornarem vegetarianos. Nao desistam! Tenham forca e acreditem nos vossos
> principios.
>
> Tambem eu tenho que constantemente responder a perguntas/provocacoes e
> tentar explicar que, nao, nos NAO PRECISAMOS DE COMER CARNE mas de
> nutrientes que podemos obter de outras formas. Infelizmente as pessoas nao
> tem consciencia da exploracao animal para consumo humano e das miseraveis
> condicoes. Perante isto confrontam-me \"e as plantinhas, tambem sao seres
> vivos!\" e um sem fim de outros desafios...
>
> Mas tenham coragem, se forem persistentes as pessoas a vossa volta
> comecarao a compreender. A minha familia ainda hoje me diz \"se comesses
> era uma carninha..\" mas evoluiram muito na sua opiniao - ate me ligam
> entusiasmados a dizer que ouviram falar do vegetarianismo na tv, ou que um
> cozinheiro fez uma receita qualquer. Alguns serao mesmo levados a reflectir
> e a consumir menos carne.
>
> Recentemente no meu trabalho descobri alguem que, nao conseguindo abdicar
> da carne infelizmente, faz algo que nao deixa de ser relevante. Alem de
> reduzir o consumo, desloca-se propositadamente a uma quinta biologica (se e
> que e este o termo) onde os animais sao tratados de uma forma mais correcta
> - pagando, claro, muito mais pela carne, mas ficando com uma consciencia um
> pouco mais tranquila. Dado o consumo exagerado de carne (e o desperdicio),
> nao e possivel satisfazer a humanidade apenas criando animais desta forma
> \"biologica\". Se, pelo menos, quem nao consegue abdicar reduzisse o
> consumo, todos nos e o planeta apenas teriam a beneficiar. Esta situacao
> actual e insustentavel...
>
> O conselho que vos dou e leiam muito, informem-se... assim terao como
> responder com factos quando vos afirmarem \"mas tu precisas de proteinas!\"
> ou \"assim vais apanhar uma doenca\"...
> (Por: Paula Santos)

(Por: Sónia Lima)

[Por: @ 2013.03.15 - 08:48 | Responder | Imprimir ]

Re: Nao desistam!

Ola,

onde é essa quinta?

> Anunciei à minha familia e amigos a minha decisão de ser vegetariana
> (ovo-lacto)aos 30 anos, após varios anos a ser "semi-vegetariana".Foi
> muito dificil ouvir alguns comentários mas sendo médica, não oiço o tema
> "falta de vitaminas" etc. Até porque realmente o mais importante é estar
> informada e saber esclarecer as pessoas.Não é fácil socialmente mas tambem
> não vejo nenhuma dificuldade que não consiga ser ultrapassada.Até porque
> agora, em Portugal,há cada vez mais restaurantes com opções vegetarianas e
> ninguem fica indiferente quando pergunto se há pratos vegetarianos. Pelo
> contrario, já fizeram especialmente para mim pratos vegetarianos.E verdade
> seja dita, é muito mais saboroso!
>
> Sem duvida que me revejo tambem nas palavras deste artigo. Acredito que
> > muitos dos que questionam/criticam nao o fazem com ma intencao. Apenas e
> > algo profundamente desconhecido para eles. Mas sim, pode ser duro,
> > principalmente no inicio e levar muitos a desistir da iniciativa de se
> > tornarem vegetarianos. Nao desistam! Tenham forca e acreditem nos vossos
> > principios.
> >
> > Tambem eu tenho que constantemente responder a perguntas/provocacoes e
> > tentar explicar que, nao, nos NAO PRECISAMOS DE COMER CARNE mas de
> > nutrientes que podemos obter de outras formas. Infelizmente as pessoas
> nao
> > tem consciencia da exploracao animal para consumo humano e das
> miseraveis
> > condicoes. Perante isto confrontam-me "e as plantinhas, tambem sao
> seres
> > vivos!" e um sem fim de outros desafios...
> >
> > Mas tenham coragem, se forem persistentes as pessoas a vossa volta
> > comecarao a compreender. A minha familia ainda hoje me diz "se
> comesses
> > era uma carninha.." mas evoluiram muito na sua opiniao - ate me ligam
> > entusiasmados a dizer que ouviram falar do vegetarianismo na tv, ou que
> um
> > cozinheiro fez uma receita qualquer. Alguns serao mesmo levados a
> reflectir
> > e a consumir menos carne.
> >
> > Recentemente no meu trabalho descobri alguem que, nao conseguindo
> abdicar
> > da carne infelizmente, faz algo que nao deixa de ser relevante. Alem de
> > reduzir o consumo, desloca-se propositadamente a uma quinta biologica (se
> e
> > que e este o termo) onde os animais sao tratados de uma forma mais
> correcta
> > - pagando, claro, muito mais pela carne, mas ficando com uma consciencia
> um
> > pouco mais tranquila. Dado o consumo exagerado de carne (e o
> desperdicio),
> > nao e possivel satisfazer a humanidade apenas criando animais desta
> forma
> > "biologica". Se, pelo menos, quem nao consegue abdicar reduzisse o
> > consumo, todos nos e o planeta apenas teriam a beneficiar. Esta situacao
> > actual e insustentavel...
> >
> > O conselho que vos dou e leiam muito, informem-se... assim terao como
> > responder com factos quando vos afirmarem "mas tu precisas de
> proteinas!"
> > ou "assim vais apanhar uma doenca"...
> > (Por: Paula Santos)
>
> (Por: Sónia Lima)

[Por: Xu21 @ 2014.01.24 - 17:29 | Responder | Imprimir ]





https://www.centrovegetariano.org/index.php?&message_id=3776