Os animais não vêem fronteiras

Há pessoas que não compreendem por que razão alguém de um país ajudaria animais noutro país. É simples: os animais não vêem fronteiras. Podem ir facilmente de Espanha para Portugal ou vice-versa sem fazer ideia que atravessaram a fronteira. Nos E.U.A. os animais podem vir do México e entrar nos E.U.A. sem, mais uma vez, terem ideia de que atravessaram a fronteira. Os animais simplesmente vêem mais terra talvez com uma cerca ou um rio.

Claro que têm os seus territórios e protegem-nos na maioria das vezes. Apenas querem terra suficiente para sobreviver. Não têm desejo de acumular riqueza como os humanos. Querem usufruir das suas vidas.

Se dissermos que somos veganos por razões éticas então que diferença faz o país onde vivem as pessoas que ajudam os animais? Que diferença faz em que país estão os animais?

Podemos com certeza aprender algo com os animais acerca de fronteiras. São travadas muitas guerras a propósito de fronteiras. Estaríamos, de longe, bem melhor se conseguíssemos ver que as fronteiras são criadas pelo Homem. Há muitas coisas que podemos aprender com os animais. Precisamos apenas de observar e aprenderemos imenso.

Se salvarmos um animal noutro país ainda assim salvámos a vida de um animal. Que diferença faz se o animal vive nos E.U.A., Portugal ou qualquer outro país? Por mim, continuarei a ajudar animais onde quer que eles vivam.

 

(Tradução do original por Ana Soares)



Copyright Centro Vegetariano. Reprodução permitida desde que indicando o endereço: http://www.centrovegetariano.org/Article-542-Os-animais-n-o-v-em-fronteiras.html

Inserido em: 2010.04.02 Última actualização: 2010.04.03

Comentar printer     E-mail   Facebook F

Pessoas > Artigos por Autor > David Weseloh
Defesa Animal