Aveia: cereal de múltiplas virtudes

No norte da Europa, desde há muitos séculos que se consome aveia. É o cereal tradicional do norte das Ilhas Britânicas, nomeadamente na Escócia e Irlanda, mas também na Inglaterra. Actualmente este cereal começa a fazer parte da alimentação de povos de todo o mundo. A aveia é considerada um cereal dos países frios e húmidos, pois aumenta a resistência do organismo ao frio.



Este cereal é rico em minerais como o magnésio, o fósforo e o cálcio, responsáveis pela formação de ossos e dentes saudáveis. É igualmente rico em vitaminas B1, B2, B5, E e niacina. Contém ainda 13,5% de proteínas, nestas se incluindo o glúten, gorduras (7%), hidratos de carbono complexos, que são absorvidos lentamente pelo organismo, proporcionando uma taxa constante de glicose no sangue, e silício.
É um alimento de fácil digestão, pelo que é aconselhado a pessoas com intensa ou baixa actividade física ou intelectual. Devido ao seu conteúdo de fibras ajuda também a regular os níveis de glicose no sangue e o apetite, o que beneficia o controlo de peso, a cardiopatia e a diabetes. As fibras solúveis são igualmente benéficas para controlar o colesterol e proporcionar um bom funcionamento intestinal.

A aveia é recomendada principalmente a crianças ou idosos em convalescença, desnutridos, em casos de arteriosclerose e de níveis elevados de colesterol. Estudos recentes concluíram que o consumo diário de aveia integral pode reduzir a tensão arterial. Em pacientes hipertensos, que estejam a ser medicados para esta redução, o consumo de aveia integral pode ajudar a diminuir as doses dos medicamentos tomados.
Investigadores da Universidade de Penn State, nos Estados Unidos da América, deram a dezoito estudantes quantidades equivalentes, em termos calóricos, de flocos de aveia, bolachas do mesmo cereal e bolachas de arroz. De seguida, os estudantes foram convidados a pedalaram até à exaustão, em bicicletas estáticas, com o incentivo de um dólar por cada minuto para além das primeiras duas horas de pedalada. Os que tinham ingerido flocos de aveia aguentaram o esforço durante cinco horas, enquanto que os que comeram bolachas de cereais ficaram sem fôlego ao fim de quatro horas.

De acordo com o investigador William Evans, responsável pelo Laboratório de Performance Humana da Universidade de Penn State, todas as pessoas podem beneficiar com uma refeição de flocos de aveia. Por serem ricos em fibra solúvel, os flocos libertam uma energia que é assimilada lentamente pelo organismo. Desta forma, evitam-se os altos e baixos de açúcar no sangue, que provocam sensação de cansaço, antes de se perder o fôlego. William Evans aconselha a que se "Comam flocos de aveia entre 45 minutos a uma hora e meia antes de fazer exercício. O corpo necessita desse espaço de tempo para absorver a energia do cereal.".
A aveia é geralmente consumida em flocos e pode ser usada na preparação de bolos, biscoitos, pães, almôndegas, croquetes e em cereais de pequeno-almoço (ver receitas com aveia em
http://www.centrovegetariano.org/receitas/index.php?destin=cat&op=show&cat_id=38 ). Pode ser utilizada crua, mas recomenda-se que seja cozinhada, assada ou tostada de forma a facilitar a sua digestão e assimilação.
Pode ainda cozer-se o grão de aveia e usar como o arroz integral. Com os grãos pode também preparar-se uma bebida de aveia.



Copyright Centro Vegetariano. Reprodução permitida desde que indicando o endereço: http://www.centrovegetariano.org/Article-270-Aveia--cereal-de-m-ltiplas-virtudes.html

Inserido em: 2004.01.17 Última actualização: 2011.05.15

Comentar printer     E-mail   Facebook F

Alimentação > Alimentos > Cereais
Pessoas > Artigos por Autor > Cristina Rodrigues



Comentários



Aveia

A aveia em flocos estimula o peristaltismo?
(Por: Roberto Mauricio)

[Por: @ 2013.04.26 - 08:43 | Responder | Imprimir ]