Categoria: Pessoas > Artigos por Autor > Cristina Rodrigues
Artigos com a participação de Cristina Rodrigues.

Artigos (147)



Ciclista Ilda Pereira Ciclista Ilda Pereira

Entrevista à atleta vegetariana Ilda Pereira

Ilda Pereira, Vice-Campeã Nacional de XCO em 2013, desde 1999 que segue uma alimentação vegetariana. Atualmente representa Portugal na Seleção Nacional de Ciclismo.

O Centro Vegetariano foi ao seu encontro, tentar saber mais sobre a sua opção alimentar e a carreira da ciclista.



Ler printer     E-mail   Facebook F



Aniversário do Centro Vegetariano Aniversário do Centro Vegetariano

Parabéns ao Centro Vegetariano!

Faz hoje, 20 de outubro de 2013, 12 anos sobre o envio do primeiro boletim do Centro Vegetariano.
Esta data marca o início da atividade regular do Centro Vegetariano e é considerada, portanto, a data de aniversário da associação.


  São doze anos de muito trabalho, mas também uma grande aprendizagem e muitas alegrias. Doze anos depois, o Centro Vegetariano acredita que tem conseguido cumprir o seu objetivo inicial:  contribuir para a divulgação de um estilo de vida mais saudável, em harmonia com todos os seres.  É essa a nossa missão, que continuamos a desempenhar agora com o mesmo entusiasmo de há doze anos.

  Obrigada a todos os que têm apoiado, divulgado e acompanhado o Centro Vegetariano. É por vós e para vós que este projeto existe e vai continuar!

  A Presidente,

  Cristina Rodrigues



Ler printer     E-mail   Facebook F



Leonardo Bezerra, da Rádio Defesa dos Animais Leonardo Bezerra, da Rádio Defesa dos Animais

Entrevista a Leonardo Bezerra

Leonardo Bezerra, de São Paulo, Brasil, é um ativista pelos direitos dos animais de longa data. Atualmente mantém o Jornal Defesa dos Animais (JDA) e a Rádio Defesa dos Animais (RDA), ambos online. O Centro Vegetariano e a EVANA foram ao seu encontro para saber mais sobre ambos os projetos.



Ler printer     E-mail   Facebook F



Produtos vegetarianos: Onde e como escolher?

A maioria dos produtos que fazem parte da alimentação de um vegetariano encontra-se à venda em qualquer supermercado ou até mercearia. A base da alimentação vegetariana são legumes, fruta, leguminosas (feijão, grão, ervilhas), frutos secos e cereais, alimentos que se encontram em qualquer local, por mais remoto que seja.
Produtos mais específicos, mas não indispensáveis no dia-a-dia, como tofu, seitan, soja, algas encontram-se também cada vez mais facilmente em lojas de produtos naturais, ervanárias e até na maioria dos hipermercados. E alguns produtos como tofu, seitan, leite de soja ou iogurtes de soja também se podem fazer em casa facilmente e a preço mais económico.



Ler printer     E-mail   Facebook F



Romana Romana

Entrevista com Romana

Este ano, a cantora Romana aceitou o desafio de apadrinhar a 3ª Semana Vegetariana.
Por isso, o Centro Vegetariano foi ao seu encontro, para saber mais sobre esta famosa cantora e o seu interesse pelo vegetarianismo e um estilo de vida mais saudável e ético.



Ler printer     E-mail   Facebook F



equinácea equinácea

Equinácea

Os índios americanos foram, provavelmente, os primeiros a usar a equinácea, uma planta herbácea originária da América do Norte. Usavam-na sobretudo para cicatrizar feridas e para picadas de serpentes. Hoje em dia, embora os seus usos sejam sobretudo outros, a equinácea é cada vez mais usada pelos ocidentais. A raiz da echinacea purpurea é essencialmente usada em produtos medicinais, sendo conhecida pelas suas propriedades de combate a gripes e constipações.



Ler printer     E-mail   Facebook F



8º Aniversário do Centro Vegetariano

Hoje, dia 20 de Outubro de 2009, o Centro Vegetariano apaga 8 velas!

O Centro Vegetariano começou com 1 página temática, hoje conta com 6 (página principal, receitas, literatura, classificados, fórum e galeria) e mais um chat e uma loja online, cujos lucros têm sido aplicados nas despesas de funcionamento do projecto e na oferta de ração vegetariana a associações de protecção animal.



Ler printer     E-mail   Facebook F



banner Semana Vegetariana banner Semana Vegetariana

Semana Vegetariana 2009

De 1 a 7 de Outubro de 2009 irá decorrer, pelo segundo ano consecutivo, a Semana Vegetariana Mundial. Inúmeras organizações, espalhadas por vários países, juntam-se a este movimento para promover um estilo de vida mais saudável, mais humano e ambientalmente sustentável.

Este ano, o famoso autor John Robbins aceitou o desafio de promover a Semana Vegetariana Mundial. John Robbins é filho do fundador do império de gelados Baskin & Robbins, e desistiu do império para se concentrar na sua escrita e na promoção de um estilo de vida saudável e conscencioso. É autor do best-seller "The Food Revolution" e ainda dos livros "Diet for a new America" e "Healthy at 100", John Robbins é também um brilhante orador tendo sido orador principal em várias conferências em diversos países. John Robbins convida-o(a): Por uma melhor saúde para SI e para o PLANETA, escolha o vegetarianismo, promova a Semana Vegetariana: de 1 a 7 de Outubro.



Ler printer     E-mail   Facebook F



Ser saudável em tempo de crise

É possível ser ecológico, fazer uma alimentação saudável e ainda poupar dinheiro.
Reduzir, reciclar, reutilizar é a melhor máxima a seguir no que toca a proteger o ambiente. Isto aplica-se a tudo, desde o teu local trabalho, à tua higiene, ao jardim e até à cozinha.
Numa época em que tanto se fala de crise nas famílias portuguesas, nada melhor do que ter em conta algumas dicas para não só poupar o ambiente, mas também para poupar na carteira. E o melhor de tudo é que ainda conseguirás uma alimentação mais saudável.



Ler printer     E-mail   Facebook F



Entrevista a Márcia Almeida sobre crudivorismo

Márcia Almeida é crudívora desde 2007 e mantém o blog http://www.leitedaterra.blogspot.com, no qual disponibiliza informação sobre o crudivorismo, bem como inúmeras receitas. Márcia tem também promovido, um pouco por todo o país, workshops de culinária crudívora de forma a divulgar este tipo de alimentação.
O Centro Vegetariano foi ao seu encontro, para saber mais sobre a sua escolha.



Ler printer     E-mail   Facebook F



Entrevista a Isabel Matos, mãe vegetariana

Isabel Matos é vegetariana e mãe de Alexandre Laia, de 5 anos (nasceu em Julho de 2003), e de mais duas adolescentes. É também adepta do parto natural (humanizado), da amamentação prolongada, da ecologia e do ensino doméstico, temas que destaca no seu blog A Escola é Bela http://escolabela.wordpress.com
O Centro Vegetariano entrevistou-a a propósito da sua experiência como mãe vegetariana.



Ler printer     E-mail   Facebook F



Entrevista à dietista Cláudia Maranhoto

Cláudia Maranhoto é vegetariana e dietista formada pela Escola Superior de Saúde de Lisboa desde 1997. Desde então exerce prática de consulta clínica.
Trabalhou na área hospitalar no Hospital dos Capuchos de Lisboa e, actualmente, dá consultas na área de Viseu, Carregal do Sal e Nelas.
Disponibiliza também serviços de consultadoria, elaboração de ementas para lares e creches, apoio a restaurantes, realiza workshops sobre nutrição, onde está incluído o vegetarianismo, e seminários de apoio às escolas sobre alimentação infantil.
O Centro Vegetariano foi ao seu encontro para saber a sua opinião sobre a alimentação vegetariana.

Ler printer     E-mail   Facebook F



Food for Life em Portugal

Uma das iniciativas do Movimento Hare Krishna, o programa "Food for Life" (Alimentos para a Vida) promove a distribuição gratuita de comida lacto-vegetariana entre as populações que vivem abaixo do limiar de pobreza.
O programa "Food for Life" foi criado pelo mestre espiritual Srila Prabhupada em Mayapur (Bengala Ocidental), em 1972, depois de ter visto as crianças disputando comida com os cães, nas ruas da aldeia.
A partir daí o movimento Hare Krishna passou a declarar que “Ninguém deve passar fome num raio de 10km de algum dos templos” e o programa Food for Life espalhou-se pelo Mundo.

Ler printer     E-mail   Facebook F



Centro Vegetariano no Congresso Vegetariano Mundial

De 27 de Julho a 2 de Agosto, o Kulturpalast em Dresden, Alemanha recebeu o 38º Congresso Vegetariano Mundial. O evento foi organizado em Dresden este ano para comemorar o centenário da União Vegetariana Internacional, e teve como mote “100 Anos da Revolução Alimentar”.

Ler printer     E-mail   Facebook F



Manifestação em Dresden sobre caso da Áustria Manifestação em Dresden sobre caso da Áustria

Vegetarianos solidários com activistas austríacos

Durante a realização do Congresso Vegetariano Mundial da IVU, realizou-se, provavelmente, a maior manifestação de solidariedade para com os activistas de direitos dos animais presos desde 21 de Maio, na Áustria.
No dia 30 de Julho, na cidade de Dresden, Alemanha, centenas de pessoas de variadas nacionalidades manifestaram-se, durante 2h, em frente ao consulado austríaco.

Ler printer     E-mail   Facebook F



Cursos e workshops de cozinha vegetariana

Com o crescente interesse pela alimentação vegetariana, há também cada vez mais pessoas que procuram aprender a cozinhar pratos vegetarianos. São, por isso, também cada vez mais os locais, um pouco por todo o país, onde se pode ter acesso a um curso, um workshop ou simplesmente a uma aula de cozinha vegetariana.



Ler printer     E-mail   Facebook F



stand do Centro Vegetariano na Feira Alternativa stand do Centro Vegetariano na Feira Alternativa

Lisboa Alternativa 2008

De 28 a 30 de Março, decorreu na Cordoaria Nacional, em Lisboa, pelo terceiro ano consecutivo a Feira Alternativa. O Centro Vegetariano mais uma vez esteve presente e faz um balanço muito positivo da sua participação.

Ler printer     E-mail   Facebook F



Entrevista com Rita de Cássia Teixeira

Rita de Cássia Moreira de Almeida Teixeira é uma médica e investigadora brasileira, que desenvolveu recentemente um estudo sobre risco cardiovascular entre vegetarianos e omnívoros.
O Centro Vegetariano foi ao seu encontro, para saber mais sobre esse estudo.

Ler printer     E-mail   Facebook F



Mensagem de Ano Novo, do Centro Vegetariano

2008. Ano Novo. Nova Esperança - para os homens e todos os animais. Contribui!

Apesar de todos os contratempos, pode-se agora afirmar que 2007 foi um ano cheio na história do Vegetarianismo em Portugal e no mundo. O cenário global ainda não é brilhante. O consumo de carne continua a aumentar, com todas as consequências daí advenientes para o meio ambiente, as condições de vida (e morte) dos animais, e a saúde geral das populações.

Ler printer     E-mail   Facebook F



10 Dezembro - Dia Internacional dos Direitos dos Animais

10 de Dezembro é o dia Internacional dos Direitos dos Animais e este ano tem lugar pela 10ª vez, chamando a atenção da opinião pública para a importância de uma Declaração Universal dos Direitos dos Animais.

Ler printer     E-mail   Facebook F



6º Aniversário: Mais um ano a promover o vegetarianismo!

423 artigos e 564 receitas publicadas em 6 anos. Seis compilações publicadas em livro. Mais de 200 boletins enviados. 2942 utilizadores registados (1102 só no último ano), sendo 2075 portugueses, algumas centenas de brasileiros e os restantes dos mais variados países.
3200 visitantes por dia, num total de 37.000 acessos diários. 35% acessos de Portugal, 30% do Brasil e os restantes de outros países.
Estes são alguns números aproximados do Centro Vegetariano, um projecto que faz agora seis anos era lançado online.

Ler printer     E-mail   Facebook F



Importância das Vitaminas

Podemos definir vitaminas como nutrientes essenciais para a manutenção de certas funções do organismo humano. As vitaminas são geralmente adquiridas através da alimentação, apesar de determinadas vitaminas poderem ser absorvidas através da captação dos raios ultravioleta como é o caso da vitamina D ou então serem produzidas por microorganismos existentes na flora intestinal (vitamina K e B12).

Ler printer     E-mail   Facebook F



capa da revista O Vegetariano capa da revista O Vegetariano

Vegetarianismo em Portugal: um século de história

Ao contrário do que se possa pensar, o vegetarianismo não é uma tendência recente no nosso país, pois tem já, pelo menos, um século de história. A primeira referência, atualmente conhecida, à divulgação do vegetarianismo em Portugal, remonta ao início do século XX (provavelmente 1908), com a criação da Sociedade Vegetariana de Portugal, fundada na cidade do Porto, pelo Dr. Amílcar de Sousa, e situada na Avenida Rodrigues de Freitas.



Ler printer     E-mail   Facebook F



André Dinis, criança vegetariana. André Dinis, criança vegetariana.

Entrevista a Sónia Cruz, mãe vegetariana

Sónia Cruz é vegetariana e mãe de André Dinis, um menino com 1 ano e 11 meses de idade (em Junho de 2007). Sónia era ovo-lacto-vegetariano quando engravidou e adoptou esse tipo de alimentação também para o seu filho.

Ler printer     E-mail   Facebook F



stand do Centro na Feira Alternativa stand do Centro na Feira Alternativa

Feira Alternativa 2007

De 23 a 25 de Março, decorreu na Cordoaria Nacional, em Lisboa, pelo segundo ano consecutivo a Feira Alternativa. O Centro Vegetariano mais uma vez esteve presente e faz um balanço muito positivo da sua participação.

Ler printer     E-mail   Facebook F



Flexitarianismo

Flexitariano trata-se de um acrónimo que funde os conceitos “vegetariano” e “flexível”, uma nova tendência nutricional que se aplica a quem privilegia a ingestão de alimentos vegetais, mas permite pequenas concessões como comer também peixe, e até, esporadicamente, uma porção de carne.

Ler printer     E-mail   Facebook F



Pensos Natracare Pensos Natracare

Pensos higiénicos: alternativas ecológicas

Actualmente, uma mulher utiliza em média 10.000 a 15.000 tampões ou pensos durante a sua vida. Estima-se que, em cada ano, 45.000 milhões de pensos (e as suas embalagens) vão para o lixo, indo parar às lixeiras e aos esgotos, e demorando anos a desaparecerem. Os pensos são normalmente fabricados com raiom e algodão não biológico que é branqueado com cloro. A produção de raiom (seda artificial derivada da celulose) causa poluição. A produção convencional de algodão usa ainda fertilizantes, herbicidas, pesticidas e outros poluentes.



Ler printer     E-mail   Facebook F



A Opção Vegetariana, na revista Selecções

Na revista Selecções de Janeiro de 2007, da página 105 à 109, apresenta-se uma reportagem intitulada "A Opção Vegetariana" e cujo destaque na capa é "Um filho vegetariano. E agora?", uma vez que se aborda essencialmente o vegetarianismo na adolescência.



Ler printer     E-mail   Facebook F



Foto: Paulo Maluhy Foto: Paulo Maluhy

Entrevista a Caroline Bergerot

Caroline Bergerot é paulista, escritora e autora de 23 livros pela Editora Cultrix (distribuídos em Portugal pela Dinalivro). Formada em Nutrição e especializada em Nutrição Clínica, direcciona os seus estudos para a oncologia – o seu livro mais recente aborda o tema. É vegetariana há 18 anos e faz parte do corpo técnico da ONG sócio-ambiental Oca Brasil.

Ler printer     E-mail   Facebook F



Nozes de saponária, detergente ecológico e económico

As nozes de saponária (sapindus mukorossis) são fruto de uma árvore com o mesmo nome, cultivada principalmente na Índia e no Nepal. A casca das nozes contém uma substância denominada “saponina”, cuja acção é semelhante à do sabão. Estas nozes são uma alternativa eficaz a detergentes, sabões e sabonetes.



Ler printer     E-mail   Facebook F



Entrevista ao actor André Maia

André Maia é um conhecido actor de todos nós. Neste momento, está a participar na peça "Não Passa Nada", um espectáculo para "seres humanos com mais de 12 anos" sobre a prevenção do HIV e que estará a rodar pelas estradas e salas deste país, e deste mundo, nos próximos cinco anos. Embora consuma ocasionalmente aves ou peixe, em determinados jantares de amigos, André Maia optou por uma vida mais saudável e consciente. O centrovegetariano.org foi ao seu encontro, para saber mais sobre a sua escolha.

Ler printer     E-mail   Facebook F



Jane Goodall, a protectora dos primatas

Na revista Beijaflor Natural nº 58, de Julho, destaca-se uma reportagem dedicada a Jane Goodall, defensora dos primatas e do vegetarianismo.
A pesquisadora Jane Goodall, que alterou a definição dos primatas e do animal humano, esteve em Lisboa no passado mês de Maio na "International Conference on Conservation and Animal Welfare".

Ler printer     E-mail   Facebook F



Balanço da Feira Alternativa

A Feira Alternativa – 1ª Mostra de Modos de Vida Alternativos -, realizada nos dias 23 a 25 de Junho na Cordoaria Nacional em Lisboa e na qual o Centro Vegetariano participou, foi um sucesso.
O evento teve uma excelente adesão por parte do público, recebendo milhares de visitas de todas as faixas etárias. Entre os visitantes encontravam-se centenas de pessoas com 60, 70 e até 80 anos, muitas delas vegetarianas há décadas, outras simplesmente pessoas preocupadas com a saúde.

Ler printer     E-mail   Facebook F



seitan caseiro seitan caseiro

Como fazer seitan caseiro

O seitan é um óptimo substituto da carne, não só a nível proteico como também a nível de preparação culinária. Pode grelhar-se, panar-se, usar em estufados, em espetadas ou assar no forno.
Este é um alimento facilmente encontrado em lojas de produtos naturais, mas o seu preço nem sempre é muito acessível. No entanto, este é um produto que se prepara facilmente em casa e por poucos euros.



Ler printer     E-mail   Facebook F



Fraldas ecológicas e veganas

Só nos EUA deitam-se para o lixo 18 biliões de fraldas descartáveis por ano. Uma vez usadas, cerca de 90 a 95% delas entram no ciclo de lixo caseiro e vão parar a aterros, criando de imediato um problema de saúde pública. Detritos contendo vírus de fezes humanas (incluindo vacinas vivas usadas na imunização de rotina em crianças) podem infiltrar-se na terra e poluir as reservas de água no subsolo.



Ler printer     E-mail   Facebook F



Como fazer leite de soja

O leite de soja é para os vegetarianos e também para intolerantes à lactose a melhor opção ao leite de vaca. Esta bebida, apesar do seu preço nos supermercados, pode ser facilmente preparada em casa apenas com feijão de soja (cerca de 100g por litro) e água.

Ler printer     E-mail   Facebook F



Do mar ao prato: o sofrimento das lagostas

As lagostas são um crustáceo que pode viver mais de um século e têm uma vida social complexa. O seu sistema nervoso sofisticado torna-as sensíveis à dor: está disperso por todo o corpo e não apenas centralizado no cérebro. Tal significa que sofrem até que o seu sistema nervoso seja completamente destruído. Separar a sua espinal medula e o cérebro em dois faz com que sintam a mesma dor em cada uma das partes ainda vivas!

Ler printer     E-mail   Facebook F



Lara, menina vegana. Lara, menina vegana.

Entrevista a Irene Franco, mãe de uma criança vegana

Irene Franco é vegana e mãe de Lara Franco Neves, uma menina com 2 anos e 10 meses de idade (em Dezembro de 2005). Irene era ovo-lacto-vegetariano quando engravidou de Lara e manteve esse regime durante os primeiros meses de vida da filha. Ao descobrir a origem dos ovos e do leite tornou-se vegana, juntamente com o seu marido, e adoptou o mesmo regime alimentar para a sua filha.

Ler printer     E-mail   Facebook F



Como fazer tofu caseiro

Um dos mitos do vegetarianismo é considerar-se que a alimentação fica mais cara. No entanto, quem é vegetariano sabe que isso não corresponde à realidade. São poucos os alimentos mais caros, e mesmo a esses há alternativas caseiras, bem mais económicas. Entre esses produtos para os quais existe alternativa encontra-se o tofu.
Além de ser mais saudável e não causar desperdícios de embalagens, o tofu caseiro fica a menos de metade do preço do industrial.



Ler printer     E-mail   Facebook F



Importância e fontes dos ácidos gordos essenciais

Os ácidos gordos essenciais são considerados necessários para a saúde humana e devem obter-se nos alimentos, pois o nosso corpo não os consegue produzir sozinho. Estas gorduras são também conhecidas como ómega 3 (ácido alfa linoleico) e ómega 6 (ácido linoleico) e estão disponíveis em sementes (de abóbora sésamo, linhaça, cânhamo, girassol), frutos secos (nozes, amêndoas) e no óleo dos peixes gordos.

Ler printer     E-mail   Facebook F



Centro Vegetariano notícia na Cozinha Vegetariana

Na revista Cozinha Vegetariana, do mês de Novembro, na última página, saiu uma notícia sobre o Centro Vegetariano intitulada "Quatro anos a informar".

Ler printer     E-mail   Facebook F



O cânhamo na alimentação

As sementes de cânhamo foram consumidas pela humanidade (e pelos animais) durante séculos. Populações inteiras, sobretudo na China, sobreviveram em épocas de fome devido a estas sementes. Na China, no cinema, ainda se podem comprar sementes de cânhamo tostadas, da mesma forma que no Ocidente se encontram pipocas.
Segundo Rowan Robinson, autor do livro Manifesto do Cânhamo, o cânhamo, pelas suas múltiplas aplicações e qualidades, teve e terá um impacto positivo na sociedade em que vivemos e na ecologia do nosso planeta.



Ler printer     E-mail   Facebook F



Relatório ADI-ANIMAL Basta de sofrimento nos circos

A Associação ANIMAL ( http://www.animal.org.pt ) e a ADI (Animal Defenders International – http://ad-international.org ) em Junho e Agosto deste ano levaram a cabo uma exaustiva investigação sobre as condições dos animais nos circos portugueses, cujos resultados apresentaram, em conferência de imprensa, no dia 4 de Outubro, Dia Mundial do Animal.

Ler printer     E-mail   Facebook F



Cânhamo na cosmética

O cânhamo (cannabis sativa) é uma das plantas mais completas do Planeta. Os seus usos são muitos e variados, com particular interesse para as suas propriedades nutricionais e para as suas qualidades protectoras, hidratantes e rejuvenecedoras.

Ler printer     E-mail   Facebook F



Calçado vegano

Uma das maiores dificuldades dos veganos é encontrar calçado sem substâncias de origem animal. No entanto, existem cada vez mais lojas especializadas em calçado vegano. Nelas se encontra todo o tipo de calçado desde sandálias, botas, sapatilhas, chinelos ou sapatos, tanto em modelos de homem como de mulher. Os principais obstáculos são ainda o preço e encontrar à venda nas lojas portuguesas.



Ler printer     E-mail   Facebook F



Bronzeadores e protetores solares amigos dos animais

Mesmo em tempo de férias, um vegano deve ter atenção à escolha do bronzeador ou protetor solar. Há que selecionar uma marca não testada em animais e sem ingredientes de origem animal.
Em algumas ocasiões, como passeios ao campo ou acampamentos, pode ser também útil recorrer a um repelente de insetos. No entanto, também esta escolha deve ser cuidada.



Ler printer     E-mail   Facebook F



Correio da Manhã destaca vegetarianismo

O jornal Correio da Manhã, numa rubrica diária intitulada "Verão em Forma", deu, no dia 10 de Junho, um principal destaque ao vegetarianismo.

Ler printer     E-mail   Facebook F



Hábitos alimentares adquirem-se aos 2-3 anos

De acordo com os resultados de um estudo levado a cabo, desde 1982, na cidade francesa de Dijon, se se dá uma alimentação pouco variada a uma criança, é pouco provável que na idade adulta ela diversifique as suas refeições. O estudo mostrou ainda que os hábitos alimentares se adquirem com 2 ou 3 anos de idade.

Ler printer     E-mail   Facebook F



Melhores alimentos contra o cancro

De acordo com Dr. Michael Greger, médico norte-americano especialista em nutrição clínica, a melhor forma de evitar o cancro é através de uma dieta à base de plantas.
Segundo ele, cerveja, frango, queijo e peixe são as maiores fontes de dioxinas nos Estados Unidos.
A alimentação constitui, pois, um factor muito importante na protecção da saúde contra as doenças cancerígenas e cardiovasculares, entre outras.

Ler printer     E-mail   Facebook F



Animais têm emoções, revelam estudos

Um estudo recente realizado na Universidade de Bristol mostra que as vacas têm uma forte vida sentimental que inclui emoções como a amizade, o rancor ou a frustração.

Ler printer     E-mail   Facebook F



Estudo conclui que crudívoros são saudáveis

Um estudo norte-americano, publicado em Março de 2005 na revista Archives of Internal Medicine, concluiu que as pessoas que adoptam uma dieta vegetariana com o consumo exclusivamente de alimentos crus (crudivorismo), são magras, mas saudáveis.
Os crudívoros são um tipo de vegetarianos que só consome legumes, frutas, nozes e grãos germinados, desde que não tenham sido cozidos, processados ou alterados.

Ler printer     E-mail   Facebook F



Transgénicos prejudicam o ambiente

Um estudo britânico, encomendado pela comissão científica do Ministério do Ambiente e dos Assuntos Rurais e publicado no final de Março de 2005, concluiu que as culturas com organismos geneticamente modificados (OGM) são prejudiciais à fauna e à flora.

Ler printer     E-mail   Facebook F



Médicos, Nutricionistas e outros Profissionais

Em Portugal muitos profissionais de saúde e nutrição ainda têm apenas uma formação convencional, tornando-se difícil para eles aconselhar pacientes vegetarianos. A dieta mais comum em Portugal é mediterrânica e nem todos os profissionais se sentirão à vontade para aconselhar pacientes ou clientes que seguem um tipo de dieta alternativo.

Esta lista pretende ser uma pequena ajuda para aqueles que, por vezes, procuram uma alternativa ao seu médico de família.  Os médicos, dietistas, nutricionistas, homeopatas, naturopatas ou outros terapeutas referenciados nesta lista foram identificados como profissionais de alguma forma sensibilizados para a alimentação vegetariana. Espera-se, portanto, que proporcionem maior conforto aos clientes ou pacientes que optaram por esse tipo de dieta.

 



Ler printer     E-mail   Facebook F



Posição dos partidos sobre a protecção animal

A Associação ANIMAL (Associação Nortenha de Intervenção no Mundo Animal - http://www.animal.org.pt ) decidiu este ano, pela primeira vez, fazer uma campanha junto dos partidos políticos, aproveitando o cenário das eleições legislativas, com o objectivo de levar o tema da protecção dos animais a ser considerado nas propostas políticas eleitorais.
Além de solicitar reuniões com os partidos políticos, a que só o PS respondeu positivamente, a ANIMAL sugeriu aos amigos dos animais que enviassem aos partidos uma mensagem (ver a mensagem no final do artigo), na qual se propunham algumas medidas para melhorar a protecção legislativa aos animais em Portugal.
O lema desta campanha desenvolvida pela ANIMAL foi "se os animais não votam, votamos nós pelos animais".

Ler printer     E-mail   Facebook F



Estudo brasileiro sobre vegetarianismo e doenças cardiovasculares

Um estudo brasileiro realizado, entre Junho de 2000 e Fevereiro 2002, pelo cardiologista Júlio César Acosta Navarro e intitulado “Electrocardiograma, Pressão Arterial, Perfil Lipídico e Parâmetros Laboratoriais entre Indivíduos Adventistas Vegetarianos, Semi-Vegetarianos e Omnívoros de São Paulo” permitiu determinar a relação entre a dieta vegetariana e as doenças cardiovasculares.

Ler printer     E-mail   Facebook F



Presentes alternativos

Na escolha de presentes, devem preferir-se aqueles que sejam ecológicos, não impliquem exploração animal, não sejam maus para a saúde e cuja produção não advenha da exploração de mão-de-obra (sobretudo infantil, muito frequente em produtos “made in” países asiáticos).



Ler printer     E-mail   Facebook F



Bacalhau em vias de extinção

Originário das águas frias dos mares que circundam o Pólo Norte, o bacalhau é um alimento milenar. Registos mostram a existência de fábricas para o seu processamento na Islândia e na Noruega desde o século IX.
O mercador holandês Yapes Ypess foi o primeiro a fundar uma indústria de transformação na Noruega, por isso, é considerado o pai da comercialização do peixe industrializado. A partir de então, a procura do peixe passou a crescer, o que proporcionou o aumento do número de barcos pesqueiros e de indústrias pela costa norueguesa, transformando a Noruega no principal pólo mundial de pesca e exportação do bacalhau.

Ler printer     E-mail   Facebook F



A tradição do bacalhau

Na ceia de Natal dita a tradição portuguesa que se coma o bacalhau. Mas, a origem do consumo deste peixe remonta aos vikings, considerados os pioneiros na descoberta do bacalhau, pois a espécie era abundante nos mares que navegavam. A falta de sal na época fazia com que se limitassem a secar este peixe ao ar livre, até endurecer, para depois ser consumido aos pedaços nas longas viagens que faziam pelos oceanos.

Ler printer     E-mail   Facebook F



Número de animais para consumo humano

Com base nas estatísticas da FAO (Food and Agriculture Organization of the United Nations - http://www.fao.org ) sobre Agricultura (Statistical Databases – Agriculture), o Secretariado da União Vegetariana Europeia (EVU), num comunicado recente, apresentou o número de animais mortos no mundo para consumo humano durante o ano de 2003. Os números foram estabelecidos a partir de relatórios provenientes de mais de 210 países. Mas deve ter-se em atenção que alguns países e territórios não fornecem dados.

Ler printer     E-mail   Facebook F



Como substituir a carne?

Uma das questões que mais atormenta os que dão os primeiros passos no vegetarianismo ou aqueles que convivem com os vegetarianos é saber como substituir a carne.
O consumo de carne está tão enraizado na nossa cultura que, à primeira vista, pode parecer impossível dispensá-la da alimentação. Na verdade, herdámos hábitos não questionados há séculos.
É também generalizada a ideia de que só em alimentos de origem animal se podem obter as proteínas necessárias.

Ler printer     E-mail   Facebook F



Cuscuz, um acompanhamento diferente

O cuscuz é um ingrediente típico da cozinha do Norte de África, mas que actualmente já se encontra à venda um pouco por todo o mundo.
Pela sua riqueza em hidratos de carbono, o cuscuz pode constituir um acompanhamento diferente para quem procura uma alimentação variada e com novos sabores. É uma óptima alternativa ao arroz, às batatas ou à massa e também pode ser usado em saladas ou em sobremesas.

Ler printer     E-mail   Facebook F



Dia Mundial do Veganismo

O mundo tem comemorado o Dia Mundial do Veganismo a 1 de Novembro, desde o quinquagésimo aniversário da Vegan Society (Sociedade Vegana do Reino Unido) em 1994. Desde essa data que a cada ano se realizam mais e maiores celebrações, sobretudo no Reino Unido.



Ler printer     E-mail   Facebook F



De vegan a vegano

Origem da palavra vegan



Antes de 1944 não se fazia distinção entre vegetarianos e veganos. A palavra "vegetariano" englobava os dois conceitos. Foi usada formalmente, pela primeira vez, no dia 30 de Setembro de 1847, por Joseph Brotherton e outros, em Northwood Villa, Inglaterra, por ocasião da reunião inaugural da Sociedade Vegetariana do Reino Unido. Até 1847 os que não comiam carne eram conhecidos como "pitagóricos", ou seguidores do "sistema pitagórico", por causa do filósofo Pitágoras, da Grécia Antiga, também vegetariano.

Ler printer     E-mail   Facebook F



Dia Mundial da Alimentação

No dia 16 de Outubro celebra-se o Dia Mundial da Alimentação para comemorar a criação da Organização das Nações Unidas para a Agricultura e a Alimentação (FAO), em 1945.
Durante o Dia Mundial da Alimentação, celebrado pela primeira vez em 1981, destaca-se em cada ano um tema para o qual se focalizam todas as actividades. O tema proposto para este ano é “O Direito à Alimentação” (The Right to Food).

Ler printer     E-mail   Facebook F



Hotéis para animais e pet sitting

Se nas férias ou quando viajares não puderes levar contigo o teu animal, podes deixá-lo num hotel/canil ou utilizar um serviço de pet sitting.
A modalidade pet sitting evita que os animais saiam do ambiente a que estão habituados e protege-os de possíveis contaminações e stresse advindos de ficarem num ambiente estranho.
No caso dos hotéis, antecipadamente informa-te das condições de alojamento e dos preços, e se possível visita o local.



Ler printer     E-mail   Facebook F



Dia Mundial do Vegetarianismo

No dia 1 de Outubro comemora-se o Dia Mundial do Vegetarianismo. Este dia foi estabelecido em 1977 pela Sociedade Vegetariana Norte Americana. Depois disso, todos os anos, comunidades vegetarianas em todo o mundo têm celebrado o Dia Mundial do Vegetarianismo. Este dia serve para chamar a atenção da comunidade em geral para os problemas causados pelo consumo de carne e ainda para informar sobre as vantagens de uma alimentação vegetariana.

Ler printer     E-mail   Facebook F



O “Nemo” está a desaparecer

Nemo é um pequeno peixe-palhaço que vive junto da Grande Barreira de Coral do Pacífico. Um dia, é capturado por uns mergulhadores e levado para um aquário do consultório de um dentista. O pai de Nemo, decide ir à sua procura. Entretanto, o pequeno peixe-palhaço faz os possíveis por fugir do aquário...
No grande écran, é assim que se desenrola a história do famoso peixe que nos faz rir e ao mesmo tempo nos enternece com as suas aventuras. Mas fora da ficção a história de Nemo é bem diferente, pois a sua espécie está a ser ameaçada.

Ler printer     E-mail   Facebook F



Molho de soja

O molho de soja, também conhecido por shoyu (existe uma outra variedade que é o tamari), é o resultado da fermentação do feijão de soja, trigo e sal moído. Há séculos que é usado na cozinha japonesa e chinesa como condimento, conservante e emoliente.

Ler printer     E-mail   Facebook F



Feijão azuki

O feijão azuki, originário do Japão, é uma leguminosa selvagem, pequena e vermelha. A sua introdução na Europa deu-se após o século XX, depois de ter sido levado pelos emigrantes japoneses para o Brasil. É um alimento de grande riqueza nutricional, pois é rico em proteínas, fósforo, cálcio, ferro, potássio, zinco, fibras solúveis e vitaminas do complexo B.

Ler printer     E-mail   Facebook F



Aveia: cereal de múltiplas virtudes

No norte da Europa, desde há muitos séculos que se consome aveia. É o cereal tradicional do norte das Ilhas Britânicas, nomeadamente na Escócia e Irlanda, mas também na Inglaterra. Actualmente este cereal começa a fazer parte da alimentação de povos de todo o mundo. A aveia é considerada um cereal dos países frios e húmidos, pois aumenta a resistência do organismo ao frio.



Ler printer     E-mail   Facebook F



Vitamina D

A vitamina D é uma vitamina lipossolúvel que actua como uma hormona, regulando a formação óssea e a absorção do cálcio e do fósforo por parte do intestino, e auxiliando também o controlo da movimentação de cálcio entre os ossos e o sangue e vice-versa.

Ler printer     E-mail   Facebook F



Natal vegetariano: como sobreviver

A cada ano que passa, sempre que a época natalícia se aproxima grande parte dos vegetarianos e veganos começa a entrar em pânico. Só quando nos tornamos veganos ou vegetarianos nos apercebemos que quase todos os alimentos presentes na ceia de Natal são derivados de animais.



Ler printer     E-mail   Facebook F



Veganismo depois dos 60 anos

Uma alimentação vegana pode fornecer todos os nutrientes essenciais. Estudos nutricionais em pessoas idosas revelaram que a ingestão de várias vitaminas e sais minerais, tais como vitaminas C e D, ácido fólico, riboflavina, ferro, potássio e fibras, são menores do que o desejável. Apesar de não existirem estudos nutricionais especificamente sobre idosos veganos, as dietas veganas contêm geralmente os nutrientes acima referidos em proporções iguais ou superiores às da alimentação omnívora.
A falta de dados na determinação das exigências nutricionais para os idosos deve-se à diversidade deste grupo populacional. As exigências de cada indivíduo dependem dos seus hábitos alimentares, da sua saúde e das actividades que exerce.

Ler printer     E-mail   Facebook F



Bebidas alcoólicas veganas

Há milhares de anos que as bebidas alcoólicas fazem parte da dieta quotidiana. Quase todas as civilizações incorporaram diferentes produtos alcoólicos nos seus hábitos alimentares estando, portanto, o consumo de álcool intimamente ligado à cultura e aos costumes sociais dos diferentes povos. Em resumo, o consumo de álcool tem uma componente social importante com os seus respectivos benefícios e desvantagens.
O estilo de vida vegano não exclui, por isso, as bebidas alcoólicas em geral, mas apenas aquelas que contêm matérias primas ou auxiliares de origem animal.



Ler printer     E-mail   Facebook F



Leite e diabetes infantil

O leite, tantas vezes definido como "o alimento perfeito", está longe de o ser. Basta lembrar que não contém ferro, vitamina C e outros nutrientes essenciais.
Outro aspecto a ter em conta é que além das alergias (por exemplo intolerância às proteínas do leite ou à lactose que se manifesta por vómitos, diarreia, desidratação, dores de estômago, etc.) provocadas pelo leite de vaca, vários estudos apontam também para o facto de existir uma relação directa entre o consumo de leite e o aparecimento da diabetes juvenil (diabetes tipo1 ou mellitus).

Ler printer     E-mail   Facebook F



Ginkgo Biloba: árvore «imortal»

Como sucedeu com diversas espécies da fauna e da flora, as Ginkgo bilobas foram dizimadas no fim da era secundária. Na era seguinte, provavelmente devido a variações climatéricas, estavam quase totalmente extintas. Esta árvore, que se tinha expandido um pouco por todo o hemisfério norte, a partir do quartenário apenas se encontra a leste da China.
A origem da ginkgo biloba remonta, pois, a mais de 180 milhões de anos. E as árvores mais antigas ocupam solo chinês, onde chegam a atingir mais de 30 metros de altura e 20 metros de perímetro e algumas têm aproximadamente 3000 anos.

Ler printer     E-mail   Facebook F



A escolha do animal de estimação

O grupo de animais de estimação não deve incluir aves exóticas ou mesmo autóctones, nem os animais retirados do seu habitat natural. Os animais de companhia devem, por isso, restringir-se aos cães e gatos; sendo que a diversidade de raças nos deixa um leque enorme de escolhas.
Mas antes de trazer um bicho para casa é importante fazer a escolha acertada quanto ao melhor animal que se adequa à nossa personalidade e às condições que temos para lhe oferecer. Nunca devem presidir à nossa escolha factores como a raridade da raça, a comparação com o animal do vizinho ou a moda. É pois, por isso, muito importante conhecer as características, as necessidades e as particularidades de um potencial animal a adoptar.

Ler printer     E-mail   Facebook F



Utilidade dos animais de companhia

São vários os estudos recentes que apontam os benefícios, sobretudo para crianças e idosos, do convívio com animais de estimação. Cuidar de um animal de estimação tem pois um carácter formativo, tanto para as crianças como para os adultos.

Ler printer     E-mail   Facebook F



Obesidade: causas e consequências

Apesar das causas da obesidade poderem ser de índole diversa, as principais são genéticas e ambientais. A diminuição dos gastos energéticos associada aos actuais hábitos alimentares com excesso de gorduras e carnes, e com pouca ou nenhuma fibra, são os principais responsáveis pelo elevado índice de obesidade.
Uma pessoa com excesso de peso diminui consideravelmente a sua qualidade de vida à medida que os quilos aumentam. O que está em causa é muito mais do que um padrão de beleza, pois a obesidade arrasta consigo muitas consequências para a saúde física e psicológica. Os dados indicam que 70% dos obesos desenvolvem pelo menos uma das doenças relacionadas com o peso excessivo.

Ler printer     E-mail   Facebook F



Contraceptivos veganos

Quem quiser seguir à risca uma filosofia vegana precisa de vigiar mesmo os métodos contraceptivos que usa. Os contraceptivos podem ser testados em animais, ou conter ingredientes de origem animal. Os métodos que, ao que tudo indica, são totalmente veganos, são os preservativos femininos, os espermicidas, os diafragmas, os DIU`s e o planeamento familiar. Os métodos de contracepção mais utilizados pela população, tais como o preservativo e a pílula, só excepcionalmente apresentam marcas veganas.
Convém estar atento à lista de ingredientes dos produtos e informado quanto à realização de testes em animais. Deve ter-se em conta que algumas marcas já não testam os seus produtos em animais, mas testaram-nos na fase inicial do lançamento do produto para o mercado.



Ler printer     E-mail   Facebook F



Soluções para esquecer a balança

Numa sociedade constantemente invadida por campanhas de marketing são muitas as soluções apresentadas para perder os quilos indesejados. No entanto, os especialistas advertem que nem todos os tratamentos são adequados, e muitos chegam mesmo a ter efeitos adversos para a saúde dos pacientes. As dietas estivais e o consumo de produtos apresentados como light, “linha zero” ou “dietéticos”, que por vezes escondem outras armadilhas a nível de nutrientes ou ingredientes, também não são as soluções mais convenientes.
O tratamento para a obesidade pode estar numa medicação acompanhada de uma alimentação o mais variada e equilibrada possível, exercício físico e alteração do estilo de vida. Algumas especialidades da medicina alternativa também propõem soluções que contribuem para a diminuição do problema. Mas o mais importante mesmo é evitar os erros alimentares.

Ler printer     E-mail   Facebook F



Obesidade: números de peso

Um recente estudo da Organização Mundial de Saúde (OMS) revela que a obesidade está a aumentar. Esta é considerada por muitos especialistas como a "epidemia do século XXI", pois afecta já 320 milhões de pessoas em todo o mundo, sendo que 40% vive em países desenvolvidos. No entanto, não é ainda reconhecida pelos governos como doença, o que faz com que os fármacos não sejam comparticipados. Outra questão é que muitos médicos não estão ainda preparados para lidar com este problema, pois as faculdades de medicina não apresentam cadeiras de nutrição onde se aborde esta doença.

Ler printer     E-mail   Facebook F



Sopa de soja e cancro da mama

Investigadores do Centro Nacional de Cancro do Japão, ao longo de dez anos, acompanharam os hábitos alimentares de 21,8 mil mulheres com idades compreendidas entre os 40 e 59 anos. Do estudo realizado concluíram, então, que as mulheres que tomavam mais de três tigelas de missoshiru (sopa de soja) por dia tinham menos 40% de probabilidades de desenvolver cancro da mama, quando comparadas com aquelas que ingeriam diariamente apenas uma tigela de sopa. As mulheres que consumiam duas tigelas reduziam em 26% as hipóteses de desenvolver cancro.

Ler printer     E-mail   Facebook F



Livros de receitas vegetarianas

Uma das principais coisas que procura um vegetariano são receitas sem carne. Mas nem sempre é fácil encontrar no mercado português um livro de receitas vegetarianas, ou escolher um que se adeque ao que procuramos.
Para te facilitar essa tarefa, elaborámos uma lista de alguns livros de receitas vegetarianas disponíveis nas livrarias portuguesas, ou que se podem adquirir pela internet. Alguns apresentam apenas receitas, outros oferecem ainda informações várias sobre a alimentação vegetariana. A maioria abrange todo o tipo de pratos e de ingredientes. Outros, no entanto, são mais restritivos.



Ler printer     E-mail   Facebook F



Cetáceos em redes de pesca

De acordo com um estudo feito à escala mundial para a associação WWF (World Wildlife Fund), mais de 300 mil baleias, golfinhos e botos morrem todos os anos nas redes de pesca. A maioria dos animais presos nestas armadilhas submarinas morrem por afogamento, porque não conseguem vir à superfície respirar.

Ler printer     E-mail   Facebook F



Alimentando os neurónios

O cérebro funciona tanto melhor quanto melhor for alimentado e estimulado. Especialistas em nutrição defendem que o nosso cérebro, de forma a executar eficazmente todas as suas funções, se alimenta de cerca um quinto das calorias que ingerimos. Por isso, desde a idade infantil, uma alimentação regrada e variada é de grande importância para uma boa saúde física e mental.
Uma alimentação rica em frutos frescos e secos, verduras e açúcares de absorção lenta fortalece a memória e aumenta o rendimento do cérebro.

Ler printer     E-mail   Facebook F



Fast-food pode viciar

Uma dieta de hambúrgueres, batatas fritas e alimentos ricos em gordura e repletos de calorias pode não só engordar como viciar. Esta foi uma das questões que levou um grupo de cientistas a realizar um estudo para estabelecer se existe, de facto, uma relação.

Ler printer     E-mail   Facebook F



Meninas já fazem dieta

Uma investigação conduzida no Reino Unido revela que, aos nove anos, são já muitas as crianças que se preocupam com o seu aspecto físico. Os cientistas da Universidade de Leeds chegaram à conclusão que uma em cada cinco meninas com nove anos de idade faz dieta, porque, na escola, os colegas troçam do seu aspecto físico. Muitas optam por evitar o pequeno-almoço, ou comer menos durante o dia.

Ler printer     E-mail   Facebook F



Desportistas vegetarianos

Muitos são os desportistas vegetarianos, embora nem sempre a sua dieta transpareça para o público tanto como as suas medalhas. Praticantes de modalidades diversas, têm em comum o facto de deterem vários recordes notáveis.
A lista que se apresenta é certamente incompleta, restringindo-se apenas aos nomes mais conhecidos.

Ler printer     E-mail   Facebook F



Estudos sobre atletas

Os atletas não estão imunes ao condicionamento cultural que prega que a carne dá resistência e força.
Mesmo assim, alguns adoptam dietas vegetarianas e os resultados inspiram investigações. Vários estudos confirmam que os vegetarianos têm mais força e resistência, bem como recuperam mais rapidamente do cansaço.

Ler printer     E-mail   Facebook F



Cereais integrais podem reduzir risco de diabetes

Consumir produtos integrais, nomeadamente cereais ricos em fibra, arroz, cevada ou aveia, pode reduzir o risco de diabetes tipo 2, de acordo com um estudo publicado no American Journal of Clinical Nutrition.

Ler printer     E-mail   Facebook F



Alfarroba - cacau fingido

Alfarroba é uma planta da família das leguminosas, cujas sementes são utilizadas para preparar um pó que substitui o cacau em muitas receitas. A goma é usada como espessante em iogurtes e outros alimentos industrializados.
Tem um sabor delicioso, adocicado, de chocolate amargo, que substitui o cacau. Na Europa, principalmente na Espanha, a alfarroba já é acrescentada a vários doces.

Ler printer     E-mail   Facebook F



Beringela

A beringela é um ingrediente comum na cozinha indiana, grega e francesa. É oriunda da Índia e parte do sudoeste Asiático, mas o seu cultivo estendeu-se a todo o mundo.
A beringela crua é um vegetal/fruto muito pouco calórico, com apenas 16 calorias em 100 gramas. É muito rica em água (93%) e fornece boas quantidades de potássio (200 mg/100g de beringela). Contribui com fibra alimentar (2,5 g/100 g), cálcio (10 mg/100 g) e fósforo (12 mg/100 g de beringela).

Ler printer     E-mail   Facebook F



Alcachofras

As alcachofras, originárias da Europa mediterrânica, são da família dos cardos. Na Idade Média eram consideradas afrodisíacas. Contudo, no século XVIII, graças à opinião de alguns médicos, mereceram um estatuto medicinal devido ao facto de serem consideradas eficazes na cura de febres. Mas foi após a Segunda Guerra Mundial que o seu consumo alimentar se generalizou.
São nutricionalmente ricas em potássio, possuem propriedades diuréticas, são purificantes e desintoxicantes. São pois um excelente alimento para quem sofre de hipertensão arterial, gota, reumatismo e artrite.

Ler printer     E-mail   Facebook F



Criação intensiva de perus

Todos os anos, mais de 260 milhões de perus são abatidos na União Europeia. 5 milhões dos quais em Portugal, sendo a época natalícia a de maior procura da carne destes animais.
São vários os problemas associados à criação intensiva destes animais e que, obviamente, têm consequências na qualidade da carne e na saúde de quem a consome.

Ler printer     E-mail   Facebook F



Caviar: ouro negro

O caviar, apesar de vendido a preço de ouro, é um produto bastante consumido no Ocidente, sobretudo durante épocas festivas.
Embora a população de esturjões tenha diminuído drasticamente no delta do Volga (Rússia), o comércio de caviar mantém o seu ritmo devido à crescente procura do produto. As mafias apoderam-se deste negócio milionário, que promove grandes matanças e é executado por pescadores furtivos.

Ler printer     E-mail   Facebook F



Roupas: substâncias animais e alternativas

Existem várias substâncias extraídas de animais (caxemira, angora, couro, camurça, peles, lã, penugem e seda) que são usadas em roupas e calçados.
No entanto existem muitas alternativas: nylon, algodão, flanela, fibras sintéticas, poliester, seda sintética, cânhamo e bambu.



Ler printer     E-mail   Facebook F



Medicamentos: substâncias animais e alternativas

As substâncias abaixo são usadas essencialmente pela indústria farmacêutica em remédios, suplementos e vitaminas. Existem alternativas já no mercado.

Ler printer     E-mail   Facebook F



Cosméticos: substâncias animais e alternativas

A lista abaixo, elaborada pela PETA, enumera produtos que são extraídos dos mais variados animais. Estas substâncias são usadas em cosméticos, apesar de existirem muitas alternativas sintéticas ou de origem vegetal.

Ler printer     E-mail   Facebook F



Alimentos: substâncias animais e alternativas

São várias as substâncias de origem animal usadas nos alimentos, principalmente em bolos, biscoitos, gelados, conservas e vinhos. Geralmente são usadas como corantes, adoçantes, aromatizantes ou conservantes.
Em relação às suas alternativas sintéticas ou vegetais têm ainda a desvantagem de poderem provocar reacções alérgicas.

Ler printer     E-mail   Facebook F



Dietas comparadas

A questão da necessidade de os homens matarem animais para se alimentarem da sua carne tem sido muito discutida. Um dos argumentos a favor do vegetarianismo baseia-se no estudo comparativo da anatomia e fisiologia dos animais carnívoros, herbívoros e frugívoros. A comparação demonstra que a dieta mais adequada ao homem seria a dieta frugívora e herbívora.
Eis algumas diferenças e semelhanças.

Ler printer     E-mail   Facebook F



Como treinar as crianças a comer de tudo

Até as crianças mais teimosas e esquisitas com a comida podem ser ensinadas a gostar de todos os tipos de alimentos, desde que sejam correctamente incentivadas.

Ler printer     E-mail   Facebook F



Adoçantes sintéticos

Os adoçantes sintéticos são utilizados para substituir a sacarose e devem consumir-se moderadamente. O seu abuso compreende riscos que não devem ser subestimados.
O inconveniente mais frequente é a sua propriedade de falsear o gosto dos alimentos. Satisfazem artificialmente o gosto inapto para o açúcar, produzindo a falsa impressão de poder abusar dos alimentos que o contêm. Estes alimentos, porém, têm igualmente um excesso de calorias sob outras formas, e assim muitas pessoas acabam por ter problemas de obesidade precisamente por causa do abuso de alimentos deste tipo.
O açúcar encontra-se escondido em muitos alimentos e para que não se consuma em demasia é necessário ler atentamente os rótulos dos produtos.

Ler printer     E-mail   Facebook F



Adoçantes Naturais

Os adoçantes naturais são alternativas mais saudáveis de substituir o açúcar refinado e os adoçantes sintéticos na alimentação.
São obtidos principalmente a partir da cana-de-açúcar, de plantas, de frutas e de cereais e os menos comuns encontram-se à venda em lojas de produtos naturais.
As opções são variadas e podem alternar-se consoante os alimentos aos quais se adicionam. A maioria destas alternativas permitem preparar sobremesas e bebidas caseiras mais saudáveis evitando as desvantagens dos adoçantes sintéticos, presentes na maioria dos produtos indústria alimentar.



Ler printer     E-mail   Facebook F



Açúcar

O açúcar é um hidrato de carbono simples, solúvel em água, de estrutura cristalina. Podemos encontrar o açúcar em diversas formas: os dissacáridos - entre os quais figuram a sacarose (açúcar refinado), a lactose (açúcar do leite), e maltose - e os monossacáridos, como a glucose e a frutose. Mas o açúcar de uso mais comum é a sacarose, um dos aditivos utilizados com maior frequência na alimentação.


Ler printer     E-mail   Facebook F



Cães e gatos veganos

A alimentação dos animais de estimação dos veganos é por vezes uma questão controversa, principalmente do ponto de vista ético. Cães e gatos não seguem naturalmente uma dieta vegana, nem vegetariana.

Os veganos e vegetarianos ficam muitas vezes divididos entre alimentar cães e gatos com uma dieta vegana, ou com alimentos que contêm ingredientes de origem animal.



Ler printer     E-mail   Facebook F



Cochonilha e Carmim

Um vegano deve estar atento aos rótulos que indicam os ingredientes Carmim, Cochonilha, Ácido Carmínico (Carmine. Cochineal. Carminic Acid.) ou E-120.
Cochonilha é um pigmento vermelho obtido através da compressão da fêmea do insecto cochonilha. Carmim é um corante obtido a partir de milhares de lesmas mortas.
Estes ingredientes são utilizados em produtos alimentares, principalmente sobremesas com sabor a frutos, roupas e produtos de cosmética.

Ler printer     E-mail   Facebook F



Cogumelos no combate ao cancro

Os cogumelos têm capacidades medicinais surpreendentes no combate a problemas de saúde como o colesterol ou o desenvolvimento de um tumor, de acordo com um estudo apresentado no III Congresso Micológico Transmontano, em Mogadouro (Bragança) em Novembro de 2001.
Mais recentemente, uma equipa de cientistas britânicos anunciou também que certas espécies de cogumelos exóticos podem conter substâncias químicas que ajudariam no desenvolvimento de novos medicamentos contra o cancro.

Ler printer     E-mail   Facebook F



Cogumelos

Os cogumelos são fungos com uma estrutura simples, sem raízes, folhas ou flores. Por serem desprovidos de clorofila não têm capacidade de produzir substância orgânica, pelo que não subsistem autonomamente. Nutrem-se a partir de outros seres vivos, organismos mortos ou matéria orgânica em decomposição.
Estes fungos desempenham um papel importante numa dieta variada, isoladamente ou como ingredientes para molhos e condimentos.
Por serem pobres em calorias mas ricos em proteínas, sais minerais e oligoelementos, são indicados em muitas dietas hipocalóricas, prescritas em situações de obesidade ou diabetes não-insulino-dependente. É ainda um alimento pobre em sódio, o que o torna adequado a dietas com restrição salina. Nomeadamente em dietas para hipertensos ou doentes hepáticos crónicos. No entanto, pelo facto de libertem escórias de ácido úrico, são contra-indicados para pessoas que sofrem de hiperuricémia, gota e cálculos urinários.



Ler printer     E-mail   Facebook F



A caminho da ruptura ecológica

O homem está a consumir mais do que o planeta consegue repor, pelo que o equilíbrio ambiental se encontra perigosamente ameaçado.
O alerta foi dado por um grupo de investigadores norte-americanos que calculou que, no ano de 1999, a economia absorveu 120% da capacidade produtiva da Terra. Ou seja, entrou em claro défice. Uma situação que, a desenvolver-se, poderá levar rapidamente a um cenário de ruptura ecológica, com o esgotamento de diversos recursos fundamentais à vida humana.

Ler printer     E-mail   Facebook F



Alimentação de crianças veganas

Alguns estudos levados a cabo em crianças veganas desde o nascimento, em 1981 e 1992, mostraram que estas pesam em média menos do que as crianças omnívoras, mas se encontram dentro dos níveis normais de peso e altura. Bebés e crianças criadas com uma dieta vegana variada obtêm proteínas e energia adequadas, são saudáveis e crescem normalmente. São extremamente raros os casos, relatados com pompa na imprensa médica, de bebés veganos que sofrem de deficiências proteicas e energéticas. São mais os casos de bebés criados com uma dieta macrobiótica ou frugívora mal planeada, do que com uma dieta vegana.
É comum a ideia de que sujeitar uma criança a uma dieta vegetariana ou vegana a pode colocar em risco de deficiências nutricionais. A realidade é que uma dieta mal planeada, independentemente de ser vegetariana ou omnívora, é a causa principal de desequilíbrios nutricionais. Os primeiros anos de vida da criança constituem uma oportunidade para lhe incutir bons hábitos alimentares.

Ler printer     E-mail   Facebook F



Nutrientes essenciais

Uma dieta vegetariana, através de uma alimentação variada e equilibrada, promove uma quantidade ampla de todos os nutrientes, seja para um adulto, para uma mulher grávida ou mesmo para uma criança. O corpo humano não tem necessidade de carne ou leite animal e não há nenhum nutriente indispensável para uma boa saúde nesses alimentos, que não se possa obter nas plantas. São seis os nutrientes essenciais: hidratos de carbono, lípidos, proteínas, água, vitaminas e minerais.

Ler printer     E-mail   Facebook F



Segredos dos frutos (P - U)

Verdadeiros dons da natureza, os frutos são alimentos extraordinariamente saudáveis e indispensáveis na nossa alimentação diária.
Descobre o segredo de frutos tropicais, citrinos, pomos, drupas, frutos secos, entre muitos outros.

Ler printer     E-mail   Facebook F



Segredos dos frutos (M - N)

Ainda hoje, os frutos continuam a encantar pelas suas formas peculiares, aromas e sabores inigualáveis. São alimentos de eleição de uma alimentação equilibrada e natural. Rematam, como nenhuma outra sobremesa, o final das refeições. E enquanto ingredientes da mais variada pastelaria, doçaria ou gelataria, os frutos dão, também, um toque muito especial, perfumando as mais diversas receitas. Alguns resultam, ainda, em magníficas entradas e outros, até acompanham alguns pratos principais, conferindo-lhes um agradável sabor agridoce.



Ler printer     E-mail   Facebook F



Segredos dos frutos (G- L)

A sua existência vem da mais remota antiguidade. Ao longo da história, as diversas civilizações não dispensaram os frutos nos seus festins. Também a Bíblia descreve os deliciosos frutos suspensos nas árvores do Jardim do Paraíso. E ainda hoje, os frutos mais variados são alimentos indispensáveis em qualquer alimentação saudável e equilibrada.

Ler printer     E-mail   Facebook F



Segredos dos frutos (C - F)

Os frutos exercem uma grande influência sobre o nosso organismo e são especialmente ricos em vitaminas e minerais. Contêm princípios activos extraídos da polpa, da casca e até mesmo do caroço que constituem uma fonte de bem-estar. Na continuação desta série de artigos, seguem segredos de mais alguns frutos.

Ler printer     E-mail   Facebook F



Segredos dos frutos (A - B)

Especialmente aos frugívoros é importante conhecer as propriedades dos frutos, para mais facilmente os combinar de forma a constituir uma alimentação equilibrada.
São apetitosos, uma fonte de bem-estar e um poço de curiosidades. Descobre connosco os segredos que escondem os mais variados frutos, numa série de artigos que te vamos propor.

Ler printer     E-mail   Facebook F



Convivendo com crianças não veganas

Quando tiveres de lidar com os amigos não veganos do teu filho, vale a pena tomares nota do tipo de alimentos que eles esperam encontrar nas festas, lanches, etc. É provável que esses alimentos sejam ligeiramente diferentes dos que seriam servidos a outras crianças veganas, habituadas a dietas à base de alimentos integrais, sem açúcar, etc. As crianças são notavelmente pouco diplomatas ao expressarem o seu desagrado pela comida, e pode tornar-se bastante desagradável e confuso para os pequenos veganos verem a "sua" comida rejeitada - especialmente em festas de aniversário ou outras reuniões especiais de amigos e amigas.

Ler printer     E-mail   Facebook F



Leite materno & Leite em pó

O Leite Materno é o melhor
Idealmente o primeiro alimento para bebés veganos deve ser o leite materno. Se necessitares informação e apoio sobre amamentação podes contactar La Leche League ( http://www.lalecheleague.org ).
Muitos benefícios são transmitidos ao bebé através da amamentação, incluindo o fortalecimento do sistema imunitário, protecção contra infecções e redução no risco de alergias. Além disso o leite materno existe especificamente para alimentar bebés e provavelmente contém substâncias fundamentais ao crescimento dos recém-nascidos, que nem sequer se pensa serem essenciais e que não estão incluídas nos leites comerciais em pó.

Ler printer     E-mail   Facebook F



Alimentação de bebés veganos

A não ser que vivas num ambiente que apoia o veganismo, as dúvidas sobre como alimentar um bebé com uma dieta vegana podem apoderar-se de ti. A alimentação é um assunto delicado, pois as pessoas querem o melhor para as suas crianças; querem dar-lhes os melhores alimentos. Não é invulgar algumas pessoas, que acreditam que uma dieta vegana é o melhor para si, terem dúvidas sobre se esse tipo de alimentação é o melhor para os seus filhos.
Os médicos ainda levantam muitas questões sobre a eficácia desta dieta e, na maioria dos casos, são contra a sua utilização. Não te deixes dissuadir, pois desde que sigas algumas linhas mestras irás dar ao teu filho uma alimentação perfeitamente saudável. O caminho a seguir será mais suave e agradável se a tua família, amigos e médicos, sentirem que tens bons conhecimentos sobre nutrição e virem o teu filho saudável.
O que se segue é uma visão cronológica de como satisfazer as necessidades nutritivas do teu bebé com uma dieta vegana.



Ler printer     E-mail   Facebook F



Manipulação alimentar

Os avanços no campo da bioquímica e da engenharia genética trouxeram profundas alterações na forma como o Homem passou a encarar a natureza. As recentes técnicas de selecção e manipulação de genes têm vindo a ser aplicadas em diversas áreas e a agricultura não é excepção.
O objectivo do processo de mutação genética é chegar a um organismo cujas características sejam aquelas que mais interessem ao produtor. De acordo com a definição adoptada na UE, um Organismo Geneticamente Modificado (OGM) é “um organismo cujo material genético tenha sido modificado de uma forma que não ocorre por comportamentos e/ou recombinação natural”.

Ler printer     E-mail   Facebook F



Tráfico de Animais Silvestres

O tráfico de animais silvestres é o terceiro maior negócio ilegal do mundo, e que só no Brasil movimenta cerca de 700 milhões de dólares (americanos) por ano. Só das selvas brasileiras são retirados em média 12 milhões de animais por ano, e por cada animal vendido morrem nove.
O tráfico de animais só perde para o tráfico de drogas e de armas na escala dos mais rentáveis, sobrevive da miséria humana, explorando pessoas simples que fazem da venda de animais um meio trágico de obter dinheiro, causando assim enormes e irreparáveis danos na natureza.


Ler printer     E-mail   Facebook F



Cereais – qualidades nutritivas

Os cereais possuem propriedades nutritivas (oligoelementos, vitaminas, sais minerais e enzimas), energéticas e fortificantes que se manifestam plenamente quando consumidos integrais. Devido a estas características, são essenciais ao crescimento e a estados específicos como a gravidez, a convalescença ou a fadiga. Na verdade, os cereais contêm todos os elementos necessários para compensar as energias despendidas pelo organismo.

Ler printer     E-mail   Facebook F



Pão, alimento das muitas virtudes

O pão é fabricado a partir de farinha de diferentes cereais, amassada, fermentada e cozida no forno. As farinhas mais utilizadas são a de trigo, centeio e milho, originando diferentes tipos de pão consoante as misturas feitas e o grau de peneira das farinhas.
Este alimento é um excelente fornecedor de fibra, de alguns minerais (ferro e cálcio) e vitaminas (complexo B) e principalmente de hidratos de carbono complexos, necessários para fornecer energia e manter um bom funcionamento do organismo.
É realmente um alimento saudável e, por si só, não engorda. Uma fatia de pão fornece apenas 70 calorias.


Ler printer     E-mail   Facebook F



Comportamento infantil e alimentação

Nas crianças, a hiperactividade, a falta de atenção, a dislexia e o comportamento anti-social ou agressivo podem ser manifestações do que elas comem, defende o britânico Neil Ward, do departamento de Química da Universidade de Surrey.
Segundo o investigador, algumas crianças podem reagir aos aditivos, conservantes e corantes que se encontram nos produtos alimentares, o que causa alguns problemas comportamentais.


Ler printer     E-mail   Facebook F



Frugivorismo - dieta pura

O frugivorismo é uma dieta à base de frutas cruas ou cozidas. É uma alimentação que não implica a morte da planta.
Esta dieta é uma das mais altas expressões do vegetarianismo, pois é um sistema de alimentação que não oferece contradições em nenhum dos aspectos que normalmente se têm em conta numa alimentação mais saudável, como sejam: ético, moral, religioso, ecológico, medicinal e nutricional.

Ler printer     E-mail   Facebook F



Razões de saúde para uma dieta diferente

Nos últimos anos, extensivos estudos médicos têm provado que os Ocidentais seguem uma dieta com quantidade excessiva de açúcares, proteínas, gorduras saturadas, colesterol, pesticidas e com poucas fibras. Este tipo de dieta está a originar elevados custos médicos.

Ler printer     E-mail   Facebook F



Tipos de vegetarianos

Vegetariano é alguém que se alimenta basicamente de grãos, sementes, vegetais, cereais e frutas, com ou sem o uso de lacticínios e ovos.
Os vegetarianos excluem o uso de todas as carnes animais, incluindo peixe e frango. Embora sejam correntes algumas definições mais abrangentes, como semi-vegetariano, pixo-vegetariano ou flexitariano, que incluem dietas com consumo esporádico de peixe ou marisco, tais conceitos não são um tipo de vegetarianismo.



Ler printer     E-mail   Facebook F



Obesidade

A obesidade afecta já cerca de metade da população portuguesa. Os comportamentos de risco e o número de obesos estão a aumentar em Portugal, assim como o número de jovens que sofrem desta patalogia. O excesso de gordura corporal aumenta os riscos para tensão arterial elevada, doenças do coração, enfarte, diabetes, alguns tipos de cancro e outras doenças.
O índice de obesidade entre a população americana é de 18%. Entre os vegetarianos é de 6%, e nos veganos é de apenas 2%. Na realidade verifica-se que o peso médio dos veganos (adultos), comparando com os omnívoros, é inferior em 5 a 10 kg.

Ler printer     E-mail   Facebook F



Cães para consumo humano

Algumas raças de cães europeus estão a ser exportadas para a China, onde são criados para fins alimentares. Acredita-se que a carne de um cão, quando morto em extremo sofrimento causado por longos períodos de tortura, seja um poderoso afrodisíaco.
Actualmente a carne de cão é abundante e o seu consumo tem aumentado à medida que as pessoas têm mais poder de compra, pois esta é uma das mais caras do país.
Na China, dez milhões de cães são abatidos por ano para consumo humano.

Ler printer     E-mail   Facebook F



Agricultura biológica

Os alimentos orgânicos ou biológicos são cultivados sem o uso de fertilizantes sintéticos, pesticidas, herbicidas ou fungicidas.
A agricultura biológica, de um modo geral, respeita o ambiente no seu todo. Os eco-produtos são potenciadores de uma vida mais saudável pelas suas qualidades nutricionais e isenção de resíduos tóxicos.

Ler printer     E-mail   Facebook F



A Produção de seda

A descoberta do produto seda da espécie bicho-da-seda Bombyx mori ocorreu por volta de 2700 A.C. e, de acordo com a tradição chinesa, a invenção da primeira seda em meadas deve-se à noiva do imperador Huang Ti, uma jovem de 14 anos de nome Hsi Ling Shi. A cultura de seda espalhou-se então por toda a China tornando o produto numa comodidade bastante valorizada, sobretudo, posteriormente, por outros países.
Em 139 A.C., a maior rota de comércio mundial foi aberta desde a China Oriental ao Mediterrâneo, vindo posteriormente a ser designada de rota da seda e, por volta de 300 D.C. o segredo da produção de seda tinha já atingido a Índia e o Japão.


Ler printer     E-mail   Facebook F



A Indústria de peles

A indústria das peles sacrifica milhares de animais todos os anos. Cada casaco de pele representa a morte de vários animais, sejam estes capturados no seu habitat natural ou criados em cativeiro. Nem mesmo as espécies protegidas ou os animais de estimação estão a salvo desta indústria que move milhões.

As peles de animais são utilizadas principalmente na fabricação de vestuário (sobretudo casacos), calçado, estofos e marroquinaria.

Ler printer     E-mail   Facebook F



Alternativas à Experimentação Animal

Graças aos avanços da tecnologia moderna e a um crescente número de cientistas empenhados existem alternativas à Experimentação Animal. Estas alternativas, seguras, inovadoras e fiáveis, não salvam apenas as vidas de animais, mas frequentemente também providenciam os dados necessários num curto espaço de tempo e a um custo menor que os tradicionais testes em animais.

Ler printer     E-mail   Facebook F



Testes com menos sofrimento

Existem alguns testes que utilizam animais como parte do teste ou para providenciar tecidos cada vez que o teste é realizado. Contudo, reduzem o número de animais utilizados ou diminuem o sofrimento dos mesmos, ao contrário dos testes normais que substituem.
Estas alternativas são exemplos de "redução", ou "refinamento", dos testes. Não "substitutos" para testes animais no seu todo.

Ler printer     E-mail   Facebook F



Espécies Animais Usadas em Pesquisas Científicas

Diferentes espécies animais são usadas para a pesquisa científica e para um grande número de experiências. Todos os anos milhões de animais são sacrificados, porque os estudos feitos neles e com eles são um padrão aceite na pesquisa científica e um negócio rentável.
A maior parte das investigações envolve roedores – ratos e ratazanas, que foram especificamente criados para esse propósito. Mas também uma percentagem significativa de outros mamíferos são usados em pesquisas científicas, incluindo cães, gatos, primatas, ovelhas, porcos e ainda outros animais, como por exemplo cavalos e animais marinhos.

Ler printer     E-mail   Facebook F



Sobre o Zinco

O Zinco é um mineral que desempenha várias funções: é importante na formação do RNA e do DNA, na conversão de proteínas em energia, para a próstata e no trabalho conjunto com o cálcio na formação dos ossos. É encontrado em todas as células do corpo. Acredita-se que influencia as funções mentais, o processo de recuperação, a estabilidade do sangue e o equilíbrio alcalino do corpo.



Ler printer     E-mail   Facebook F



Dieta vegetariana é mais saudável

Muitas são as pessoas que actualmente estão a mudar para uma dieta vegetariana. Quer porque sentem necessidade de baixar os níveis de colesterol, porque gostavam de encontrar o peso ideal ou simplesmente se peocupam com os animais.
Mas até que ponto é esta mudança segura? Sem carne, ou mesmo lacticínios, na sua dieta, será que lhes faltam alguns nutrientes importantes? Provavelmente não, dizem os nutricionistas. Desde que tenham o cuidado de ingerir uma variedade de comidas podem ser geralmente mais saudáveis do que os que seguem dietas tradicionais no ocidente.

Ler printer     E-mail   Facebook F



Vitamina B12

A vitamina B12, também conhecida como Cianocobalamina, ajuda na formação do sangue e no desenvolvimento dos glóbulos vermelhos. Ajuda também no funcionamento do sistema nervoso e trabalha na conversão de gorduras, proteínas e carbohidratos, em energia. Esta vitamina, essencial na nutrição, desempenha um papel muito importante na concentração, no equilíbrio e na memória.
A maioria dos casos de deficiência de vitamina B12 não ocorre entre a população vegetariana, mas na população em geral. Um sintoma de deficiência é um tipo de anemia, a megaloblástica, na qual os glóbulos vermelhos não maturam correctamente. Os sintomas de deficiência são fraqueza e fadiga, dificuldade de equilíbrio ao caminhar e dormência nos dedos dos pés e das mãos.



Ler printer     E-mail   Facebook F



O bebé vegetariano

O primeiro ano da vida de uma criança é crucial para a implementação de bases para uma saúde saudável. Os pais, como responsáveis pela alimentação e demais cuidados do bebé, devem estar bem informados acerca das necessidades nutricionais nesta fase da vida das crianças. O bebé vegetariano ou vegano pode ser tão saudável e bem nutrido como outro bebé, ou melhor. Basta que os pais se assegurem que os alimentos escolhidos fornecem todos os nutrientes necessários ao crescimento e ao desenvolvimento apropriados das crianças.

Ler printer     E-mail   Facebook F



algas algas

Algas

As algas marinhas ajudam a restabelecer as reservas de ferro e são óptimas fontes dos principais minerais. São vários os tipos de algas: agar-agar, aramé, bodelha, clorela, dulse, hiziki, irish moss, kombu, nori, espirulina, e wakamé.



Ler printer     E-mail   Facebook F



Sobre o tempeh

Tal como o tofu, o tempeh é outro produto feito a partir do feijão de soja.
Na produção do tempeh os feijões de soja são descascados, demolhados e cozidos. Em seguida, são arrefecidos e inoculados com um bolor (Rhizopus), que faz fermentar o preparado. Da fermentação dos feijões de soja resulta a pasta chamada tempeh.

Ler printer     E-mail   Facebook F



Sobre o Seitan

O seitan é produzido a partir da farinha de trigo.
Faz-se primeiro uma massa, como para o pão. Esta é depois lavada, num passador, com água corrente. Neste processo perde as gorduras e os hidratos de carbono.



Ler printer     E-mail   Facebook F



Adaptar receitas de bolos

Para os mais gulosos que acham difícil tornarem-se veganos, pois teriam de deixar de comer/fazer bolos e outras guloseimas que incluem ovos ou leite, aqui ficam algumas dicas sobre as alternativas.
Existem milhares de receitas comuns que podem ser adaptadas à dieta vegana. Porém, é preciso saber como escolher as receitas e como adaptá-las.



Ler printer     E-mail   Facebook F



Patê de fígado de ganso (foie gras)

O "foie gras" nada mais é do que uma lipidose hepática, ou seja, uma doença do fígado. Como consequência de uma alimentação forçada durante 4 semanas, os fígados dos gansos e dos patos incham 6 a 12 vezes o tamanho normal.



Ler printer     E-mail   Facebook F



Consumo de carne aumenta risco de cancro

Segundo indicam investigações recentes, as pessoas que seguem uma dieta rica em carne têm um risco acrescido de virem a sofrer doenças cancerígenas. O relatório indica diversos estudos que responsabilizam directamente o consumo de carne, em especial a "vermelha", com certos tipos de cancro, principalmente o do cólon.

Ler printer     E-mail   Facebook F



Alimentação da grávida vegetariana

Durante a gravidez a necessidade de nutrientes aumenta consideravelmente. A grávida vegetariana deve seguir orientações específicas e ter especial atenção ao ferro, cálcio, zinco, ácido fólico e à vitamina B12.
Devem consumir-se produtos variados de cada um dos grupos alimentares, de forma a proporcionar um melhor equilíbrio dos nutrientes. Beber bastante água durante o dia e não saltar refeições, de modo a ter um fornecimento constante de energia, vitaminas e minerais, pode ser um bom princípio. A grávida deve também evitar bebidas alcoólicas durante a gestação, bem como manter um consumo de cafeína abaixo de 300 a 400 mg por dia (3 a 4 chávenas).


Ler printer     E-mail   Facebook F