1 de Outubro - Dia Mundial do Vegetarianismo

O vegetarianismo está a ganhar cada vez mais adeptos. Aproximadamente 7% da população do Reino Unido baniu a carne da sua alimentação e, semanalmente, cerca de 5 mil pessoas tornam-se vegetarianas (dados da The Vegetarian Society, RU).Muitos são os benefícios a nível da saúde para quem se torna vegetariano. Vários estudos científicos nos quais a dieta vegetariana e a dieta ocidental típica foram comparadas, revelaram que os vegetarianos são consideravelmente mais saudáveis e apresentam menos hipóteses de sofrerem algumas doenças do que os consumidores de carne. Doenças como problemas cardíacos, certos tipos de cancro, hipertensão, enfarte, problemas de intestinos, apendicite, cálculo biliar, gota e obesidade, podem ser causadas, ou agravadas, por uma alimentação exclusivamente à base de carne (dados da Food for Thought, Dr Vernon Coleman).

Uma das razões para o aumento de vegetarianos está relacionada com questões morais. No Reino Unido, cerca de 2500 milhões de animais de produção são abatidos todos os dias. A maior partes destes animais são mantidos em quintas de produção sobrelotadas, onde lhes é negado ar fresco, exercício ou até contacto social (dados da Animal Aid, RU).

Além disso, a indústria alimentar contribui para diversos perigos ambientais de extrema gravidade, como a alteração climática e o aquecimento global. Por exemplo, são necessárias grandes quantidades de água para produzir a alimentação destes animais de produção, fazendo com que os recursos de água para desçam para níveis muito baixos. O adubo de origem animal contribui para a poluição dos solos, rios e lagos com nitratos, pesticidas e hormonas de crescimento, reduzindo ainda mais a quantidade de água potável.
São também utilizadas grandes quantidades de combustíveis fósseis como carvão, petróleo e gás. Os habitats de vida selvagem, incluindo as florestas tropicais, estão a diminuir rapidamente (dados da Animal Aid, RU e de VIVA, RU).
A fome mundial é outra questão importante. O que consumimos tem um efeito directo sobre a fome mundial. Os animais comem cerca de 5 a 10 vezes mais alimentos vegetais do que os humanos, mas em troca, produzem apenas uma pequena quantidade do que comem em carne e lacticínios. Isto significa que a maioria dos terrenos cultivados são utilizados para a alimentação dos animais, em vez de serem um meio para diminuir a fome mundial (dados da Animal Aid, RU).

Este ano também assistiu a um número de casos graves na indústria alimentar, incluindo a pandemia da gripe das aves e o escândalo relacionado com a venda de carne podre na Alemanha.

No entanto, existem também boas notícias. Foi provado que os vegetarianos além de serem mais saudáveis e mais amigos dos animais e do ambiente, são também mais inteligentes. Recentemente, no RU, um grupo de vegetarianos participou num programa de televisão, no qual foram realizados testes de QI, ‘Test the Nation: IQ Test on live television”. O grupo venceu todos os outros grupos, incluindo grupos de talhadores, alunos de escolas privadas e públicas, agentes imobiliários e esposas de jogadores de futebol. O grupo dos talhadores ficou em quarto. Além disso, a pessoa do público que obteve uma pontuação mais alta no teste de QI era vegetariana.

Este ano, a EVU (União Vegetariana Europeia), para comemorar o Dia Mundial do Vegetarianismo, escolheu como tema os pratos veganos típicos da Europa. Cada país tem o seu prato tradicional, mas muitos são à base de carne ou lacticínios. No entanto, este ano pretende-se demonstrar que com tantos substitutos de carne e alternativas aos produtos lácteos disponíveis no mercado, é muito fácil preparar a nossa receita tradicional típica sem o recurso aos produtos de origem animal.

A EVU colocou à tua disposição uma compilação de receitas deliciosas, incluindo algumas imagens, de pratos veganos de vários países europeus. Estas receitas são originalmente veganas ou foram confeccionadas com alternativas veganas. Em algumas das receitas apresentadas também é referida a origem do prato. Em http://www.european-vegetarian.org/lang/en/info/wvd/2006.php#recipes selecciona a bandeira do país à tua escolha, e tens acesso a uma lista de receitas tradicionais desse país.


Referência:
http://www.european-vegetarian.org/lang/en/info/wvd/2006.php

Copyright Centro Vegetariano. Reprodução permitida desde que indicando o endereço: http://www.centrovegetariano.org/Article-412-1-de-Outubro---Dia-Mundial-do-Vegetarianismo.html

Inserido em: 2006.09.29 Última actualização: 1999.11.29

Comentar printer     E-mail   Facebook F

Pessoas > Artigos por Autor > Rosa Sousa
Notícias > Notícias 2006